A VARA DE DEUS

Êxodo 4:2 Ao que lhe perguntou o Senhor: Que é isso na tua mão? Disse Moisés: uma vara.17 Tomarás, pois, na tua mão esta vara, com que hás de fazer os sinais.20  Tomou, pois, Moisés sua mulher e seus filhos, e os levou sobre um jumento, e tornou à terra do Egito; e Moisés tomou a vara de Deus na sua mão.

Aqui temos o chamado de Moisés para libertar o povo de Israel. Deus encontra um homem que após os 40 anos como pastor de ovelhas já não cria em si mesmo.

Deus levou Moisés a experimentar tremendos milagres na sua própria vida para que depois ele pudesse realizar diante dos egípcios. Nesta passagem a vara se transformou em uma cobra.Observemos que Moisés ficou com medo, pois a cobra era real. Deus lhe pede para pegar a cobra pelo rabo. Todos sabemos que não se deve pegar uma cobra pelo rabo, pois esta poderá se voltar e picar a pessoa, portanto esta era a pior opção que ele teria, mas obedeceu e a cobra virou vara novamente.

Quando lá no egito os mágicos daquele povo também fizeram algo semelhante com tres varas, mas como aquele povo era conhecedor de hipnose, muito bem poderiam ter hipnotizados estas cobras para que despertassem naquele momento. De qualquer maneira não foram páreo para a vara de Deus transformada em cobra, que as consumiu e depois tornou a ser vara.

Digo-te que Deus vai “engolir”, desfazer, todos os truques do maligno que tem te afligido e tem sido lançado contra tua vida.

Deus é claro a Moisés quando lhe diz que com aquela vara ele faria “sinais”. Portanto, Moisés reune tudo que lhe é importante e parte para realizar a obra de libertação, ou seja, mulher, filhos e a vara de Deus.

Era uma simples vara de pastor, nada demais:

1.       Não era uma arma letal,

2.       Não é feita para vencer exécitos, e

3.       Guia somente obedientes cordeiros.

Mas Deus usa as coisas pequenas, as que não são e faz coisas grandiosas. Portanto, não sinta-se diminuido ou pequeno, com Deus você fará grandes coisas.

Esta vara não era Deus, mas representava o poder e a autoridade Dele para a salvação e libertação de Israel.

Moisés parecia não ter entendido muito bem isto, pois quando Deus guia o povo até o mar vermelho, encontramos Moisés orando a Deus pedindo um livramento.

O que vemos é Deus lhe dizendo: “Êxodo 14:15  Então disse o SENHOR a Moisés: Por que clamas a mim? Dize aos filhos de Israel que marchem. 16  E tu, levanta a tua vara, e estende a tua mão sobre o mar, e fende-o, para que os filhos de Israel passem pelo meio do mar em seco”.

É como se Deus estivesse dizendo a Moisés: “Já decretei a vitória, te dei poder e autoridade e te disse que faria sinais com esta vara, use-a”.

No Novo Testamento vemos situação semelhante em “Marcos 4:37  E levantou-se grande temporal de vento, e subiam as ondas por cima do barco, de maneira que já se enchia. 38  E ele estava na popa, dormindo sobre uma almofada, e despertaram-no, dizendo-lhe: Mestre, não se te dá que pereçamos? 39  E ele, despertando, repreendeu o vento, e disse ao mar: Cala-te, aquieta-te. E o vento se aquietou, e houve grande bonança. 40  E disse-lhes: Por que sois tão tímidos? Ainda não tendes fé?”.

Jesus estava com os discípulos no barco. Novamente vemos os homens pedindo algo a Deus, no caso Deus Filho, sendo que estão com Ele.

Ora, se Moisés estava com a vara que representava o poder e autoridade do Deus Pai, os discípulos por sua vez estavam com o próprio Deus Filho, em pessoa.Por outro lado, também não sabiam o poder que lhes estava confiado, e foram advertidos por Jesus.

Um personagem bíblico perseguido por inimigos, outros assolados pelas forças da natureza.

Vamos fazer um paralelo com as nossas vidas:

1.       Uns assolados por inimigos, que são as dificuldades, como: finanças, relacionamentos, família, questões emocionais e psicológicas.

2.       Outros, assolados por dificuldades tais como: enchentes, inundações, terremotos, etc.

Mas você tem autoridade, não pode ficar passivo diante das dificuldades da vida, como Moisés ou como os discípulos.

Pois todo o poder foi dado a Jesus e Ele mesmo disse que estaria conosco até a consumação dos séculos – nós temos a Jesus.

Mas além disto, nós somos templo do Espírito Santo. Portanto, lembre-se:

1.       Moisés tinha a vara de Deus Pai,

2.       Os discípulos tinham o próprio Deus Filho, e

3.       Nós somos a habitação do Deus Espírito Santo.

Então precisamos exercitar a fé no Senhor Jesus. Pois te digo que estar com Deus não é garantia de não ter lutas, mas a garantia de termos vitória.

Não sei o mal que te assola hoje, mas sei que Jesus está conosco e te convido a exercitar a tua fé e se posicionar diante de Deus que a vitória é certa.

Verbetes

A

ABADDON                            ABADOM

Extermínio, ruína (Jó 31:12). Lugar dos mortos, sinônimo de sepultura, (Sl 88:11). Palavra hebraica encontrada no Livro dos Provérbios no Velho Testamento que denota o lugar da perdição ou inferno, (Jó 26:6). Na versão do Rei James é traduzida como destruição.

 

ABBA                                    ABA

Em aramaico esse termo era usado para expressar a palavra pai, a qual nos tempos talmúdicos foi usada como um título de honra. Foi usada na linguagem de Jesus e dos apóstolos e mais tarde por cristãos falantes do grego (Mc 14:36; Rm 8:15) como um nome mais íntimo do Pai dos Céus - Deus.

 

ABEL                                     ABEL

Sopro, vapor. Nome do filho mais novo de Adão e Eva. Foi varão reto, (Mt 23:35; 1 Jo 3:12), um dos tipos de fé mencionados na Bíblia, (Hb 11:4). Ofereceu a Deus um cordeiro de seu rebanho, pois era pastor, que Deus aceitou não pela qualidade da oferta, mais pelo caráter do ofertante, (Gn 4:4). Foi morto por seu irmão Caim, (Gn 4: 8), sendo esse ato considerado o primeiro homicídio que ocorreu na terra.

 

ABRAHAM                           ABRAÃO

Pai de uma multidão. Primitivamente chamado Abrão ou pai exaltado (Gn 12:1), nascido em Ur dos Caldeus. Filho de Terá, foi o progenitor do povo Hebreu, pai dos crentes e amigo de Deus (Gn 11:26;Gl 3:7-9). A mudança de Abrão para Abraão (Gn 17:5) teve por fim reforçar a raiz da segunda sílaba para dar maior ênfase à idéia de exaltação. Casou-se com Sara sua meia-irmã, com quem já em idade avançada deu à luz a Isaque, o filho que Deus lhes prometera.

 

ACTS OFTHE APOSTLES                         ATOS DOS APÓSTOLOS

Quinto livro do Novo Testamento foi escrito no século I d.C. Esse Livro, como afirmado em suas primeiras palavras, é o segundo de um trabalho de duas partes, escrito por Teófilo. A Primeira parte é por nós conhecida como o livro de Lucas. Na primeira parte do livro de Atos estão registrados algumas das maiores atividades missionárias dos 12 apóstolos sobre a direção de Pedro, (At 1:15) durante o tempo que se seguiu à morte e ressurreição de Jesus Cristo. A última metade do livro (At 13 até At 28) destaca algumas das viagens e missões do apóstolo Paulo.

 

ADAM                                               ADÃO

Homem vermelho. O nome Adão foi dado ao primeiro homem da espécie humana na terra, como está citado na narrativa da criação humana no livro do Gênesis, (Gn 1:27) e em muitas passagens do Novo Testamento, Livro dos Mórmons, entre outras doutrinas e pactos. Dessas escrituras, nós aprendemos que Adão é o pai e patriarca da raça humana na terra (Gn 1:28). O agregado das escrituras certifica que sua transgressão no Jardim do Éden, embora designada como “queda” (Gn 3) foi necessária para o avanço e progresso espiritual da humanidade nesta terra.

 

ADULTERY                          ADULTÉRIO

Em sentido restrito significa relação sexual de um homem casado com uma mulher casada, com uma mulher que não seja legalmente a sua esposa, ou a mesma relação entre uma mulher casada com um homem que não seja seu marido. De acordo com a legislação antiga, a poligamia  e o concubinato (mulher conviver com um homem sem estar casada) não eram considerados adultério. Sob a lei mosaica o adultério era punido com a morte, (Lv 20:10).

Em sentido geral significa toda impureza sexual por pensamento, palavra ou atos, tendentes a isso. Figuradamente significa o culto a deuses estranhos, ou outras violações do pacto com Jeová (Ex 20:14). É esse o sentido do Sétimo Mandamento (Mt 5:27) interpretado por Jesus no sermão da montanha.

 

ALABASTER                                   ALABASTRO

Sem asa, ou derivado de um lugar chamado Alabastrum. Material do qual foi fabricada a redoma que cheia de bálsamo foi usada na unção de Jesus em Betânia (Mat 26:7) feita por Maria Madalena; (Mc 14:3). O Alabastro é uma variedade de fino gipso de cor branca adornado de delicadas sombras. Por ser menos duro que o mármore é mais fácil de ser trabalhado na fabricação de colunas, taças, caixinhas ou vasos. Dava-se o nome de alabastro a qualquer pedra que servisse para a fabricação de quaisquer utensílios.

 

ALPHA AND OMEGA                     ALFA E ÔMEGA

Em Apocalipse 1:18 diz que o Senhor Deus é o Alfa e o Ômega. O Deus Eterno e Todo Poderoso é o Alfa, o começo para a origem (Gênesis) e o Ômega, o fim para a completação de seu propósito eterno.

 

AMALEKITES                                  AMALEQUITAS

Nome que se dá aos descendentes de Esaú (Gn 36:12). Nos tempos de Moisés estavam constantemente em guerra (Gn 14:7) com os hebreus. Por muito tempo se centralizaram nas cercanias de Cades, onde se detiveram até o Êxodo do povo de Israel. Era um dos principais povos daquela região.

 

AMEN                                    AMÉM

Firme, estabelecido. Essa palavra é utilizada para denotar aceitação, ou veracidade. É uma interjeição que quer dizer: assim seja. Jesus refere-se a si mesmo como o Amém (Ap 3:14).  Essa palavra é usada com muita freqüência no livro do Apocalipse (Ap 1:18; 7:12) para confirmar as profecias que nele estão escritas.

 

AMMON                                            AMOM

Egípcio Amém. Ente invisível. A principal divindade de Tebas (Jr 46:25). Essa cidade foi capital do Alto Egito cujo nome, em honra do seu deus, foi alterado para No-Amom (Na 3:8). A divindade era representada como tendo duas plumas de penas de falcão, um disco e um barrete vermelho.

 

AMOS                                               AMÓS

Fardo, carregador de fardos.Profeta natural de Tecoa, cidade da tribo de Judá, situada a cerca de dez quilômetros ao sul da vila de Belém (Am 1:1). Amós pertencia à classe humilde e empregava-se no ofício de pastor de ovelhas. O seu livro é o terceiro dentre os dos profetas menores. Reflete-se em seu livro as condições sociais do reino de Israel.

 

ANGEL                                              ANJO

Mensageiro. Nome de entes celestiais (Sl 8:6) que servem de mensageiros entre Deus e os homens. Pela sua natureza são chamados de filhos de Deus, pelo menos em poesia (Jó 1:6) e pelo seu caráter são, chamados santos (Jó 5:1; Sl 89:5).

 

APOLLYON                          APOLIOM

O anjo do abismo. Em Apocalipse 9:11 diz que o anjo do abismo se chama Apoliom. O anjo do abismo é a besta, o anticristo que sairá do poço do abismo (Ap 11:7; 17:8). Em hebraico esse mesmo anjo é chamado de Abadom, que significa destruição, como em Jó 26:6 e 28:22 e Provérbios 15 e 11. Em grego, terá o nome de Apoliom, que significa destruidor.

 

APOSTLE                             APÓSTOLO

A palavra Apóstolo significa “alguém enviado”.  Esse foi o título que Jesus deu aos doze homens (Mt 10:2-42) aos quais escolheu e ordenou-lhes serem seu discípulo mais próximo, durante sua missão na terra. Jesus Cristo (Mt 28:16) os enviou para representá-lo após sua ascensão aos céus.

 

ARAMAIC                                         ARAMAICO

Idioma semítico, falado em Arã, e que se escrevia com o mesmo alfabeto hebreu, diferindo da linguagem hebraica, principalmente, no sistema de vocalização e na estrutura de algumas formas gramaticais. Antes de se descobrir que a língua vernácula de Babilônia era Assíria, o aramaico era incorretamente chamado caldaico, termo este ainda em voga. O aramaico era usado por Labão, (Gn 31:47). Encontram-se vestígios do aramaico nos nomes próprios Tabrimon, Hazael, (1 Rs 15:18; 19:15). Era uma língua muito comum dos judeus após seu retorno da Babilônia. É muito provável que Jesus e os 12 apóstolos tenham usado essa língua, muito mais que os hebreus primitivos.

 

ARCHER                                           FLECHEIRO

Os flecheiros eram empregados tanto em operações de caça, como no exército (Gn 21:16; 27:3; Jr 51:3). No campo de batalha eram eles que atacavam em primeiro lugar retirando-se depois para a retaguarda. As suas setas eram curtas ou compridas, segundo o serviço que tinham de desempenhar, sendo os arcos feitos de madeira ou de metal (Sl 18:34).

 

ARK OF GOD                                   ARCA DE DEUS

A arca é o testemunho de Deus, é a expressão, nela estavam as tábuas com os dez mandamentos (Êx 25:22; Js 3:6; 1 Sm 3:3).

 

ARMAGEDDON                               ARMAGEDOM

O grande lugar da cólera de Deus, onde será a guerra em Armagedom (Ap 16:12-16), onde todas as forças mundanas serão ajuntadas e onde o Senhor com seu exército de santos vencedores lutará contra eles e os destruirão (Ap 19:11.21; Jl 3:9-16; Js 63:1-6). Armagedom é composta de duas palavras: “Ar”, que significa “Monte” e “Magedon” que é o nome de Megido, significando “matança”.

 

ASA                                                   ASA

Físico, médico, curandeiro. Nome de um rei de Judá (1 Re 15:9-10) que subiu ao trono no vigésimo ano de Jeroboão, rei de Israel. Começou a reinar dando à terra doze anos de paz (2 Cr 14:1). Dentre sua reformas no reino de Israel estão a retirada dos homossexuais, dos ídolos que seus pais haviam fabricado; além disso, a destruição dos altares dos deuses estranhos, dos bosques e das imagens do sol em todo o Judá.

 

ASHDOD                                          ASDODE

Lugar fortificado. Nome de uma das cinco cidades principais dos Filisteus governadas por um rei. Cidade que era centro do culto prestado ao deus Dagom (Js 13:3). Os enancins (Js 11:12) continuaram a habitá-la mesmo depois da conquista de Canaã pelos israelitas.

 

ASHER                                              ASER

Feliz. Oitavo de todos os filho de Jacó, sendo o segundo com Zilpa, escrava de Léia (Gn 30:12). Aser teve quatro filhos e uma filha.

 

ATHLETE                                         ATLETA

A disposição do atleta é simbolizada em 2 Timóteo 2:5, como aspecto do caráter do homem de Deus. Ser um atleta vencedor é uma questão de treinamento e dedicação. O homem de Deus precisa ser como um atleta que tem seu caráter desenvolvido, treinado e exercitado. Somente assim poderá ser coroado.

 

B

BAAL                                     BAAL

Possuidor, senhor. O deus sol, exibindo os diferentes aspectos da energia solar, cujo centro de adoração era a Fenícia, donde se irradiou para os países vizinhos. Baal era adorado nos lugares altos de Moabe (Nm 22:41) desde os dias de Balaão e Balaque. No tempo dos juízes (Jz 2:13) havia altares desse deus dentro dos limites dos israelitas.

 

BABEL                                              BABEL ou BABILONIA

Porta de Deus. Nome de uma cidade da planície de Senaar. É a primeira cidade mencionada depois do Dilúvio (Gn 10:10) e nela teve princípio o reino de Nimrode. É provavelmente a primitiva sede de seu governo. A torre de Babel (Gn 11) começou a ser edificada em seguida ao Dilúvio, com o intuito de estabelecer um centro de renome e de evitar um movimento dispersivo.

 

BABYLON, THE GREAT    A GRANDE BABILÔNIA

É o cristianismo apóstata, ela é julgada, (Ap 17 e 18). A Babilônia aqui representada é religiosa, é a Igreja Apóstata.

 

 

BAPTISM                                          BATISMO

O ritual de lavar com água simbolizando a purificação religiosa, ou consagração a Deus, era usada pelos israelitas com muita freqüência, conforme instruções que constam no  Pentateuco (Êx 19:4; Lv 15). Praticavam-se ainda outras ablações, sancionadas pelo uso e costumes sociais. Crêem muitos que no tempo de Cristo e em tempos posteriores, os prosélitos do Judaísmo eram batizados. Deste modo, quando João Batista, o precursor, foi enviado por Deus a pregar o arrependimento a Israel, aplicava o batismo (Jo 1:26) a todos que aceitavam a sua mensagem.

 

BENJAMIN                           BENJAMIM  

Filho da mão direita. Nome do filho mais novo dos doze filhos de Jacó e irmão de José, ambos filho de Raquel (Gn 46:1-17). Quando Jacó se aproximava de Belém Raquel deu à luz a Benjamin e sentindo que ia morrer, chamou-o Benoni ou filho da minha dor; porém, Jacó deu-lhe o nome de Benjamim.

 

BERNICE                                          BERENICE

Vitoriosa. Nome da filha mais velha de Herodes Agripa I, casada com seu tio Herodes, governador de Calcis, o qual morreu logo depois do casamento. Berenice ajuntou-se com seu irmão Agripa, de modo a provocar escândalo público. Tentou enfraquecer esse escândalo por meio de novo casamento com o rei Polemo da Cilícia. Porém, se enfadou de Polemo e abandonando-o voltando assim à companhia de Agripa (At 25:23). Ainda estava em companhia dele quando o apóstolo S. Paulo produziu a sua defesa. Essa mulher foi sucessivamente amante de Vespasiano e Tito.

 

BERSHEBA                          BERSEBA

Poço dos sete. Nome de um poço que Abraão cavou no deserto, adjacente ao país dos Filisteus e onde ele e o rei de Gerara fizeram aliança de recíproca amizade (Gn 21;22; 32). Esse poço já havia sido objeto de discórdia entre os pastores de ambos. Para sinal de aliança Abraão deu a Abimeleque sete cordeiras que serviriam de testemunhas de como ele havia cavado o poço dos sete, e ali plantou uma tamargueira, invocando o nome do Senhor. Abraão residiu por muitos anos nesse lugar.

 

BERYL                                              BERILO

Pedra preciosa trazida de um lugar que tem o mesmo nome, (Êx 28:20). Era encastoada na quarta ordem das pedras preciosas que ornavam o Racional do Juízo. O nome berilo do grego Beryllos dá-se ao oitavo fundamento da Nova Jerusalém (Ap 21:20). O berilo é produto mineral, constituído de sílica, alumínio e berilo glucinum. Varia de transparência, ora tem a cor de água marinha, ora de um verde escuro ora  de um azul violeta. É muito aparentado com a esmeralda. É encontrado na Sibéria, na Índia, no Brasil e em alguns lugares da Grã-Bretanha.

 

BIRTHRIGHT                                   PRIMOGENITURA

Os primeiros filhos nascidos de um casal gozavam de certos direitos e privilégios que não eram partilhados pelos outros filhos mais moços. O filho mais velho, ordinariamente, gozava os direitos de sucessão na família de que se tornava chefe e representante. Herdava em dobro na herança paterna, direito garantido aos primogênitos mesmo quando fosse filho da mulher menos amada, se o pai tivesse mais de uma (Dt 21:17; 2 Rs 2:9). Os direitos de primogenitura podiam ser vendidos a um irmão mais moço, como fez Esaú com Jacó  (Gn 25:29, 34) e também transferido no caso de faltas ou crimes praticados pelo primogênito (2 Cr 5:1).

 

 

BLESSINGS OF THE          BREASTS AND OF THE WOMB               BENÇÃOS DOS SEIOS E DO ÚTERO

Em Gênesis 49:25 Jacó falou das bênçãos dos seios e do útero que representam a produção de vida, a sua geração; e os seios simbolizam o seu suprimento. Em sua criação, Deus somente abençoou as criaturas vivas e o homem (Gn 1:22, 28) não abençoou sua obra efetuada nos quatro primeiros dias: não abençôo o sol, a lua, as estrelas, nem a vegetação sobre a terra.

 

BOOK OF LIFE                                LIVRO DA VIDA

Em Apocalipse 3:5 diz “de modo nenhum apagarei o seu nome no livro da vida”. O “livro da vida” é um registro divino dos nomes daqueles que participam das bênçãos que Deus lhes preparou. Os nomes de todos os santos escolhidos por Deus, e predestinados a participarem dessas bênçãos estão escritos nesse livro (Lc 10:20).

 

BOTTLE                                           ODRE

Nome de uma vasilha feita de couro (Jo 32:19; Mt 9:17) destinada a guardar líquidos como vinho, azeite.

 

BREAD OF LIFE                  PÃO DA VIDA

A palavra de Deus é o alimento para o nosso espírito. A Bíblia o livro mais admirável e mais publicado no planeta, é um verdadeiro banquete espiritual. Suas palavras foram inspiradas por Deus e são os mais puros alimentos (Mt. 4:4) Jesus disse: “Não só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus”.

 

BRIDE                                               NOIVA

Aquela que vai se casar ou que se casou há pouco. Tanto no A.T quanto no N.T esse processo que é espiritual segue o princípio que é a maturidade no amor entre um homem e uma mulher. Noiva no N.T. refere-se à igreja que é formada por todos os santos em Cristo Jesus, ela o espera como uma noiva espera o seu noivo para celebrar as bodas. Todavia, isso ainda não ocorreu porque a igreja (noiva) (Ap 19:7) está sendo preparada e adornada.

 

BUSH                                    SARÇA

A sarça ardente. Em Êxodo 3:2, implica uma moita de silvas, embora esta planta não se encontre no monte Sinai. Em  Gênesis  21:15  a  palavra usada faz supor qualquer arbusto de pequena estatura; mas  em Isaías 7:19 significa os espinheiros que se vêem nas proximidades da água (Lc 6:44; At 7:30).

 

C

CAB                                                   CABO

Uma medida (2 Rs 6: 25)  de dois litros.

 

CAIN                                      CAIM

Nome do filho mais velho de Adão e irmão de Abel. Ofereceu à Deus os frutos da terra, como demonstração de reconhecimento pelos benefícios recebidos, mas Deus aceitou o sacrifício de Abel e em um acesso de inveja matou seu irmão (Gn 4: 16-17). Caim fundou a primeira cidade, à qual deu o nome do seu filho Enoque.

 

CALEB                                              CALEBE

Filho de Jafoné (Nm 13:6). Um dos doze espias que, um de cada tribo, foram enviados à terra de Canaã para examiná-la, acontecendo esse fato no segundo ano do Êxodo. Calebe representava a tribo de Judá.

 

CANAAN                                          CANAÃ (TERRA DE)

1. Em Sofonias 2:5 e em Mateus 15:22 a terra de Canaã restringe à parte marítima da Filistia e da Fenícia e essa parte sendo a mais baixa de todo o país,      está em harmonia com a significação da palavra Canaã (terra baixa), mas a sua aplicação era extensiva a toda região ao ocidente do rio Jordão e do Mar Morto. A língua de Canaã (Is 19:18), isto é, a Fenícia, tinha grande semelhança com a hebraica dos israelitas. 2. Filho de cão (Gn 10:6; 1Cr 1:8), progenitor de vários povos que antes da conquista dos israelitas, tinham se estabelecido no litoral da Palestina, ocupando, de um modo geral (Gn 10:15) todo o país ao ocidente do rio Jordão.

 

CANKER                                           CÂNCER

Tumor que corrói as partes em que se desenvolve (2 Tm 2:17). “A linguagem deles corrói como câncer...”.

 

CAPERNAUM                                  CAFARNAUM

Aldeia situada na costa noroeste do mar da Galiléia, em um lugar chamado Tele Hum. Era o principal centro comercial e social dessa região durante o ministério de Jesus (Lc 7:1; Mt 8:5). Ali, sobre a grande estrada entre a Síria e a Palestina, eram recolhidos os impostos de alfândega e se encontrava alojada uma guarnição romana. Jesus veio a esse lugar após sair de Nazaré, e a casa de Pedro chegou ser sua casa.

 

CHIEF BUTLER                               COPEIRO

Nome do oficial que enchia o cálice do rei e lhe dava, (Gn 40:9-14; Ne 1:11; 2:1-2), ofício muito honroso nos países orientais, só exercido por homens de grande confiança, a fim de evitar envenenamento.

 

CHRONICLES                                  CRÔNICAS

Dois livros históricos do Antigo Testamento têm esse nome. Os dois livros formam um só volume no cânon do Antigo Testamento hebraico, chamado “Palavra dos Dias”, isto é, judeus incluídos nos Quetubins, ou Hagiógrafos. Segundo a tradição judaica, foi Esdras o autor das Crônicas, devendo observar-se que a conclusão do segundo livro é igual ao começo do livro de Esdras.

 

CHURCH                                          IGREJA

É a tradução da palavra grega (ekklesia), que nos estados da Grécia significava a reunião dos cidadãos convocados às assembléias legislativas ou para outros fins (At 19:32-41). Os escritores sagrados empregam essa palavra para designar uma comunidade que reconhece o Senhor Jesus Cristo. Como supremo legislador, e que congregam para adoração. (Mt 16:18; 17; At 2:47; 5:11).

 

CLOTHED IN SACKCLOTH           VESTIDAS DE SACO

Em Apocalipse 11:3 diz: “Eu darei poder as minhas duas testemunhas, e profetizarão por mil duzentos e sessenta dias, vestidas de saco”. Saco é o símbolo de pesar (2 Sm 3:31). Essas duas testemunhas usarão vestes fúnebres como advertência ao povo.

 

COCKATRICE                                 ÁSPIDE

Serpente muito venenosa. (Is 11:8) “E brincará a criança de peito sobre a toca da áspide...”.

 

COLOSSIANS, EPISTLE TO THE COLOSSENSES, EPISTOLA AOS

Essa epístola foi escrita durante o tempo em que Paulo esteve preso em Roma pela primeira vez. Colossos a grande cidade da Frigia, Ásia menor, nas margens do rio Lício a qual tendo em tempos antigos de grande importância, já nos tempos do Novo Testamento estava decadente perante as suas rivais Laodicéia e Hierápolis (Cl 2:1) Foi sede de uma igreja cristã na qual o apóstolo lhe escreve.

 

CONSECRATION                CONSAGRAÇÃO

O ato pelo qual uma pessoa ou coisa se dedicava ao serviço de Deus (Lv 8:23; 1 Cr 19:5; 2 Cr 29:31; Êx 29:9). Esse ato inclui a ordenação para exercer qualquer ofício sagrado.

 

CORIANDER                        COENTRO

Planta hortense e aromática. (Êx 16:31). “... o Maná como semente de coentro...”.

 

CORINTHIANS                                CORINTIOS

O sétimo livro do Novo Testamento. Corinto a capital da província romana da Acaia era notável não apenas por sua riquezas e luxo, pois era uma fortaleza de licenciosidade e luxúrias, alimentada pelo culto à deusa Vênus (1 Cr 3:6; At 18:1-11).

A igreja em Corinto foi fundada pelo apóstolo Paulo na sua segunda viagem missionária.

 

COUNCIL                                          CONCÍLIO

Assembléia magna para deliberar sobre aspectos de doutrina ou de costumes da vida cristã. “Mas olhai por vós mesmos (Mc 13:9), porque vos entregarão aos concílios...”.

 

CROSSING THE JORDAN                         TRAVESSIA DO JORDÃO

Por causa da incredulidade do povo, Deus não permitiu entrar na terra de Canaã por Cades (Nm 21:4-9). Ele queria que voltassem, contornassem a terra e entrassem em Canaã pelo rio Jordão (Js 3). A travessia do Jordão representava o sepultamento de tudo o que era velho. Os israelitas (Dt 32:47) não podiam entrar na terra de Canaã levando consigo coisas velhas.

 

CROWN OF LIFE                 COROA DA VIDA

Em Apocalipse 2:10 vemos a promessa para o vencedor, a coroa da vida. Ela será a glória dos mártires vitoriosos. Uma coroa no Novo Testamento sempre denota um prêmio em adição à salvação, (Ap 3:11; Tg 1:12; 2 Tm 4:8; 1 Pe 5:4; 1 o 9:25). A coroa da vida, como um prêmio àqueles que são fiéis até a morte em vencer a perseguição, (Fp 3:10) corresponde a força vencedora que é o poder da vida de ressurreição.

 

CRUCIFIXION                                  CRUCIFICAÇÃO

A crucificação era um método romano de execução, primeiramente reservado para os escravos. Nesse ato se combinavam os elementos de vergonha e tortura. O castigo da crucificação começava com a flagelação, depois de o criminoso ter sido despido. Colocava-se, em geral, uma inscrição por cima da cabeça da pessoa (Mt 27:37; Mc 15:26; Lc 23:38; Jo 19:19) em poucas palavras, exprimindo o seu crime. O criminoso levava a sua cruz ao lugar da execução. Jesus Cristo foi pregado na cruz. Algumas vezes o condenado era apenas atado a esse instrumento de suplício.

 

CUMMIN                                           COMINHO

Planta umbelífera de sementes muito empregadas como tempero. Cultivado na Palestina, (Is 28: 25, 27). Os escribas e fariseus (Mt 23: 23). Pagavam escrupulosamente o dízimo dessa pequena erva.

D

DAMASCUS                         DAMASCO

Nome de uma cidade da Síria situada no planalto regado pelos rios Ábana e Farfar (2 Re 5:12). O planalto acha-se à cerca de 720 metros acima do nível do mar e na base Oriental da cadeia do Antilibano, com a superfície de 926 quilômetros quadrados. Nos lugares regados pelos canais derivados dos rios, o terreno é de grande fertilidade, de modo que a cidade se acha cercada de pomares, hortas e jardins em contraste com a aridez do deserto vizinho.

 

DANIEL                                             DANIEL

Deus é meu juiz. Nome de um célebre profeta judaico da corte de Babilônia (Dn 1:3-7). Descendente da família real de Judá. Ainda jovem foi levado cativo pelo rei Nabuconodosor por ocasião do primeiro cerco de Jerusalém que se deu no reinado de Joaquim, 605 a C. Em Babilônia, ele e mais outros jovens cativos de nobre nascimento e de boa aparência, foram separados para exercerem funções de Estado (Dn 1:8). Os quais se fizeram notáveis pela inteligência e sabedoria.

 

DARKNESS                          ESCURIDÃO

Simbolicamente diz-se cegueira espiritual, ignorância no que diz respeito às coisas de natureza espiritual; morte espiritual, distanciamento de Deus.

 

DEAD SEA                            MAR MORTO

Nome pelo qual é conhecido o lençol de água que a Bíblia denomina Mar de Sal (Gn 14:3; Nm 34:12; Dt 3:17). Os gregos denominaram-no Mar Morto, desde a metade do segundo século da nossa era. Morre na profunda depressão que está situada onde desemboca o Jordão, despejando cerca de seis milhões de toneladas de água a cada vinte e quatro horas; está a 426 metros abaixo do nível do Mediterrâneo; tem o formato de um longo retângulo com ângulos agudos, interrompidos por uma projeção que se inclina para o lado do sudoeste, formando uma grande península chamada Lisã ou Língua. O comprimento de norte a sul equivale a 47 milhas inglesas, ou 75.623 metros que varia um pouco no tempo da seca.

 

DEBORAH                            DÉBORA

Abelha. Nome de uma profetisa, mulher de Lapidote, que se assentava debaixo de uma palmeira que tinha o seu nome e ali julgava o seu povo (Jz 4:4-14; 5:1-31). Mandou chamar a Baraque, filho de Abinoão, para ir de encontro a Sísera, tomando parte na campanha. Vitorioso, Baraque compôs um cântico triunfal pela vitória alcançada.

 

DELILAH                                           DALILA

Frágil, delicada. Mulher do Vale de Soreque que seduziu a Sansão até conseguir que ele lhe revelasse em que consistia o segredo de sua grande força (Jz 16:4-18). Em conseqüência da revelação de seu segredo, Sansão foi atacado pelos filisteus ficando cego e aprisionado em Gaza.

 

DEUTERONOMY                 DEUTERONÔMIO

Repetição da lei. Quinto livro da Bíblia em que se encontram os três últimos discursos de Moisés antes de sua morte (Dt 17:18). O livro não contém somente a cópia da lei já promulgada, mas também dá conta das circunstâncias peculiares em que foi recebida e também seu propósito. Contém os Dez Mandamentos e a explicação deles.

 

DEW                                                  ORVALHO

Nome que se dá à umidade condensada, caindo da atmosfera sobre os corpos resfriados. A Escritura emprega esse vocábulo, em sentido figurado, para representar a ação silenciosa e invisível das bênçãos divinas sobre o coração humano, da mesma forma que age o orvalho na vida vegetal.

DIAL OF AHAZ                                RELÓGIO DE ACAZ

Nome de um instrumento que continha uma superfície graduada por meio de linhas e armado de um gnômom que projetava a sua sombra sobre as linhas, a medida que o sol avançava em seu curso ia indicando as horas. O recuo da sombra no relógio de Acaz (2Rs 20:11) tem sido explicado por vários modos, motivado por um miraculoso movimento de reversão da terra ou pelo sol, pela refração dos raios solares ou por um eclipse solar.

 

DISPERSION                                    DISPERSÃO

Nome que se dá nas Escrituras ao corpo de israelitas espalhado em terras estrangeiras (Jr 25:34; Jó 7:35). Os israelitas foram ameaçados com a dispersão no caso de se apartarem das leis de Moisés. O cativeiro das dez tribos de Israel, e parte das duas outras confirmaram cumprimento desta profecia porque a maior parte dos cativos das dez tribos nunca mais voltou à sua pátria e das duas outras tribos grande parte deles ficaram nas regiões estrangeiras de  onde  nunca mais voltaram.

 

DOCTRINE                           DOUTRINA

Conjunto de princípios que servem de base de um sistema filosófico, científico, etc; catequese cristã; ensinamentos.

 

DOCTRINE OF BALAAM   DOUTRINA DE BALAÃO

Balaão era um profeta gentio que levou o povo de Deus a tropeçar. Por causa de uma recompensa (2 Pe 2:15; Jd 11), ele levou a fornicação e a idolatria ao povo de Deus (Nm 25:1-3;31:16); ensinava a Balaque a armar ciladas diante dos filhos de Israel, para comerem coisas sacrificadas aos ídolos. Em Apocalipse 2:14, o Senhor adverte aos seus santos a não admiti-la.

 

DORCAS                                          DORCAS

Gazela. Nome de uma mulher que em aramaico é Tabita, que residia em Jope. Dorcas fazia roupas que doava aos pobres. Tendo falecido, mandaram chamar o apóstolo Pedro que fez uma oração em seguida o apóstolo ordenou-lhe que se levantasse, ela abrindo os olhos se levantou (At 9:36-46). A fama desse milagre converteu a muitos naquele tempo. Há muitas sociedades de senhoras com o nome Dorcas.

 

DOVE                                    POMBA                    

A pomba é símbolo do Espírito Santo. Na Bíblia é descrita como uma ave com belos olhos, voz gemente, com disposições graciosas e gentis, dotada de simplicidade (Cl 1:15). A pomba é ave tímida e treme quando lhe causam medo; em estado selvagem freqüenta vales, constrói ninhos à entrada das grutas.

Nas Escrituras, (Mt 10:16), Jesus refere-se às pombas como modelo de simplicidade.

E

ECCLESIASTES                  ECLESIASTES

Do grego ekklesiastes, o que se assenta e fala a uma assembléia ou a uma igreja. Esse livro pode ser considerado como obra original do rei Salomão, filho do rei Davi, rei de Jerusalém, o qual excedeu em sabedoria e riqueza a todos os que o precederam. O livro registra os sentimentos, experiências e observações feitas por um sábio, o rei Salomão.

 

EDOM                                               EDOM

Vermelho. Nome da região ocupada pelos descendentes de Edom ou Esaú. Antes se chamava monte Seir (Gn 32:3; 36:20-21,30). No tempo da décima sexta ou décima sétima dinastia, e até mesmo já na duodécima dinastia dos faraós, esse povo era conhecido no Egito pelo nome de Edima.

 

EGYPT                                              EGITO

Os gregos, desde o tempo de Homero, designavam o Egito pelo nome de Aigyptos. Os próprios egípsios da antigüidade davam à sua terra natal o nome de Kam~t, quer dizer negro, por ser esta a cor do solo. Para os cananeus era a terra de Misru, a terra fortificada ou fechada por causa das fortificações levantadas na frente asiática do istmo de Suez, ou simplesmente o nome dado ao país sem referência alguma aos seus meios de defesa. Este nome Misru também foi empregado pelos hebreus, porém, na forma dual Misraim, ou dois Egitos que vem a ser o Alto Egito ou meridional e o Baixo Egito ou setentrional, do modo pelo qual os seus habitantes o dividiam.

 

EKRON                                             ECROM

Extirpação. Foi uma das cinco cidades principais dos filisteus (Js 13:3;1 Sm 6:16) a qual foi partilhada à tribo de Judá e depois à tribo de Dã. Porém, a linha divisória com Judá passava por detrás dela fazendo com que os homens dessa tribo a tomassem para si. Mais tarde, os filisteus a tomaram para si. Não se encontrou nenhuma relíquia do seu tempo.

 

EMERALD                            ESMERALDA          

Pedra preciosa em geral de cor verde. Nas escrituras é descrita como pedra que brilha como um relâmpago. Usava-se como objeto de adorno. Ocupava o terceiro lugar na primeira linha de pedras preciosas do Racional do Juízo (Êx 28:18;  39:11), usado pelo Sumo Pontífice.

 

ENOCH                                             ENOQUE

Iniciado. Nome de um dos descendentes de Jarede, progenitor de Matusalém. Enoque viveu 365 anos e andou com Deus, figuradamente falando. É o único de sua geração que não viu a morte porque Deus o tomou (Gn 5:18-24; Hb 11:5) o trasladara.

 

EPHESIANS, EPISTLE TO THE                EFÉSIOS, EPÍSTOLA AOS 

A Epístola aos Efésios foi escrita pelo apóstolo S. Paulo quando este esteve prisioneiro em Roma no ano 62 d.C. (At 24:27). A Epístola é dirigida aos santos que estavam na cidade de Éfeso e aos fiéis de Cristo. Algumas autoridades antigas omitiam as palavras “em Éfeso”. Os dois principais manuscritos, o Sinaítico e o Vaticano, também as omitem. Desde muito que existiam opiniões diferentes a esse respeito, porém, a tradição da Igreja as adotou. A explicação mais razoável é que a Epístola era uma carta circular dirigida a todas as Igrejas da província da Ásia, e que, sendo Éfeso uma das principais, a epístola foi considerada como dirigida esta. O tema principal da epístola (Ef 1:22) é o estabelecimento da Igreja, sendo considerada como o corpo inteiro de Cristo.

 

EPISTLES                                         EPÍSTOLAS

Assim são chamados os vinte e um livros do Novo Testamento. Os mais antigos desses livros antedatam os evangelhos. As epístolas são classificadas em três grupos, sendo o primeiro as epístolas paulinas, escritas pelo apóstolo S. Paulo; segundo as epístolas pastorais; e terceiro as epístolas católicas.

 

ESAU                                     ESAÚ

Peludo. Filho de Isaque e Rebeca (Gn 25:21-26). Esse nome lhe foi dado por ter nascido com o corpo coberto de pêlo parecido com uma espécie de pele. Foi hábil caçador e trazia para seu pai Isaque as carnes dos animais que matava durante a caça.

 

ESTHER                                           ESTER

Do persa sitarch, estrela. Nome de uma jovem hebréia, filha de Abiail, da tribo de Benjamim (Et 2:15). O nome hebráico era Hadassah, que quer dizer mirto. Ainda muito jovem, ficou órfã de pai e mãe; cresceu na cidade de Susa, capital da Pérsia, e foi educada ali por Mardoqueu, seu primo, que a adotou como filha. Casou-se com Assuero rei da Pérsia.

 

EVE                                                   EVA

Vida. Nome dado à primeira mulher, como consta no livro do Genesis (Gn 3:21-22). O nome significa mãe de toda a criatura humana. Após a sua criação, Deus a trouxe a Adão para que lhe servisse de companheira.

 

EXODUS                                           EXÔDO

Saída. Nome do segundo livro de Pentateuco. O livro traz a narrativa da partida dos israelitas, depois de ter sido devidamente emancipados do cativeiro do Egito. Nele estão contidos a maior parte da história do povo de Israel durante toda a peregrinação entre os fatos temos o crescimento do povo, as opressões sofridas, as primeiras pragas, passagem do Mar Vermelho e a construção do tabernáculo. Temos uma divisão em duas partes: Histórica (Êx 7-12; e, Êx.19-34), Legislativa.

 

EYES AS A FLAME OF FIRE         OLHOS COMO UMA CHAMA DE FOGO

Em Apocalipse 1:14, os olhos de Cristo são como uma chama de fogo. Em Cantares 5:12 são como pombos, expressando seu amor pela igreja. Aqui “Seus olhos” são “como chama de fogo”. Isso é para Ele (Jesus) observar e sondar em seu julgamento. Nesse livro, seus olhos são sete tochas de fogo que ardem diante do trono, que são os sete espíritos de Deus 4:5; (Dn 10:6). O fogo ardente equivale à “chama de fogo”, e é pra observar e sonhar. Os sete espíritos de Deus que são enviados a toda terra. O significado principal dos olhos do Senhor sendo como chama de fogo é para o seu julgamento (Ap 2:18-23; 19:11-12).

 

EZEKIEL                                           EZEQUIEL

Deus é fortaleza. Nome de um dos maiores profetas judaicos, filho de Busi, de família sacerdotal (Ez 1:1). Ezequiel passou a juventude perto de Jerusalém durante o ministério do profeta Jeremias. Partilhou as amarguras do cativeiro do povo de Israel, com o rei Joaquim, oito anos depois do exílio de Daniel. Dentre as profecias notáveis de Ezequiel, há a que diz respeito às conseqüências na vida de uma pessoa devido ao seu próprio comportamento. Ele teve visões sobre restaurações dos templos de Israel.

 

EZRA                                     ESDRAS

Um famoso profeta, descendente de Sadoque e Finéias, escriba perito na lei de Moisés. Estava sempre pronto a cumprir e ensinar a lei do Senhor de Israel.  Seu livro compõe-se de duas partes: a primeira parte é a narrativa da volta dos judeus vindos de Babilônia com Zorobabel, no ano 538 a.C., restabelecimento do culto divino e reconstrução do templo (Ed 1:6); e a segunda narração da volta de um segundo corpo de retirantes sob a direção de Esdras no ano 458-457 a.C., e das medidas enérgicas que tomou a fim de impedir que os judeus continuassem tomando para si mulheres estrangeiras estranhas a fé do povo israelita.

 

F

FAT                                                   GORDURA

Era proibido comer certas porções da gordura dos animais que tinham sido oferecidos em sacrifício, visto como, sendo a gordura a parte mais rica do animal, pertencia ao Senhor (Lv 3:3, 9:16, 17:7 3:23). Outras partes da gordura de animais sacrificados e a gordura de outros animais, a não ser que eles tivessem morrido de doença ou houvessem sido despedaçados pelas feras, podiam ser comidas (Lv 7:24). Os hebreus apreciavam muito as carnes gordas (1Rs 4:23; Jr 46:21; Lc 15:23).

 

FAITH                                                FÉ

Existe diferença entre crença e fé. Crença é o assentimento ao testemunho, e a fé é o mesmo assentimento* acompanhado de confiança. A credulidade, porém, alimenta-se de coisas imaginárias, e é cultivada pela imaginação. A fé difere da crença porque é uma confiança do coração e não apenas uma aquiescência intelectual. Disse Jesus: “crede-me e confiai em mim”, querendo dizer confiança absoluta em tudo que Deus tem revelado, (Gn 15:6; Dt 32:20; Mc 11:22; Rm 4:3-5). Pela fé agiram os heróis das Escrituras (Hb 11).

 

 

FEET LIKE UNTO FINE BRASS                PÉS SEMELHANTES AO BRONZE POLIDO

Em Apocalipse 1:15 diz: “Os pés, semelhantes ao bronze polido, como o que refinado numa fornalha”. Os pés representam o andar. O bronze, em tipologia, simboliza o julgamento divino (Êx 27:1-6). Quando Cristo estava na terra, Seu andar foi testado, Ele saiu resplandecendo. “Agora, os Seus pés são semelhantes ao bronze polido” (Ez 1:7; Dn 10:6) significando que Seu andar perfeito e resplandecente O qualificava para efetuar o julgamento divino. O andar de Cristo foi provado pelos sofrimentos, até mesmo pela sua morte na cruz. Por isso, o Seu andar é resplandecente como o bronze reluzente, o que fez digno de julgar os injustos. Quando Ele vier possuir a terra julgando-a, os Seus pés serão como colunas de fogo (Ap 10:1).

 

FIG TREE                              FIGUEIRA

A figueira é muito comum na Palestina (Jz 9:10; Nm 13:24). A figueira e o figo tem igual nome no hebraico, teench, ao passo que no grego cada um tem um nome diferente: figueira é syke e figo é sykon. Os frutos novos aparecem na primavera, antes de as folhas se abrirem (Ct 2:13). Quando sacudida pelos ventos deixa cair os figos verdes, (Ap 6:13). O mês de junho era o mês mais favorável para a sua maturação (Is 28:4). A figueira era muito estimada, tanto quanto a vinha, (Dt 8:8; Sl 105:33; Jr 5:17). Assentar-se alguém debaixo da sua parreira ou da sua figueira era o símbolo da prosperidade e da segurança (1Rs 4:25; Mq 4:4; Zc 3:10).

 

FORNICATION                                FORNICAÇÃO

Relação sexual de pessoa não casada, com pessoa casada ou não. Essa palavra é usada na Sagrada Escritura, tanto no seu sentido natural, como de sentido figurado com aplicação à idolatria, significando então a infidelidade para com Deus, o qual é o único que devemos adorar (Êx 20:4-5; Ap 22:14-15).

 

FOUNTAIN                           FONTE

Nascente de água, ou manancial, de que se faz menção muitas vezes na Bíblia. Em terras secas da Judéia eram de particular valor, e daí provém o uso figurativo da palavra, como símbolo de esperança, bênçãos e consolações, (Ap 7:17). Anunciou Zacarias que uma fonte se abriria, na qual podiam ser lavadas as impurezas da casa de Davi e de Jerusalém, profecia que teve seu cumprimento no sangue expiatório de Cristo. O termo “fonte” serve também para designar os filhos ou posteridade (Dt 33:28).

 

FOURSQUARE                                QUADRADO

Diz-se do polígono que tem quatro lados iguais e os ângulos retos. O altar do holocausto (Êx 27:1). O altar do incenso (Êx 30:2). A região sagrada (Ez 48:20).

 

G

GALATIA                                          GALÁCIA

Nome de um distrito da Ásia Menor, limitado ao norte pela Bitínia, Paflagônia e o Ponto, a leste pelo Ponto e Capadócia, ao sul pela Capadócia e Licaônia e a oeste pela Frígia e pela Bítnia (At 16:6). Em sua epístola, o apóstolo S. Pedro dirige-se aos estrangeiros disperso na Galácia e no Ponto.

 

GALATIANS, EPISTLE TO THE                           GÁLATAS, EPÍSTOLA AOS

A Epístola aos Gálatas é uma carta destinada às igrejas da Galácia, dando a entender que existia certo número delas em diferentes partes daquele território. Quais foram elas depende do sentido que se der ao termo Galácia. Essa epístola foi escrita por S. Paulo (Gl 4:13) provavelmente enquanto viajava pelo Macedônia.

 

GALILEE                                           GALILÉIA

Em hebráico galiu, círculo, região. Nome primitivo de um distrito situado na região montanhosa de Naftali (2 Rs 15:29). As vinte cidades que Salomão deu a Hirão estavam situadas na Galiléia. Nessa região residiam muitos cananeus. A expressão “Galiléia dos Gentios” (Is 9:1) queria dizer que a região assim chamada era habitada em grande parte por elementos estrangeiros.

A Galiléia tinha um clima excelente, úmido perto da costa marítima, quente no Vale do Jordão e brisa revigorante na parte montanhosa. A terra era fértil e produzia grandes colheitas de oliva, trigo, cevada e uvas. Os pescadores tinham o Mar da Galiléia como um grande recurso de riquezas, e também o mar produzia um grande comércio exportador.

 

GARMENT                            VESTES

Em Apocalipse 1:13 diz que o Cristo está “vestido até os pés de um vestido comprido” (VRC). Em veste é a roupa sacerdotal, (Êx 28:33-35), simbolizando a plenitude das virtudes divinas e dos atributos humanos de Cristo, (Js 6:1,3).

 

GENESIS                                          GÊNESIS

Do grego Génesis, pelo latim Genese. Uma palavra grega que significa origem, começo.

No livro do Gênesis, o primeiro livro do Velho Testamento, encontramos a narrativa da criação da terra. Divide-se em três partes: a primeira é a história do universo em suas relações com a Divindade e introdução à história da humanidade (Gn 1-11); a segunda, o esboço da história da humanidade, antes de Abraão, expondo as relações entre Deus e a raça humana e a introdução à história do povo escolhido (Gn 12 – 28); e a terceira são a história do povo escolhido até a sua entrada no Egito.

 

GENERATION                                 GERAÇÃO

Cada grau de filiação de pai a filho. Em hebraico Teledoth, palavra que não tem singular. Nome de cada uma das sucessões de pessoas, procedentes de um tronco comum, (Gn 1:23). As gerações duram enquanto vive um de seus membros.

 

GENNESARET                                GENESARÉ

Jardim de Hazor. Região adjacente ao lago de Genesaré, do lado Ocidental, planície fértil, medindo 30 estádios de comprimento por 20 de largura (6.000 X 4.000 m.s), (Mt 14:34; Mc 6:53). Era regada por uma fonte chamada Cafarnaum e produzia nozes, palmeiras, figueiras, oliveiras e uvas. É quase certo que essa planície é a que hoje se chama el-Ghuweir, compreendida entre a praia e o norte de Magdal, lago de Genesaré ou Genesar.

 

GENTILES                            GENTIOS

Esse nome designava todas as nações afora a nação judaica (Is 49:6; Rm 2:14; 3:29). Segundo a Bíblia, os judeus eram o povo escolhido por Deus; eles tinham uma religião sublime cuja verdade contrastava com as falsidades das demais religiões ou a dos gentios; leis sábias que impediam a corrupção dos costumes e a alteração das práticas religiosas, em contato com o paganismo.

 

GIBEON                                            GIBEOM

Que pertence a um monte.

Cidade principal dos heveus, povo de Canaã (Js 11:19). A cidade de Gibeom ficava dentro dos limites da tribo de Benjamin, região total que juntamente com os subúrbios ficou pertencendo à família de Arão.

 

GIBEONITES                                   GIBEONITAS

Nome dos habitantes (2 Sm 21:1-4) de Gibeom.

 

GLEANING                           RABISCAR

Apanhar os grãos ou as espigas que os colhedores deixam atrás de si, ou também as uvas que ficam nas parreiras depois da vindima, (Jz 8:2; Rt 2:2;  Is 17:6). Em todo o benefício do estrangeiro, dos pobres, dos órfãos e da viúva, a lei ordenava, (Lv 19:9, 10, 23:22; Dt 24:19). “Quando segares as messes do teu campo, não cortarás rés do chão o que está na superfície da terra, nem colherás as espigas que remanescem; nem da tua vinha colherás rabiscos, mas deixa-los-ás para que os apanhem os pobres e forasteiros”.

GOATS                                             CABRITOS

Em Mateus 25:31-46 os cabritos referem-se aos incrédulos que se recusaram alimentar os santos, serão julgados, condenados e jogados no lago de fogo, onde o anticristo e o falso profeta já estarão.

 

GOD                                                  DEUS

Nome da Suprema Divindade; Ser infinito; Criador do Universo. A palavra grega que no Novo Testamento traduz o objeto de adoração é Espírito (Mt 1:18-20). A palavra hebraica do Antigo Testamento que por sua vez, representa essa idéia, leva-nos a pensar na força geradora de todas as coisas. Para os Cristãos a palavra Deus designa fundamentalmente o Espírito poderoso que é adorado e cujo auxílio é invocado.

 

GOLIATH                                          GOLIAS

Exílio.

Gigante da cidade de Gate que foi morto por Davi (1Sm 17:1-58). Provavelmente ele pertencia à raça dos enacins.

 

GOSPEL                                           EVANGELHO

Boas-Novas. Como se emprega atualmente significa a mensagem anunciada pelo Cristianismo e os livros em que se registra a história da vida e dos ensinos de Cristo. Tinha o mesmo sentido na língua grega, cujo vocábulo evaggelion serviu de origem à palavra latina evangelium da qual originou-se a nossa.

 

GREAT DRAGON, THE      GRANDE DRAGÃO, O

É o chamado também de Satanás (Ap 12:9). Em grego, a palavra Satanás significa adversário. Satanás não somente o inimigo de Deus fora do seu reino, mas também o adversário de Deus rebelando-se contra ele dentro do seu reino.

 

GREECE                                           GRÉCIA

Nome de um país pequeno situado ao sudeste da Europa, famoso na história dos povos antigos, limitado ao norte pelas montanhas do Olimpo; ao sul pelo Mediterrâneo; a leste pelo Mar Egeu, que agora se chama Arquipélago e a oeste pelo Mar Jônio que atualmente faz parte do Mediterrâneo. Sua posição geográfica lhe deu grandes vantagens no tempo em que o Mediterrâneo era a estrada principal da civilização.

Mencionada no Velho Testamento (Is 66:19) por seu nome hebraico Javan.

 

GREEKS                                           GREGOS

Nome que se dava aos judeus que falavam o grego para distingui-los dos outros que falavam aramaico (At 16:1) chamados hebreus.

 

H

HABAKKUK                         HABACUQUE

Abraço ou talvez nome de uma planta de jardim. Profeta de Judá. Infere-se pela leitura da sua oração feita em um dos capítulos de seu livro (Hc 3), e pelo conteúdo do mesmo. Pertencia à tribo de Levi e era um dos cantores do templo. O livro de Habacuque é o oitavo dos profetas menores, trata sobre queixas dos atos de iniqüidade dos ímpios dentre os israelitas.

 

HAGAR                                             HAGAR         

Fuga. Nome de uma escrava de Sara que talvez tivesse sido comprada no Egito (Gn 16:1). Depois de ter Abraão habitado em Canaã durante doze anos sem gerar filhos, Sara que então estava com 76 anos de idade deu sua escrava a Abraão para que ele obtivesse um filho com dela.

 

HALLELUYAH                                 ALELUIA

Louvor ao Senhor. Palavra composta, empregada pelos escritores de vários salmos, convidando a todos a louvarem a Jeová (Sl 103:35) e os primeiros e últimos versículos dos salmos. Há grande recorrência dessa palavra nos salmos. O apóstolo S. João tirou o vocábulo aleluia do livro dos Salmos (Ap 19: 1,3,4:5) repetindo-o em alguns capítulos do Apocalipse.

 

HANDBREADTH                 PALMO

A largura da mão estendida, (Ex 25:25). O Salmista emprega essa medida como símbolo da brevidade da existência humana, (Sl 39:5). Medida da dimensão das bordas das mesas destinadas aos holocaustos em (Ez 40:43).

 

HE THAT LIVETH                AQUELE QUE VIVE

Em Apocalipse 1:18 diz que o Senhor é “Aquele que vive”, Aquele que “esteve morto” e que está “vivo pelos séculos dos séculos”. O próprio Cristo que anda no meio das igrejas, o qual é a cabeça das igrejas e a quem elas pertencem.

 

HEAVEN                                           FIRMAMENTO

O céu (Gn 1:8), espaço infindo estendido por cima, usando a figura empregada no hebraico, (Ez 1:22), que separava no princípio uma água das outras águas (Gn 1:6) de modo que uma parte das águas estava por cima dele, (Gn 1:7; Sl 148:4). As estrelas e os planetas nele aparecem e se movem sem cessar (Gn 1:14, 17) e debaixo dele voam as aves v.20. O céu ou o firmamento estende-se como uma tenda sobre a terra, (Sl 104:2; Is 40:22). E tem portas e janelas por onde derrama as chuvas e por onde descem as bênçãos de Deus (Gn 7:11; 2 Rs 7:2; Sl 78; 23; 104:13).

 

HEBREWS                            HEBREUS

Que pertence ao outro lado ou que pertence a Eber. Segundo a história bíblica, os hebreus foram homens que vieram do outro lado do rio Eufrates (Hb 2:1). Nome patronímico de Eber, aplicado a todos os seus descendentes inclusive os israelitas, que mais tarde passou a designar toda a nação. Nos tempos do Novo Testamento, a palavra Hebreu, ou hebreus aplicava-se aos judeus que falavam o hebraico, ou aramaico para distinguí-los dos seus conterrâneos que falavam o grego, ou judeus helenistas. Um judeu filho de pai e mãe hebreus era sempre um hebreu.

 

HERESIES                            HERESIAS

Doutrina contrária ao que foi definido pela igreja em matéria de fé.

 

HEZRON                                           HEZROM

Preso, sitiado. Nome de um lugar no limite sul de Judá, pouco distante de Sina (Js 15:3) e Cades-Barnéia.

 

HIRED SERVANT                JORNALEIRO

O jornaleiro era o homem que ia livremente trabalhar todos os dias de trabalho; e assim se distinguia do servo permanente ou escravo. Especial consideração havia na conformidade da lei, pelos sentimentos e necessidades dos pobres (Dt 24:10). A paga do trabalho era feita todos os dias (Lv 19:13; Dt 24:14, 15; Jô 7:1, 2, 14:6; Mt 20:8).

 

HONEY                                             MEL

Fluído espesso de gosto agradável, doçura peculiar, colhido pelas abelhas nas flores e nos frutos e depositado em favos de que se formam as colméias. O mel era muito apreciado pelas suas qualidades nutritivas, era comido no estado em que se encontra nas colméias ou preparado de vários modos. O mel silvestre era depositado pelas abelhas nas fendas das rochas, no oco das árvores e em vários outros lugares. Os hebreus faziam mel artificial preparado com tâmaras. A terra de Canaã (Êx 3:8, 17) é descrita como terra onde correm arroios de mel e leite.

 

HOREB                                             HOREBE

Seco, deserto. O monte de Deus na península do Sinai (Êx 3:1) onde a lei foi revelada a Moisés. Os nomes Horebe e Sinai aparecem designando o mesmo monte em diversas passagens da Bíblia.

 

HOSEA                                             OSÉIAS

Salvo. Oséias é o nome de um profeta filho de Beeri. O livro de Oséias é o primeiro dos profetas menores, não somente na ordem dos livros, como também na ordem do tempo (Os 1:1). A primeira parte pertence ao primeiro período do ministério do profeta e pelo menos os três primeiros capítulos fornecem a chave do livro todo, no qual se retrata a infidelidade do povo de Israel para com Jeová durante o período de sua história.

 

HURT OF THE SECOND DEATH  DANO DA SEGUNDA MORTE

Em Apocalipse 2:11 diz: “O vencedor de nenhum modo sofrerá dano da segunda morte”. Devido à queda, e à entrada do pecado todo homem deve morrer uma vez (Hb 9:27). Essa primeira morte, contudo, não é a decisão final. Todos os mortos, com exceção daqueles que, por meio da fé no Senhor Jesus, foram registrados no livro da vida, serão ressuscitados e passarão pelo julgamento do grande trono branco no fim do milênio, isto é, na conclusão do velho céu e da velha terra, todos serão lançados para dentro do lago de fogo, que é a segunda morte, como a decisão final, (Ap 20:11-15). A segunda morte é o tratamento de Deus com o homem após sua morte e ressurreição.

 

HYENA                                              HIENA

Mamífero carnívoro, de garras poderosas, mas de natureza medrosa. Vive principalmente da carne putrefata dos cadáveres que desenterra. Ronda em torno dos lugares habitados e passa o dia nas cavernas. É entre os animais o que o abutre é entre as aves - o limpador do deserto, das matas e das praias. A hiena rajada, senão o chacal, é mais comum na Palestina que qualquer outro animal. O vale de Zeboim (1Sm 13:18) quer dizer o vale das hienas.

I

IDOLATRY                            IDOLATRIA

Idolatrar é adorador de ídolos, a idolatria é o culto que lhes é prestado. No A.T. o pecado de idolatria é explicitamente condenado no primeiro e no segundo mandamento (Êx 20:3-5); e o seu castigo, no caso de transgressão nacional, está claramente determinado (Dt 4:15-28).

 

IDOLS                                               ÍDOLOS

A palavra ídolo vem do grego eidólon e significa imagem. É, pois, uma representação da divindade ou qualquer ser ou coisa é objeto de culto, usurpando essa imagem ao lugar de Deus, e recebendo a adoração que só a ele é devido, (Ez 16:17; Êx 32:4; 2 Rs 3:2).

 

INCENSE                                          INCENSO

Resina aromática extraída de uma árvore, (Ct 3:6), é de cor branca como indica o seu nome em hebraico Lebonah. Estava na composição do óleo sagrado das funções sacerdotais, (Êx 30:34) e se ajuntava ao azeite das oblações (Lv 2:1, 2, 15,16).  Sobre os pães da proposição, derrama-se o incenso puro (Lv 24:7); Incenso aromático empregava-se em grande escala como elemento dae ritual judaico (Êx 25:6; 35:8-28; 37:29). Eram compostos de estoraque onique e gálbano todos em parte de igual peso. Competia somente os sacerdotes queimar incenso perante o Senhor, (2 Cr 26:18).

 

ISAAC                                               ISAQUE

Riso: Patriarca, filho de Abraão e de Sara. Filho da promessa (Gn 18:1-15). Nasceu quando Abraão tinha 100 anos e Sara, 90 (Gn 17:17; 21:5). Tanto Abraão como Sara riram quando lhes foi anunciado o seu nascimento, (Gn 17:17; 18:12; 21:6). Deus ordenou a seu pai que lhe oferecesse em holocausto (Gn 22). Seu pai mandou seu servo buscar uma mulher para ele, dentro da sua parentela, (Gn 24). Casou-se com ela, Rebeca, com quarenta anos de idade (Gn 25:20). Nasceram-lhes os gêmeos Esaú e Jacó (Gn 25:24).

 

ISAIAH                                              ISAÍAS

Nome de um profeta de Judá, nos reinados de Ozias, filho de Amoz (Am 1:1; 2:1). Livro de Isaías é o primeiro dos profetas do antigo Testamento. Durante os 150 anos antes de Isaías, a Assíria desenvolvia e anexara a nação após nação ao seu território. Quando Isaías nasceu fazia meio século que Israel pagava tributo a essa nação. Quando ainda jovem, ela levou as dez tribos (reino do Norte, Israel). Alguns anos depois os assírios invadiram Judá (reino do sul), destruíram 46 cidades muralhadas levando 200 cativos. Foi pela oração de Isaías, já velho, e por seu conselho ao rei Ezequias, que feriu 185 mil assírios em uma só noite. Assim Isaías vivia e profetizava, durante toda a sua vida, sob a nuvem negra e ameaçadora da Assíria.

 

ISHIAH                                              ISSIAS

Jeová abandona. 1. um neto de Tola, (1 Cr 7: 3). 2. Um dos que vieram a Davi em Ziclague, (1 Cr 12: 6). 3. Um levita da casa de Uziwl, (1 Cr 23:20). 4. Outro levita, da casa de Reabias, (1 Cr 24:21).

 

ISHMAEL                                          ISMAEL

Quem Deus ouve. Filho de Abraão e Hagar (Gl 4:23). Isto é, Sara, não confiando na promessa de Deus de dar à luz um filho, deu sua escrava, Hagar, por mulher, a Abraão (Gn 16:1). Quatorze anos depois do nascimento de Ismael nasceu Isaque (Gn 16:16; 21:5). Ismael criou-se no deserto de Parã e casou-se com uma egípcia (Gn 21:21). Geraria doze príncipes e dele Deus faria uma grande nação (Gn 17:20). Ismael e Isaque juntos sepultaram seu pai (Gn 25:9).

 

 

ISRAELITES                         ISRAELITAS

Descendentes de Israel, isto é, de Jacó (Êx 9:7). Desceram ao Egito (Gn 46:6). Partiram do Egito (Êx 12:31) mais depois, aplicava-se de modo genérico ao povo das doze tribos (Êx 3:16). Mais tarde, a tribo de Judá foi excluída da nação de Israel (1 Sm 11:8); (1 Rs 12:16), a qual, desde que as tribos se revoltaram contra Roboão, se tornou o reino do Norte, constituindo o reino do Sul as tribos de Judá e Benjamim, com partes de Dã e Simão. E isto foi assim até a volta do cativeiro. Os que voltaram à sua pátria tomaram de novo o nome de Israel, embora fosse um fato real ser judeus a maior parte deles.

 

ISSACHAR                           ISSACAR

Salário. Nome do nono filho de Jacó e o quinto de Lia (Gn 30:18) e uma das doze tribos de Israel (Nm 2:5).

 

J

JAAZANIAH                                     JAZANIAS

O Senhor ouve. Um filho judeu de um maacatita (2 Rs 25:23). Ele ajudou a recuperar o despojo de Ismael, depois de Gedalias ter sido assassinado, indo em seguida para o Egito (Jr 40:8 e 42:1).

JABAL                                              JABAL

Filho de Lameque, descendente de Caim. Ele habitava em tendas, e possuía manadas e reba-nhos, como os atuais beduínos (Gn 4:20).

JABBOK                                           JABOQUE

Espalhado. Rio que nasce no platô oriental das montanhas de Gileade. Na sua margem do sul houve a conversa entre Jacó e Esaú (Gn 32:22). Foi próximo a Jaboque que o anjo lutou com Jacó (Gn 32:24).

JABESH-GILEAD                JABES-GILEADE

Era a principal cidade de Gileade de Manassés, cujos habitantes foram mortos por não terem estado na guerra de Israel contra Benjamim (Jz 21:8). Saul a defendeu contra os filhos de Amom e foi ali que foram sepultados aquele rei e seus três filhos (1 Sm 11:1).

 

JABEZ                                               JABEZ

Ele dá tristeza. Chefe da tribo de Judá, as letras do seu nome, quando transportadas (Jabez), significam “Ele dá tristeza”; mas a bela oração de Jabez afastou o infortúnio, sugerido pelo seu nome (1 Cr 4:9).

 

JABIN                                    JABIM

Ele considera. Foi rei de Hazor. Ele oprimiu os israelitas pelo espaço de vinte anos, até que Sísera, seu general, foi derrotado por Baraque e Débora, próximo ao monte Tabor (Jz 4:2).

 

JABNEEL                                         JABNEEL

Deus edifica. 1. Cidade localizada na fronteira setentrional de Judá, que esteve em poder dos filisteus até que Uzias os expulsou dali (Js 15:11). O seu nome moderno é Yebna, 21 km ao sul de Jafa. 2.Cidade fronteira de Naftali (Js 19:33). A sua posição era onde hoje está Yemma, na Galiléia superior, onze quilômetros ao sul de Tiberíades.

 

JACINTH                                          JACINTO

Esta pedra preciosa acha-se mencionada em (Ap 9:17 e 21:20). As pedras conhecidas por esse nome, nos tempos modernos, são de várias cores avermelhadas. O verdadeiro jacinto é um baço cristal encarnado, muito raro, e que, polido adquire um grande brilho; o seu peso específico é maior que a granada.

 

JACOB                                              JACÓ

Suplantador. O filho mais novo de Isaque e Rebeca. Na ocasião de seu nascimento ele segurava o calcanhar de seu irmão gêmeo, Esaú, e foi por causa   disso    que    ele    recebeu   o  seu  nome

(Gn 25:26). Jacó era dotado de temperamento meigo e pacífico, gostava de uma vida sossegada e pastoril, o que o tornava bem diferente de seu irmão, Esaú, que possuía um caráter altivo e impetuoso. Jacó era o predileto de sua mãe, enquanto que Esaú era o predileto de seu pai. Através de sua astúcia e ajuda de sua mãe, Jacó conseguiu “roubar” o direito de primogenitura de seu irmão, o qual adquiriu profunda mágoa e ódio por Jacó; tendo assim, este a fugir para outra terra, onde mais tarde enriqueceu, e tomou por esposas duas irmãs, as quais lhe deram filhos, os quais deram origem as doze tribos de Israel. O nome de Jacó foi mudado por Deus para Israel, que quer dizer príncipe.

 

JAEL                                                  JAEL                  

Cabra Montesa. Mulher que deu abrigo a Sísera, general de Jabim, quando este procurava um esconderijo. Porém, foi ela mesma quem acabou dando fim à vida de Sísera, cravando sua cabeça ao chão com uma estaca de madeira.

 

JAHAZ                                                JAAZ / JAZA

Um lugar pisado. Foi teatro de uma batalha decisiva, na qual os israelitas puseram em debanda os amorreus, comandados por Seom, tomando posse da primeira porção da Terra Prometida (Nm 21:23).

 

JAHAZIEL                                          JAAZIEL

Deus. 1. Aderente de Davi em Ziclague (1 Cr 12:4). 2. Sacerdote que ajudou a levar a arca desde Obede-Edom (1 Cr 16:6). 3. Um coatita (1 Cr 23:19). 4. Levita, que deu coragem a Josafá e  a  seu  exército  numa  ocasião de perigo (2 Cr 20:14).

 

JAIRUS                                              JAIRO                                 

Chefe da Sinagoga em Cafarnaum, cuja filha, da idade de doze anos, Jesus ressuscitou (Mt 9:18). É notável pela sua fé no Salvador. O seu nome é a forma grega de Jair.

 

JAKIN                                                 JAQUIM                              

Ele confirmará. 1. Filho de Simeão que em 1 Cr 4.24 é chamado de Jaribe (Gn 46:10). 2. Um sacerdote (1Cr 24:17). 3. Um pilar, no pórtico do templo de Salomão (1 Rs 7:21).

 

JAMBRES                                          JAMBRES

Jambres foi um dos mágicos que resistiram a Moisés na corte de Faraó, procurando imitar seus milagres (2 Tm 3:8). É possível que esse nome fosse propriamente Mambres.

 

JAMES                                               TIAGO

Há uma menção de quatro indivíduos no Novo Testamento com o nome de Tiago, sendo dois de maior destaque, seriam eles: Tiago, filho de Zebedeu (irmão de João), e Tiago, o meio irmão de Jesus, o de maior destaque. Tiago filho de Zebedeu foi martirizado em 44 d.C (At 12:2). Os outros dois Tiagos menos conhecidos eram: Tiago, o menor e Tiago, que é citado no Evangelho de Lucas.

 

JANNES                                            JANES

O apóstolo Paulo se refere a esse homem, como sendo um dos mágicos do Egito que se opuseram a Moisés na corte de Faraó (2 Tm 3:8).

 

JAPHETH                                         JAFÉ

Alargando-se. O filho mais novo de Noé, e o antepassado dos povos ao norte do mediterrâneo precedendo dele também as raças indiana e mongólica (Gn 5:32).

 

JAPHIA                                             JAFIA

Ele fará que brilhe. 1. Cidade fronteira de Zebulom, três quilômetros ao sul de Nazaré (Js 19:12). O seu nome moderno é Yafa. 2. O rei amorreu de Laquis, que foi derrotado por Josué (Js 10:3).

 

JASON                                              JASOM

Próprio para curar. Crente de Tessalônica; era amigo de Paulo e Silas, e por essa razão foi maltratado pelos judeus. (At 17:1-9).

 

JASPE STONE                                  PEDRA DE JASPE

Era a duodécima das jóias que brilhavam no peitoral do sumo sacerdote (Êx 28:20), e a primeira empregada nos fundamentos da Nova Jerusalém (Ap 21:18).

 

JAVAN                                                          JAVÃ

O quarto filho de Jafé (Gn 10:2-4). Os descendentes de Javã ocuparam também a Síria e a Macedônia.

 

JAZER                                                JAZER

Ele nos auxilia. Cidade dos amorreus perto de Gileade, ao norte de Hesbom, que foi tomada pelos israelitas (Nm 21:32).

 

JEBESITES                                      JEBUSEUS

Pertencentes a Jebus. São os descendentes de Jebus, filhos de Canaã, os quais colonizaram o distrito, em volta de Jerusalém, que então se chamava Jebus (Gn 10:16).

 

JEDAIAH                                            JEDAÍAS

O Senhor é louvor. 1. Chefe da tribo de Simeão (1 Cr 4:37). 2. Edificador dos muros de Jerusalém (Ne 3:10).

 

JEDIAEL                                            JEDIAEL

Conhecido de Deus. Chefe dos Benjamitas (1 Cr 7:6). Deste Jediael descenderam muitas famílias, que no tempo de Davi puderam reunir 17.200 combatentes.

 

JEDIDIAH                                         JEDIDIAS

Querido do Senhor. O nome dado a Salomão pelo profeta Natã, que tinha sido mandado por Davi para obter um sinal da bondade divina a favor do menino recém-nascido. Esse costume de dar à criança um segundo nome de carinho, ainda existe no Oriente (2 Sm 12:25).

 

JEDUTHUN                                      JEDUTUM

Louvor. Levita da família de Merari. Um dos três grandes diretores musicais que estavam a serviço do templo. Diz-se que certos salmos foram compostos por ele (Sl 39;62 e 77).

 

JEHIZKIAH                                       JEIZQUIAS

O Senhor fortalece. A mesma palavra que Ezequias.  Filho de Salum, e homem superior de Efraim. Evitou que fosse levado para Samaria considerável número de cativos e despojos, que Peca tinha alcançado em campanha contra Acaz, rei de Judá (2 Cr 28:12).

 

JEHOAHOZ                                      JEOACAZ

O Senhor apoderou-se de. Filho de Jeú e rei de Israel por dezessete anos (2 Rs 13:1-9). Durante o seu reinado esteve ele, em parte, sujeito a Hazael, rei da Síria, que o obrigou a reduzir suas forças militares e a pagar tributo.

 

JEHOIACHIN                                    JOAQUIM

O Senhor estabelece. Era filho de Jeoaquim e de Neusta, e rei de Judá; é também chamado Jeconias (Jr 22:24).

 

JEHOIAKIM                                      JEOAQUIM

O Senhor eleva. Irmão e sucessor de Jeoacaz, rei de Judá.  Ele deveu sua coroa a Faraó Neco, que lhe mudou o nome, de Eliaquim em Jeoaquim (2 Rs 23:43).

 

JEHORAM                                        JEORÃO

O Senhor é engrandecido. A sua forma abreviada é Jorão. Filho mais velho e sucessor de Josafá, rei de Judá (2 Rs 8:16).

 

JEHOSHAPHAT                              JOSAFÁ

O Senhor julga. Filho de Asa, que subiu ao trono de Judá na idade de trinta e cinco anos. O seu reinado foi de vinte e cinco anos (2 Cr 17:1). Foi um rei que manteve um grande exército, era respeitável e temido pelos povos circunvizinhos; além de ser temente a Deus, o qual lhe concedeu vitórias sobre seus inimigos (2 Cr 20).

 

JEHOVAH                                         JEOVÁ

A palavra Jeová tem sua origem em uma palavra hebraica, cujas consoantes são YHMH; assim, essa palavra que surge por volta do ano de 1518 d.C., pode ser considerada como uma má compreensão do termo hebraico. Os judeus têm grande respeito por esse nome, não pronunciando o mesmo em vão. Por isso outra palavra, Adonai (Senhor) a substitui na leitura das Escrituras em voz alta e assim também foi adotada pelos tradutores da Bíblia, em suas diversas línguas (em grego Kyrios; em latim Dominus).

 

JEHOZOBAD                                    JOZACAR

O Senhor se lembrou. Filho de Simeate e um dos assassinos do rei Joás  (2 Rs 12:21), foi condenado à morte, com os outros assassinos, pelo rei Amazias (2Rs 14:5-6).

 

JEHU                                                 JEÚ

O Senhor, Ele o é. Filho de Josafá e neto de Ninsi. Foi com ele que principiou a quinta dinastia dos reis de Israel, a de maior duração naquele país (2 Rs 10).

 

JERAHMEEL                                    JERAMEEL

Deus tenha compaixão. Filho primogênito de Hezrom, descendente de Judá (1 Cr 2:9 ).

 

JEREMIAH                                        JEREMIAS

O Senhor é alto.  Era conhecido como “o profeta chorão” (Jr 9:1, 13:17) ou o “profeta solitário”, por ter recebido ordem de não se casar (Jr 16:2). Foi também “o profeta relutante” (Jr 1:6). Era filho de Hilquias, sacerdote de Anatote. Jeremias foi chamado para exercer o cargo profético cerca de setenta anos depois da morte de Isaías, no ano décimo terceiro de Josias, sendo nessa época muito jovem, e vivendo em Anatote.

 

JERICHO                                           JERICÓ

Lugar de fragrância ou Cidade do bálsamo. Um oásis verdejante no Vale do Jordão; Jericó, conhecida como a cidade das tâmaras, encontra-se a uns 240 km abaixo do nível do mar. Acredita-se que é a cidade mais antiga do mundo, tendo mais ou menos 10.000 anos.

 

JERIMOTH                                       JERIMOTE

Filho de Aziel foi um dos capitães estabelecidos sobre os oficiais do exército de Israel, servia ao rei em seus negócios. Era responsável pela tribo de Nafitali (1 Cr 27:19).

 

 

JEROBOOAM                                  JEROBOÃO

O povo é numeroso. Filho de Nebate e de Zerua, mulher viúva, e nasceu em Zeredá (1 Rs 11:26). Ele é designado pela expressão infamatória de ter feito Israel pecar (1 Rs 12:26).

 

JERUSALEM                                    JERUSALÉM

Cidade de Salem ou Cidade da Paz. Acha-se edificada no alto de uma larga crista montanhosa que atravessa o país de norte a sul, e está sobre duas elevações, que se salientam do platô para o sul, e são acessíveis apenas por estradas dificultosas. Para os judeus é considerada como sua capital; embora a oficial de Israel seja Tel Aviv. Jerusalém é uma cidade sagrada para o judaísmo, cristianismo e islamismo; sendo assim por essas e outras razões, considerada Patrimônio Sagrado da Humanidade.

 

JESSE                                               JESSÉ

Pai de Davi. Filho de Obede e neto de Boaz e Rute. (Rt 4:17). Era conhecido como Jessé, “o belamita” (1 Sm 16:1).

 

JESUS CHRIST                                JESUS CRISTO

O Filho de Deus, que ao viver na terra teve natureza humana, além da divina que sempre possuiu. Teve nascimento virginal; nasceu de Maria, uma virgem desposada por José, um carpinteiro. Jesus era judeu descendente de Davi, da tribo de Judá. Embora tenha nascido em Belém da Judéia, era chamado de Nazareno, pois, passou em Nazaré a infância. Veio ao mundo com a missão de salvar o mesmo da condenação do pecado, tendo assim, que morrer em uma cruz e ser ressuscitado por Deus, ao terceiro dia, demonstrando assim, seu imenso amor pela humanidade. O calendário divide a história em dois grandes períodos: antes e depois de Cristo. Jesus foi a pessoa mais importante na História da Humanidade.

 

JETHRO                                            JETRO

Abundância. Príncipe sacerdote de Midiã, pai de Zípora, esposa de Moisés. É também chamado de Jéter e Reuel. Descendia de Midiã, filho de Abraão e Quetura  (Êx 18:11-12).

 

JEWS                                                 JUDEUS

Os judeus são um povo. A palavra significa, primitivamente, um membro da tribo de Judá. Para ser judeu é preciso nascer judeu (se a mãe é de origem judia e o pai não, os filhos nascem judeus; por outro lado, somente o pai é judeu, os filhos dessa união não são judeus), ou submeter-se à conversão religiosa ao judaísmo.

 

JEZEBEL                                          JEZABEL

Era filha de Etbaal, rei dos sidônios e foi casada com Acabe, rei e Israel (1 Rs 16:31). Ela trouxe aos israelitas muitas abominações, que provocou a ira de Deus contra os cananeus. Era uma mulher implacável, se opôs até mesmo ao grande profeta Elias. Foi a mais perversa rainha de Israel.

 

JEZREEL                                          JEZREEL

Deus semeia. Cidade ao sul de Judá, perto do Carmelo (Js 15:56). Era também o nome de um indivíduo de Judá descendente do fundador de Etã (1 Cr 4:3).

 

JOAB                                                 JOABE

O Senhor é pai. Sobrinho de Davi era filho de Zeruia, sua irmã. Um dos mais valentes soldados do tempo de Davi era também um homem cruel, vingativo e imperioso (1 Sm 26:6).

 

JOASH                                              JEOÁS

O Senhor é forte. A forma primitiva é Joás. Era filho de Acazias, sendo ele próprio rei de Judá (2 Rs 11:21).

 

JOB                                                   JÓ

Era um patriarca que viveu na terra de Uz (Jó 1:1), feliz e próspero, porém, com a permissão de Deus, foi terrivelmente experimentado por Satanás. Por fim, Deus mudou sua sorte para melhor e lhe  acrescentou em dobro tudo aquilo que perdera na época de sua provação (Jó 42:10).

 

JOEL                                     JOEL

Javé é Deus.  Aparentemente escreveu durante os dias da infância do rei Joás (835-796 a.C.). Joel era o filho primogênito de Samuel (1 Cr 6:28). Foi autor do livro de Joel, no Antigo Testamento, livro este que leva seu nome.

 

JOHN                                                  JOÃO

Graça ou Favor de Deus. João era conhecido como “o discípulo a quem Jesus amava” (Jo 21:20-24). Era filho de Zebedeu e Salomé e irmão mais novo de Tiago. Era Galileu e vinha de família abastada (Mc 15:40-41). Por razões desconhecidas, foi exilado na ilha de Patmos, quando já idoso. Relatou fatos que lhe foram revelados por Deus quando se encontrava naquela ilha, fatos esses relatados no livro do Apocalipse.

 

JOHN THE BAPTIST                       JOÃO BATISTA

Era filho de um sacerdote chamado Zacarias e de Isabel, prima de Maria, mãe de Jesus. Izabel era estéril e deu à luz em idade avançada, sendo assim, o nascimento de João um milagre. João Batista era conhecido assim, porque realizava batismos, tendo batizado o próprio Jesus; pregava o batismo de arrependimento para remissão dos pecados, sendo assim, chamado de “Voz que clama no deserto”.

 

JONADAB                                         JONADABE

O Senhor é generoso Um filho de Recabe (2 Rs 10:15).

 

JONAH                                               JONAS

Pomba. Filho de Amitai, natural de Gate-Hefer, pequena aldeia de Zebulom, na Galiléia, hoje chamada El- Meshad. Profeta que viveu provavelmente durante o reinado de Jeroboão II, ou talvez, na época de Jeocaz. É ele o principal personagem do livro de Jonas.

 

JORDAN RIVER                                RIO JORDÃO

O rio Jordão é essencialmente o rio limite do país no oriente. Caracteriza-se por sua profundidade abaixo da superfície geral da região que atravessa, pela sua rápida descida e força da corrente em muitos sítios e pela sua grande sinuosidade. Foi no rio Jordão que Jesus foi batizado.

 

JOSEPH                                             JOSÉ

Ele (o Senhor) acrescenta. Filho do patriarca Jacó e de Raquel; nasceu em Padã-Arã. Era o filho predileto de seu pai, o que causou a fúria em seus irmãos, que por isso lhe armaram muitas ciladas; venderam-no como escravo e este acabou no Egito, onde mais tarde se tornou, pelos planos de Deus, o homem mais importante daquele país, estando abaixo apenas de Faraó, o que fez com que pudesse salvar seu povo da fome que estava por vir.

 

JOSHUA                                            JOSUÉ

Javé é Salvação. Nasceu no Egito, pode ter servido ao exército de Faraó fato ou não, ele já estava militarmente qualificado para comandar as forças israelitas contra os amalequitas em Refidim (Êx 17:8-16). Serviu como atendente pessoal de Moisés durante o ano que Moisés passou no Monte Sinai (Ex 24:13). Mais tarde foi nomeado como sucessor do próprio Moisés (Nm 27:18-23).

 

JUBILEE                                            JUBILEU

A ponta do carneiro. Jubileu era o termo usado para nomear o ano que vinha depois de sete anos sabáticos (Lv 25:8). Esse ano 50o era anunciado pelo som de trombetas, feitas de chifres de carneiro, no dia 10o de tisri, o grande dia da propiciação.

 

JUDAH                                               JUDÁ

Louvor.Esse nome em diversos lugares aparece como Judá e até mesmo Judas. A Judéia também se chama Judá em diversos exemplos. Judá era também, o quarto filho de Jacó e de Lia, uma de suas esposas.

 

JUDAISM                                           JUDAÍSMO

Além de uma religião, abrange todo um ambiente social, cultural e político do povo hebreu. Formado a partir da volta do exílio babilônico (538 a.C.). O judaísmo reúne acima de tudo, as tradições e as leis dos judeus praticantes. Existindo assim, muitos aspectos que compõem o ser judeu e condutas a serem seguidas em prática e obediência pelos mesmos; atribuindo assim, ao povo judeu, características peculiares e distintas de outros povos.

 

JUDAS ISCARIOT                            JUDAS ISCARIOTES

Homem de Queriote. Um dos doze apóstolos, o que traiu Jesus Cristo. O seu caráter foi sempre conhecido por Jesus, Judas o traiu por trinta moedas de prata (Mt 26:15). Mais tarde demonstrou certo remorso pelo que fizera e se suicidou por isso.

 

JUDGES                                             JUÍZES

1.    Eram líderes civis e militares que exerciam autoridade em Israel, que naquela época era uma confederação praticamente sem estrutura.

2.    Sétimo livro do Antigo Testamento.

 

 

JUDGES OF GOD                             JUÍZOS DE DEUS

Os juízos do Altíssimo são os castigos que os homens recebem pelos seus crimes particulares (Gn 7:19-24).

 

JUSTUS                                             JUSTO

Reto. 1. O sobrenome de José, também chamado de Barsabás, que foi nomeado para substituir Judas Iscariotes (At 1:23). 2. Um cristão de Corinto, hospedeiro de Paulo (At 18:7). 3. Um cristão romano judeu, que estava com Paulo, quando este escreveu sua epístola à igreja de Colossos (Cl 4:11).

 

K

KANAH                                             CANÁ

1. Uma cidade de Aser, perto de Tiro, à distância de 16 Km do Mediterrâneo, (Js 19: 28). 2. Um rio que era o limite entre Efraim e Manasses (Js 16: 8).

 

KEDAR                                             QUEDAR

Poderoso. Um dos filhos de Ismael (Gn 25:13). Uma tribo descendente de Ismael, mencionada em (Ct 1:5; Is 42:11; 60.7). Eram tribos árabes (Is 21:13, 16; Ez 27:21). Desse povo procedeu ao profeta Maomé.

 

KEDEMAH                            QUEDEMÁ

Para o Oriente. Um filho de Ismael, (Gn 25:15).

 

KEDEMOTH                         QUEDEMOTE

Princípios. Cidade da herança de Ruben, (Js 13:18). Dada aos levitas da família de Merari, (1 Cr 6:79). Moisés mandou mensageiro do deserto de Quedemote ao rei Seom, (Dt 2:26).

 

KEHELATHAH                                 QUEELATA

Assembléia. Lugar de um dos acampamentos dos israelitas no deserto (Nm 33:22).

KEILAH                                            QUEILA

É agora Kila, estando aproximadamente a onze quilômetros ao noroeste de Herbron. Uma cidade de Judá (Js 15:44), que, tendo caído em poder dos filisteus, foi libertada por Davi; mas os seus habitantes estavam resolvidos a entregar o libertador a Saul (1 Sm 23:1 - 13); foi reocupada depois da volta do cativeiro (Ne 3:17,18).

 

KEMUEL                                          QUEMUEL

Deus existe. 1. Terceiro filho de Naor, irmão de Abraão (Gn 22:21). 2. Certo príncipe de Efraim; foi um dos designados para dividir a terra (Nm 34:24). 3. Um levita, o pai de Hasabias, que foi chefe dos levitas no reinado de Davi (1 Cr 27:17).

 

KENATH                                          QUENATE

Possessão.  É hoje Kanawat, ao sueste de Lejah, cerca de 32 km ao norte de Busra. Foi uma cidade de Manasses, ao oriente do Jordão; tomada por Noba, recebeu o nome do conquistador, sendo depois recuperada por Gesur e Arã  (Nm 32:43).

 

KENITES                                          QUENEUS

Uma das tribos da Palestina no tempo de Abraão (Gn 15:19), habitando nos reitros fortificados ao sul de Judá (1Sm 15:6 e 27:10) Foi apostrofada por Balaão (Nm 24:21,22). Jetro, o sogro de Moisés, era queneu (Jz 1:16).

 

KERIOTH                                          QUERIOTE

Cidades. 1. Cidade de Moabe (Jr 48:24). Esta povoação tem sido identificada com Kureiyeh, uma arruinada cidade de certa extensão que está situada ente Busrah e Sulkad, na parte meridional de Haurã. E talvez seja Babba, 18 km ao sul de Arnom. 2. Uma cidade ao sul de Judá, na fronteira da região montanhosa, cerca de 19 km ao sul de Edom (Js 15:25). O seu nome atual é Kuryetein.

 

KEY OF DAVI                                  CHAVE DE DAVI

A chave do reino, com autoridade para abrir e fechar. Representa Deus para abrir todo o universo para ele. Essa é a chave de Davi segurada por Cristo. Esse termo significa que Cristo é o centro da economia de Deus, aquele que segura a chave para abrir todas as coisas no domínio de Deus (Ap 3:7).

 

KEYS OF HELL AND OF DEATH  CHAVES DA MORTE E DO HADES

Em Apocalipse 1.18 diz: “Tenho as chaves da morte e do Hades” (IBB-Ver.). Devido à queda e ao pecado do homem, a morte e o agora está trabalhando na terra para reunir todas as pessoas pecadora, mas o Senhor Jesus tem as chaves da morte e do Hades. A morte é-lhe sujeita e o Hades está sobre o seu controle.

 

KINE                                                 VACA

Animal doméstico desde tempos mui remotos. O Egito, a Filistia e a Palestina ofereciam excelentes pastagens onde se criava esse útil animal (Gn 41; 2; Dt 7:13; 1Sm 6:7). Empregavam-se as vacas nos sacrifícios por ocasião de ratificar um pacto (Gn 15:9); na cerimônia para inocentar de culpa, quanto fosse achado o cadáver de um homem que foi morto, sem saber-se quem fora o matador (Dt 21:3).

 

KING DAVID                         REI DAVI

O segundo e o mais ilustre dos reis de Israel, conhecido como o homem segundo o coração de Deus (At 13: 22).

 

KINGS, THE FIRST AND THE SECOND BOOK OF      REIS, O PRIMEIRO E O SEGUNDO LIVRO DOS

Originalmente, no hebraico, um só livro. Na vulgata estes dois livros chamam-se O Terceiro Livro dos Reis, e O Quarto Livro dos Reis.

 

KIRJATH                                          QUIRIATE

Cidade. Uma cidade de Benjamim (Js 18:28).

 

KIRJATH-ARBA                  QUIRIATE-ARBA

Cidade de Arba. Que é Hebrom. Uma cidade da herança de Judá (Js 15:54).

 

KIRJATH-BAAL                   QUIRIATE-BAAL

Uma cidade da herança de Judá (Js 15:60).

 

KIRJATH-HUZOTH             QUIRIATE-HUZOTE

Cidade de ruas. (Nm 22:39). O mesmo que Quir de  Moabe.

 

KIRJATH-JEARIM               QUIRIATE-JEARIM

Cidade dos bosques. Uma das quatro cidades principais dos gibeonitas (Js 9:17). Pertencia a Judá (Js 15:60; Jz 18:12). O lugar onde a arca se conservou por vinte anos (1 Sm 7:2). Reocupada depois do cativeiro (Ne 7:29). A residência do profeta Urias (Jr 26:20).

 

KIRJATH-SANNAH             QUIRIATE-SANA

Uma cidade da herança de Judá (Js 15:49). Idêntica a Quiriate-Sefer.

 

KIRJATH-SEPHER              QUIRIATE-SEFER

1.    Um rei de Eglom, morto por Josué, (Js 10:3, 26).

2.    Cidade da parte montanhosa de Judá, (Js 15:49).

3.    Cidade nos limites de Judá (Js 15:7).

 

KISH                                                  QUIS

Poder. 1. Um benjamita, o pai de Saul, o primeiro rei de Israel (1 Sm 9:1). 2. Outro benjamita (1 Cr 8:30). 3. Um levita, da família de Merari (1 Cr 23:21). 4. Outro levita, da família de Merari, no tempo de Ezequias (2 Cr 29:12). 5. Um benjamita, bisavô de Mordecai (Et 2:5).

 

KISHI                                     QUISI

Um levita da família de Merari (1 Cr 6:44).

 

KISHION                                           QUISIOM

Dureza. Uma cidade da herança de Issacar (Js 19:20).

 

KITHLISH                                         QUITLIS

Uma cidade da herança de Judá (Js 15:40).

 

KITRON                                            QUITROM

Uma cidade de Zebulom, de onde não foram expulsos os cananeus (Jz 1:30).

 

KITTIM                                              QUITIM

Os descendentes de Java (Gn 10:4) Habitavam Chipre e outras ilhas do Mediterrâneo, (Nm 24:24; Ez 27:6; Dn 11:30).

 

KNEE                                    JOELHO

As pessoas colocam o joelho no chão, em reverência para com alguém ou para com Deus, desde os tempos antigos. “... Salomão... estando de joelhos e com as mãos estendidas” (1 Rs 8:54). “... Elias... inclinou-se por terra, e meteu o seu  rosto entre os seus joelhos” (1 Rs 18:42).

 

KNIFE                                    FACA

Os hebreus faziam pouco uso das facas, nas suas refeições, mas empregavam-nas na matança dos animais, e para fazerem em pedaços os que estavam mortos (Gn 22:6; Lv 7:33,34;  Nm 18:18; 1Sm 9:24; Ed 1:9; Ez 24:4). As mais antigas facas eram de pederneira, e talvez destas se tenha conservado o uso nos atos cerimoniais (Êx 4:25; Js 5:2; 3).

 

KNOWLEDGE                                  CONHECIMENTO

Ato ou efeito de conhecer. Deus dá o conhecimento (Êx 31:3; 2). O coração do entendido adquire o conhecimento (Pv 18:15). Crescer na graça e no conhecimento (1 Pe 3:18).

L

LABAN                                              LABÃO

Branco. 1. Era irmão de Rebeca, mulher de Isaque. Como era pai de Lia e Raquel, vinham, portanto, estas a ser primas de Jacó. Era homem astuto e cobiçoso, como se depende principalmente das suas relações com Jacó e do que aconteceu com o casamento de Lia e Raquel, (Gn 29 e 30). 2. Lugar nas vizinhanças dum acampamento israelita, talvez o mesmo que Libna 2 (Dt 1:1).

 

LAMENTATIONS                 LAMENTAÇÕES

Canto fúnebre: Jeremias compôs em cinco poemas. Jeremias fala sobre a assolação de Jerusalém e o início do cativeiro de Babilônia. Esse canto triste, composto 600 anos a.C., se lê em voz alta, no dia 9 do mês abe (julho), em todas as sinagogas do mundo. A introdução, acrescentada ao livro da Septuaginta, é: “Depois que Israel foi levado para o cativeiro, e que Jerusalém foi devastada, Jeremias se assentou, chorou e lamentou sobre Jerusalém”.

 

LAMECH                                           LAMEQUE

1.    Era descendente de Caim e foi o primeiro polígamo. Teve duas mulheres, Ada e Zila. O seu cântico é de palavras de triunfo na posse da espada. (Gn 4:18-24). 2 Um descendente de Sete pai de Noé (Gn 5:28).

 

LEAH                                     LIA

Vaca brava. A filha mais velha de Labão e a irmã de Raquel (Gn 29:16). Por um ato ardil, Lia foi dada a Jacó para ser sua mulher em vez de sua irmã Raquel, que era mais nova e mais bonita, e por quem ele tinha servido o pai dela pelo espaço de sete anos (Gn 29:25). Apesar de Jacó preferir Raquel, Lia deu-lhe sete filhos (Gn 29:32-35).

 

LEVITICUS                           LEVÍTICO

O terceiro livro do Pentateuco. Assim chamado por contar os regulamentos e as observações que diz respeito ao sacerdócio Levítico. As ordenanças do levitico foram encravadas na cruz, (Cl 2:14). E depois da destruição de Jerusalém no ano 70 A.D, muitos desses ritos prescritos nesse livro tornaram-se inteiramente obsoletos. Contudo, essas ordenanças são de grande valor, não somente pela informação que nos fornecem acerca dos judeus, mas das coisas espirituais. Pois esses sacerdotes ministravam “em figura da sombra das coisas celestes” (Hb 8:5). Autor: Moisés. O Êxodo trata da redenção de um povo em servidão. O Levítico destaca dessa maneira de um povo redimido aproximar-se de Deus pela adoração, isto é, somente por meio de sangue. O povo, os sacerdotes, o tabernáculo, os vasos, os sacrifícios, as vestes sacerdotais, tudo é descrito como santo, isto é, separado, não só do uso pecaminoso, mas do uso comum. (Lv 2:3; 10:6-18; 27: 7-16).

 

LIGHT                                               LÂMPADA

Em Apocalipse 21:23 Cristo é revelado como a lâmpada que contém Deus como a luz. A luz é própria essência da lâmpada e a lâmpada irradia a luz.

 

LION OF THE TRIBE OF JUDAH              LEÃO DA TRIBO DE JUDÁ

No evangelho de João Batista declarou: “Eis o Cordeiro de Deus” (Jo 1:29). Mas, na cena nos céus, após ascensão de Cristo, ele é revelado principalmente com o Leão, não como o Cordeiro (Ap 5:5-6). Gênesis 49.8 e 9 profetizam a respeito de Cristo como a Leão somente em Apocalipse é dito que Cristo é o leão de Judá.

 

LORD                                                SENHOR

Essa palavra, quando escrita com letras maiúsculas representa a palavra hebraica YHVH, isto é, Jeová, o nome mais sagrado de Deus (Gn 2:4; 4:26). Refere-se também a Cristo (Lc 2:11; Rm 10:9; 2 Cor 4:5). A palavra é também, tratamento de criados para com seus amos. (Mt 10:24; Jo 15:20; Ef 6:5; Tt 2:9).

 

M

MANASSEH                         MANASSÉS

O filho mais velho de José (Gn 41:51). A tribo de Manassés saiu do Egito em número de 32.200 homens compreendendo os de 20 anos para cima e sendo Gamaliel o seu príncipe que era filho de Pedazur (Nm 2:20-21).

 

MANNA                                             MANÁ

Dizem alguns que essa palavra se deixa da pergunta que os israelitas fizeram: “Que é isto? (Êx 16:15). Em hebraico, Manhu? O Maná que caiu no deserto para alimentar o povo, e as condições respeitantes ao seu uso, tudo isso se acha descrito em (Êx 16:14-36; Nm 11:6-9). Um vaso de Maná foi posto na arca para memória. (Êx 16:33; Hb 9:4). Também se refere ao provimento do Maná em (Dt 8:3-16; Js 5:12; Ne 9:20; Sl 78:24; Jo 6:31-49). O Maná de uso moderno é a seiva do freixo, depois de seca, sendo essa preparação feita na Europa Meridional.

 

MARA                                               MARA

Amargoso, triste. 1. Nome escolhido por Noemi para exprimir sua desgraça (Rt 1:20). 2. Nome de uma fonte de águas amargosas no deserto de Sur, caminho do Sinai, Moisés dirigido por Deus lançou um lenho sobre as águas e elas se tornaram doces (Êx 15:23-26).

 

MARANATHA                                  MARANATA

Uma expressão aramaica que S. Paulo empregou (1 Co 16:22). Em algumas versões se encontram juntas as palavras anátema e maranata: mas “anátema e maranata”, não têm a mesma significação. Maranatha quer dizer o “Senhor vem”. A frase assim formada é uma expressão aramaica da primitiva senha cristã, que ocorre de novo na sua forma grega em (Fp 4:5): “Perto está o Senhor”. Todavia, alguns críticos dividem a palavra em maranatha, significando: “Vem, Senhor nosso”.

 

MEDIATOR                           MEDIADOR

O que está no meio entre duas partes, com o fim de os reconciliar. A respeito da lei diz-se que “foi promulgada por meia de anjos pela mão de um mediador”, Moisés (Gl 3:19); e Jesus é o “Mediador” de superior aliança, a “nova aliança” (Hb 8:6; 9:15; 12:24), e “um só Mediador entre Deus e os homens” (1 Tm 2:5).

 

MESHACH                            MESAQUE

Nome que o eunuco mor de Babilônia deu a um dos três fies judeus que mais tarde forma lançados na fornalha ardente, de onde saíram ilesos, (Dn 1:7; 2:49; 3:13-30).

 

MESSIAH                                          MESSIAS

Ungido. Palavra aramaica correspondente à palavra grega Christos, que significa ungido, (Dn. 9:25-26; Jo 1:41; 4:25). Usado como um título oficial que denotava O Rei e Remidor, que é esperado pelo povo judeu.

 

MIRIAM                                             MIRIÃ

Nome da irmã de Arão e de Móises (Êx 15:20; Nm 26:59). Depois da passagem do Mar Vermelho, saiu Miriã tocando adufe e após ela as mulheres também com adufe e com danças. Era profetisa e Deus a escolheu juntamente com seus irmãos para serem guias do povo hebreu.

 

MITRE                                               MITRA

Cobertura para a cabeça, chamada em hebreu misnepheth, usada pelo sumo sacerdote, feita de linho fino, adornada com uma chapa de puro ouro, tendo gravada as palavras “Santidade ao Senhor”. Essa lâmina atava-se à mitra com uma fita de jacinto, (Ex 28:4; Lv 16:4).

MIZPAH                                            MISPÁ

Torre de Vigia. Nome que se deu a um monte de pedras levantando ao norte de Jaboque, chamada Galeede, ou montão do testemunho, entra as partes contatantes do modo porque cumpriam o prometido (Gn 31:44-49).

 

MOAB                                               MOABE

Nome de um filho de Ló, fruto de um ajuntamento incestuoso com sua filha mais velha (Gn 19:37).

 

MOABITES                           MOABITAS

1. Nome dos descendentes de Moabe que estavam intimamente ligados aos amonitas (Gn 19:37-38). Ranses II conquistou os moabitas, segundo se lê na inscrição da base da estátua em luxor. 2. O país ocupado pelos moabitas tinha o nome  de Moabe.

 

MORNING STAR                 ESTRELA DA MANHÃ

Cristo é a estrela da manhã. Em Malaquias 4:2, ele é revelado como o Sol, mas em Apocalipse 22:16. Ele é revelado como a Estrela da manhã. Sendo o Sol, Ele está relacionado principalmente com as pessoas da terra, mas sendo a Estrela da manhã, Ele está relacionado com os seus santos vigilantes.

 

MOSES                                             MOISÉS

Salvo das águas (Êx 2:10). Foi o grande legislador dos hebreus, filho de Arão e Joquebede, da tribo de Levi. O maior vulto do Antigo Testamento, Deus usou para formar de uma raça de escravos egípcios e sob as maiores dificuldades uma nação agressiva e poderosa que completamente alterou o curso da humanidade. A história de Moisés ocupa os livros de Êxodo, Levítico, Números e Deuteronômio, a ele cabe a fama de ter sido um dos maiores  homens de todas as épocas. Seus pais, pela fé, não temeram o decreto do rei, ocultando seu filho (Hb 11:23), salvo das águas do Nilo e criado como filho da filha de Faraó (Êx 2:10). E foi educado em toda a ciência dos egípcios (At 7:22).

 

MOUNT OF OLIVES                        MONTE DE OLIVEIRAS

Monte na fronteira de Jerusalém (Zc 14:4). A distância desde a cidade até ao cume marcava a viagem de um sábado (At 1:12). Para esse lugar Jesus se dirigiu muitas vezes (Lc 21:37; 22:39; Jo 8:1).

 

MOUNTH                                          MÊS

Desde o tempo da lei Mosaica o mês entre os judeus era lunar sendo decidido que começasse por ocasião de Lua Nova. Abibe, o mês das “espigas de trigo”, era o primeiro mês do ano em comemoração do Êxodo (Êx 12:2) e certamente a Páscoa caía nesse mês. Abibe corresponde, em parte, ao nosso abril.

 

MUSIC                                               MÚSICA

Atribui-se a invenção da música instrumenta a Jubal, o sexto descendente de Caim (Gn 4:21). A música tanto vocal como instrumental era usada nos serviços religiosos hebreus. * Davi reunia em volta dele cantores e cantoras que podiam celebrar as vitórias do rei e tornar alegres as suas horas de paz.(2 Sm 19:35).

 

MUSTARD                            MOSTARDA

Planta cultivada nas hortas (Lc 13:19) que em comparação com outras ervas, se faz grande árvore (Mt 13:32; Mc 4:32) em cujos ramos os pássaros fazem os seus ninhos a fim de se alimentarem com as sementes que ela produz, que por hipérbole, são menores que todas as outras sementes (Mt 13:32). A grandeza da planta produzida por sementes tão pequenas. Serve para ilustrar o aumento do reino de Deus e a sua origem tão humilde. Semente de mostarda era frase que os judeus empregavam proverbialmente, como Jesus o fez, (Mt 17:20; Lc 17:6), para representar coisa muito pequena.

 

MYRRH                                             MIRRA

A mirra é mencionada na Bíblia como um  ingrediente do “óleo de unção”, para o tabernáculo (Êx 30:23-25). Foi apresentada pelos magos ao menino Jesus, sendo recusada, quando já estava no Calvário e fazia parte das especiarias que puseram no seu corpo (Mt 2:4; Mc 15:23; Jo 19:39).

 

N

NAHUM                                             NAUM

Compassivo. Profeta natural de Elcese, aldeia da Palestina. Profetizou para a tribo de Judá (Na 1:15), e não para as dez que estavam no cativeiro. O lugar que este livro ocupa na ordem dos profetas menores depois de Miquéiase e antes de Habacuque e Sofonias dá a entender que foi escrito entre o princípio do reinado de Ezequias e o final do reinado de Josias.

 

NAPHTALI                            NAFTALI

Ganho na peleja, vitória. Nome da tribo oriunda de Naftali, subdividida em quatro grandes famílias de que foram chefes os quatro seus filhos (Gn 46:24). O príncipe da tribo no deserto foi Aíra, filho de Enã (Nm 1:15), posteriormente, o foi Pedael, filho de Amiúde. A tribo teve como seu representante na comissão dos espias, a Nabi, filho de Vofsi. Quando se fez o primeiro censo no deserto contava 53.400 homens de guerra.

 

NATHANAEL                                   NATANAEL

Deus tem dado. Nome de um homem natural de Caná de Galiléia (Jo 1:45-51) a quem Jesus declarou ser um israelita verdadeiro e sem dolo.

 

NATURAL MAN                   HOMEM NATURAL

 Natural. Significa “almático”, portanto, o “homem natural”, na realidade significa o “homem almático”. (1 Co 2:14).

 

NAZARITE                            NAZIREU

De acordo com o significado original, nazireu é alguém separado para Deus (Jz 13:3-5). Foram eles Sansão, Samuel e o próprio Senhor Jesus. Na consagração de nazireu havia quatro requisitos de separação: em primeiro lugar o nazireu não deveria comer nada proveniente da uva ou do vinho, que significava obter-se do prazer do mundo ou gozo terreno; em segundo lugar um narizeu não deveria rapar a cabeça e deveria deixar crescer a cabeleira, como sinal de submissão, de obediência, o nazireu, portanto, precisa ser totalmente submisso à vontade de Deus. Em terceiro item separa-se das feições naturais (Mc 3:33-35; Mc 10:37) como um narizeu o Senhor Jesus deixou de lado suas afeições naturais. Por fim, (Nm 6:9) registra que se algum homem morresse subitamente ao lado do narizeu, ele ficaria contaminado. O Senhor Jesus quando morreu e desceu ao Hades a morte não o pode reter.

 

NEHEMIAH                           NEEMIAS

Jeová consolou. Nome de um judeu do cativeiro, filho de Hacalias (Ne 1:1) que exercia as funções de copeiro junto do rei Artaxerxes Longímano, rei dos persas. Um dia em que a feição de Neemias se mostrou abatida e o rei perguntou-lhe qual era a causa do seu pesar. Ele respondeu-lhe francamente que era o estado de ruínas em que se achava Jerusalém, a cidade natal de seus pais.

 

NEW JERUSALEM              NOVA JERUSALÉM

É a esposa de Cristo (Ap 21:2). Isso implica em Cristo ser o marido que toma o povo redimido de Deus como a sua esposa.

 

NICODEMUS                                    NICODEMOS

Vitorioso sobre o povo. Nome de um fariseu e membro do sanedrim (nome do concílio que deliberava sobre a vida e costumes dos hebreus no tempo de Cristo (Jo 3:1-21). Convertido pelos milagres que Jesus operava, convenceu-se que o mesmo provinha de Deus. Procurou uma entrevista com ele, porém fê-la à noite para escapar à observação de seus companheiros, ou talvez por ser mais conveniente. Jesus explicou-lhe sua doutrina e ensinamentos. Após a morte de Jesus, Nicodemos levou consigo uma composição de quase cem libras em substâncias aromáticas e aloés e ajudou a preparar o corpo para ser sepultado.

 

NOAH                                    NOÉ

Repouso. O patriarca filho de Lameque (Gn 5:29-32) descendente de Sete. Noé foi escolhido para construir a arca (Gn 6:13) que abrigaria a ele e sua família durante o Dilúvio.

 

NUMBERS                            NÚMEROS

Esse é o nome do quarto livro do Pentateuco (Nm 1:1). Nas escrituras hebraicas denomina-se “no deserto” porque começa por essa expressão. A designação atual vem da versão grega que a adotou em virtude de conter as duas enumerações do povo: a primeira no Sinai, quando chegou o segundo ano da saída do Egito e a Segunda à beira do Jordão no final dos quarenta anos de peregrinação pelo deserto.

O livro pode ser dividido em três seções principais: no deserto de Sinai; no caminho de Sinai para o Jordão; e em Sitim defronte de Jericó.

 

O

OBADIAH                                         OBADIAS

Que adora Jeová. 1. Um profeta, contemporâneo de Jeremias. 2. Livro de Obadias: O quarto dos profetas menores. É o livro mais reduzido do Antigo Testamento. Não é dividido em capítulos, consiste apenas em 21 versículos. Tema central: Edom, o maior inimigo do povo de Deus. A luta entre Israel e Edom (Esaú) datava o início antes de seu nascimento (Gn 25:22).

 

OFFERING                            LIBAÇÃO

A libação era uma oferta complementar no A.T.. Era uma porção de vinho que se derramava sobre as ofertas apresentadas no altar de holocausto, a fim de que as chamas as queimassem mais intensamente, gerando, assim, mais fumaça, que Deus considerava de aroma agradável (Lv 23:13; 18; 37).

 

OFFERINGS                         OFERTAS

As ofertas que faziam a Deus eram de várias espécies desde o berço da humanidade no A.T. encontra-se referência de serem ofertas vegetais (Gn 4:3), das primícias dos rebanhos (Gn 4:4) dos holocaustos 8:20; (Êx 10:25) dos manjares consagrados (Êx 31:54) das libações de vinho e de azeite. As grandes nações da antiguidade tinham seus rituais bem elaborados, regulando os atos sacrificiais, notadamente os babilônios e os egípcios, muito tempo antes de Moisés.

 

OIL                                                     ÓLEO

O óleo usado entre os antigos hebreus era em geral fabricado dos frutos das oliveiras, que amadurecem no outono. A colheita faz-se sacudindo a árvore ou batendo-a com varas (Dt 24:20; Js 17:6; 24:13). Extraíam óleo das azeitonas, pisando-as com os pés (Mq 6:15). O azeite mais puro era o exprimido num grau (Êx 27:20; 29:40).

O azeite constituía um dos principais produtos da Palestina, que juntamente com o vinho fazia parte da riqueza agrícola (Nm 18:12; Ne 10:39; 13:5). Usava-se azeite na consagração dos sacerdotes (Êx 29:1;2,), no sacrifício diário (Êx 29:40), na purificação do leproso (Lv 14:10-18, 21, 24, 28), na culinária (1Cr 12:40; Ez 16:13); no tratamento das feridas (Is 1:6; Mc 6:13).

 

OINTMENT                           UNGÜENTO

Designação antiga de certas drogas ou essências com que se perfumava o corpo. “... caldeira de ungüento” (Jó 41:31). “Melhor é a boa fama que o ungüento... exalar...” (Ec 10:1).

Em Êxodo 30:25 se diz “o óleo sagrado para a unção”. O ungüento com o qual Jesus foi ungido era um produto do nardo (Mt 26: 7; Jo 12:3).

 

OLD SERPENT                                ANTIGA SERPENTE

Em Apocalipse 12:9 a antiga serpente é o sutil, o enganador. Sempre que a Bíblia fala da serpente, isso denota o sutil ou sagaz, conforme (Gn 3:1). Na época de Apocalipse 12 a serpente já não será mais nova, ela é antiga tendo quase seis mil anos.

 

OMEGA                                             ÔMEGA

A última letra do alfabeto grego. Usada em sentido figurado para representar o último, ou o final (Ap 1:8, 11; 21:6; 22:13).

 

ONYX                                    ÔNIX

Uma pedra preciosa, assim chamada do grego onux, a unha; em razão da sua cor e semelhança com o mármore. É mencionada pela primeira vez na Bíblia com o ouro e o bdélio do rio Pisom do Eden (Gn 2:12). Pedras ônix foram preparadas por Davi para o templo (1 Cr 29:2). A pedra do peitoral do sumo sacerdote era a pedra de ônix, (Êx 28:9-12); era especial, própria para gravura.

 

ORION                                              ÓRION

A constelação a que se refere o livro de Jó em 9:9 e 38:31 e a profecia de Amós em 5:8, é a que nós conhecemos com o mesmo nome.

 

ORNAMENTS                                  ORNAMENTOS

Os orientais são altamente apreciadores de adornos. Homens e mulheres gostavam muito de enfeites (Gn 24:22; Êx 3:22; 11:2; 32:2; Nm 31:50). Os homens exceto os pobres, usavam anéis e braceletes (Gn 38:18). Os anéis com selos eram objetos de ornamento e serviam também para uso comercial. Em tempos de tristeza e calamidade não se usavam adornos (Êx 33: 4-6).

 

P

PADDAN-ARAM                  PADÃ-ARÃ

Também chamada de Mesopotâmia, país entre os termos do rio Tigre e Eufrates, a terra para qual Jacó foi enviado por seu pai, a fim de tomar para si uma esposa dentre as filhas de seus parentes (Gn 28:2).

 

PARABLE                                         PARÁBOLA

Método empregado no discurso por meio do qual as verdades morais ou religiosas são ilustradas por analogias com fatos da vida comum. A comparação pode ser feita por meio de palavras semelhantes ou pela idéia contida na parábola. Os limites entre parábola, símile e metáfora não estão bem determinado muitas vezes nota-se pequena diferença, por exemplo, a símile e a metáfora são breves, enquanto a parábola é relativamente longa.

Jesus utilizou muitas parábolas para transmitir seus ensinamentos à multidão e aos seus discípulos.

 

PARADISE OF GOD                       PARAÍSO DE DEUS

O paraíso de Deus em Apocalipse 2:7 não é o jardim do Éden e sim a Nova Jerusalém vindoura.  O paraíso em Lucas 23:43 e o lugar agradável e repousante onde Abraão e todos os santos mortos  estão (Lc 16:23-26); mas “O paraíso de Deus nestes versículos é a Nova Jerusalém (3:12; 21:2, 10; 22:1-2, 14, 19) que será a porção comum de todo o povo redimido de Deus”.

 

PATRIARCH                         PATRIARCA

Nome que se dá ao chefe de uma raça. O Novo Testamento aplica esse termo aos fundadores da raça e da nação hebréia: a Abraão (Hb 7:4), aos doze filhos de Jacó (At 7,8,9) e ao rei Davi. Em geral dá-se esse nome aos piedosos chefes das famílias, mencionados no Antigo Testamento, anteriores a Moisés, como eram os patriarcas antediluvianos, cuja linhagem se acha no livro de Gênesis 5. No regime patriarcal, o governo da tribo era a vontade individual do patriarca, como direito paternal, que residia a princípio no progenitor da tribo, passando dele para o primogênito, ou para o mais velho da linha genealógica. O chefe de cada família que se formava pela expansão da tribo, exercia iguais funções dentro da sua esfera.

 

PAUL                                     PAULO

Em grego Paulos, derivado do latim Paulus que quer dizer pequeno. Nome do grande apóstolo dos gentios. O nome judáico anterior era Saulo; no hebreu, Shaul, no grego Saulos; assim denominado nos Atos dos Apóstolos, mesmo após sua conversão ao cristianismo (que ocorreu quando ia à Damasco  com o propósito de perseguir e matar aos seguidores de Jesus (At 9) do qual havia sido antes grande perseguidor, chegando mesmo a matar alguns que professavam a fé cristã. Celebrizou-se por seus grandes conhecimentos rabínicos. Escreveu várias epístolas, as chamadas Epístolas Paulinas.

 

PETER                                              PEDRO

Rocha. Forma grega da palavra aramaica Cefas que quer dizer pedra, rocha, nome esse que Jesus deu a Simão, quando esse compareceu pela primeira vez à sua presença e que depois explicou nas palavras proféticas (Mt 16:13-19). Simão era filho de um certo João ou Jonas o qual exercia juntamente com seus filhos a profissão de pescador no Mar da Galiléia.

 

PHARAOH                            FARAÓ

Do egípsio pera, casa grande. Título dos soberanos do antigo Egito. (Êx 5:4-5) Afligiu por muitos anos os Israelitas.

 

 

PHARISEE                            FARISEU      

Formavam os fariseus as mais importantes escolas judaicas, de caráter religioso. Receberam esse nome porque eles, nas suas vidas, separavam-se de todos os outros judeus. A princípio, eles eram pessoas de grande valor religioso, e constituíam a melhor parte da nação judaica. Com o correr do tempo, os elementos essenciais viciosos dessa seita, desenvolveram-se a tal ponto de fazerem dos fariseus objeto de geral reprovação.

 

PHILADELPHIA                               FILADÉLFIA

Que quer dizer amor fraternal – nome de uma cidade da Lídia na Ásia Menor, situada a 27 milhas a sudeste de Sárdis na planície de Hermes. No ano 17 da era cristã foi destruída por um terremoto e logo depois restaurada. Foi sede de uma das sete igrejas da Ásia a que se dirige o livro de (Ap 1:11; 3:7-13). Ao contrário de algumas das sete igrejas recebeu conforto e animação sem censuras de qualquer natureza.

A cidade tem o nome agora de Allah Sher e continua ser habitada.

 

PHILEMON                           FILEMOM

Amante, ou o que ama. Nome de um convertido ao cristianismo em cuja casa havia uma igreja. O Apóstolo Paulo fala de sua caridade para com os santos. Apesar de ser muito breve, a epístola (Fm 1:1) do Apóstolo Paulo a Filemom foi sempre reconhecida como legítima produção do apóstolo; encontra-se na versão siríaca na antiga versão latina nomeada de fragmento Muratori.

 

PILATE                                             PILATOS

Pôncio Pilatos foi o quinto governador romano da Judéia depois da deposição de Aquelau no Ano 6 da era cristã. Desejava fazer justiça sempre que não afetasse seus próprios interesses, evitava praticar atos criminosos sempre que não lhe fosse pesado. Mas nada fazia a custo de pesados sacrifícios. No julgamento de Jesus Cristo (Mt 27:11) absteve-se de culpa na sua crucificação.

 

POTIPHAR                           POTIFAR

Pertencente ao sol. Nome do capitão das guardas de Faraó, de quem José foi escravo. Sua mulher tentou seduzir o jovem cativo, porém, ele a desprezou fugindo. Furiosa pela rejeição a mulher induziu seu marido a aprisioná-lo acusando José de sedutor (Gn 39).

 

 

PRAYER                                           ORAÇÃO, PRECE

Súplica religiosa; reza, prece, rogo. Consiste em manter comunhão espiritual.

 

PREACH                                           PREGAR

Pronunciar sermões; v. evangelizar; preconizar, louvar; alardear.

 

PREACHER                          PREGADOR

Aquele que faz pregações evangélicas e discursos religiosos.

 

PRESBYTERIAN                  PRESBITÉRIO

Nome que se dava à coletividade dos anciãos, presbyteroi, da Igreja.

 

PROPHECY                          PROFECIA

Predição do futuro por um profeta.

 

PROPHET                                        PROFETA

Mestre infalível com autoridade para falar em nome de Deus. Falando da ordem dos profetas no sentido de uma corporação. Constituíam uma classe de homens que Deus chamava para se dirigirem ao povo, dando-lhes palavras e conferindo-lhes autoridade para falar em seu nome.

 

PROVERBS                          PROVÉRBIOS

Livro poético que trata da piedade prática, acha-se depois do livro de Salmos. Nesse livro contém vários conselhos referentes à vida prática e a respeito de vários assuntos. Os provérbios de Salomão não foram todos escritos pelo rei, alguns são atribuídos a ele, porém, há alguns de autores autônomos e desconhecidos.

 

PSALM                                              SALMO

Coleção de poemas religiosos empregados especialmente no culto público em honra ao Deus de Israel (Sl 100). Essa coleção chama-se em hebraico Livro dos Salmos conforme a denomina a tradução grega. A designação geral de salmos de Davi deriva-se dos primeiros setenta e três salmos e são atribuídos a Davi conforme os títulos no hebreu.

O livro dos Salmos contém 150 poemas distribuídos em cinco livros correspondentes aos cinco livros do Pentateuco, pois há constantes referências e relações a estes.

 

Q

QUARTUS                            QUARTO

Um cristão de Corinto, de quem Paulo manda saudações para os irmãos em Roma (Rm 16:23).

 

QUEEN                                             RAINHA

Diversas palavras na língua hebraica foram vertidas para “rainha”, significando a primeira delas uma soberana reinante como a rainha de Sabá (1 Rs 10:1), e também Vasti e Ester (Et 1:9 e 2:22). A segunda (Ne 2:6; Sl 45:9) faz-nos supor que se trata da mulher que é esposa do rei. A terceira (1 Rs 11:19; 2 Rs 10:13; Dn 5:10) etc. empregava-se com referência à rainha-mãe, que segundo o costume oriental exercia grande autoridade.

 

QUEEN OF HEAVEN           RAINHA DOS CÉUS

A deusa que as mulheres hebraicas adoravam, oferecendo-lhes bolos, fazendo libações e queimando incenso em sua honra (Jr 7:18; 44:17). Era uma parte da adoração ao sol, à lua e às estrelas, a “todo o exército do céu” (2 Rs 17:16; Dt 4:19).

 

QUEEN OF SHEBA                         RAINHA DE SABÁ

Soberana reinante. Fez uma visita ao rei Salomão umas das rainhas de Sabá, que tinha ouvido falar da “fama de Salomão, com respeito ao nome do Senhor” (1 Rs 10:1-13; 2 Cr 9:1-12), e a ela se refere Jesus (Mt 12:42).

 

R

RAHAB                                             RAABE

1. Nome poético aplicado ao Egito (Sl 87: 4; 89:10; Js 30:7; 51:9). 2. Nome de uma mulher prostituta que morava em Jericó e cuja habitação ficava sobre o muro da cidade (Js 2:1-24). Ela recolheu em sua casa os homens enviados por Josué para explorar a cidade, os escondeu quando estavam em perigo de serem presos fazendo-os descer por uma corda muro abaixo por onde saíram para o campo israelita (Js 6:22-25; Hb 11:31; Tg 2:25), por ocasião da tomada de Jericó, Raabe e toda a sua família foram poupados e incorporados ao povo de Israel.

 

RAVEN                                              CORVO

Ave de cor negra. Onívoro que se alimenta até de carniça (Pv 30:17) é por isso considerado imundo pela lei cerimonial (Lv 11:15). Noé soltou um corvo da arca o qual não voltou, naturalmente por ter achado nos cadáveres alimento para sua nutrição (Gn 8:7). Deus usa o corvo para alimentar o profeta Elias duas vezes ao dia enviava-lhe pão e carne.

 

REBEKAH                                        REBECA       

Corda com laço; donzela cuja beleza prende os homens. Nome de uma das filhas de Betuel (Gn 24). Quando ela se aproximava do poço para tirar água levando o seu cântaro, apareceu-lhe o servo de Abraão que havia o mandado procurar uma mulher para seu filho Isaque e pediu-lhe de beber (Gn 25:20-26). E ela não somente deu-lhe água, mas também se ofereceu para dar de beber aos seus camelos, sendo esse o sinal que o servo havia pedido em oração a Deus e teve certeza que Rebeca seria a esposa de seu senhor Isaque.

 

REBOHOAM                                    ROBOÃO

Foi o filho de Salomão (1 Re 11:43). Tinha 41 anos ao subir ao trono, foi o último rei sobre as doze tribos unidas, continuando a reinar sobre Judá depois da divisão. Sua dura resposta ao povo, resultou na separação das 10 tribos, das de Judá e Benjamin, (1 Re 12). Teve 18 mulheres (2 Crôn 4:21), 60 concubinas e gerou 88 filhos.

 

REDEEMER                          REDENTOR

Aquele que redime. Nas Escrituras Sagradas refere-se a Jesus Cristo.

 

REDEMPTION                                 REDENÇÃO

Essa palavra é constantemente utilizada no Novo Testamento e significa ato ou efeito de redimir, justificar, salvar. O sacrifício de Jesus Cristo sofrido na cruz e contado no Novo Testamento redimiu os homens pecadores.

Tomar novamente posse de uma pessoa ou coisa, reaver pela compra, tornar a alcançar um direito são atos que a lei mosaica regula “com muita particularidade. A redenção de terras e casas, (Lv 25:23 e 29), de um israelita (Lv 25:48), e de uma propriedade votada ou consagrada a Deus, (Lv 27:9-27). No N.T, (Lc 1:68; 24:21, Rm 3:24; Ef 1:7; Tt 2:14; 1Pe 1:18), as idéias de redenção e remir do A.T. surgirem são compra, (Gl 3:13; 4:5; Ap 5:9) e libertação”.

 

REGENERATION                REGENERAÇÃO

É o ato pelo qual uma pessoa “renasce” espiritualmente. Biblicamente, o batismo é considerado um “ato de regeneração”. Porque por ele os pecados das pessoas são perdoados tornando-o renovado pelo Espírito Santo. A palavra quer dizer estabelecimento do que estava destruído. A humanidade está morta em seus delitos e pecados (Ef 2:1; Cl 2:13; 1 Tim 5:6). Deus no seu amor quer salvar os homens não pelas obras de justiça, mas “pela lavagem da regeneração (Tt 3:4-5)” e da renovação do Espírito Santo.

 

REINS                                               RINS

Entre os povos simétricos eram os rins considerados a sede das emoções e o sentimento (Jó 16:13). O estar impressionado explica a aplicação dada a esses órgãos em certos sacrifícios (Lv 3:4, 5;8:16): “A gordura dos de trigo” (Dt 32:14), segunda algumas versões é uma referência à forma e riqueza do grão.

 

RESSURRECTION              RESSURREIÇÃO

Anástasiségersis, levantar, erguer, surgir, sair de um local ou de uma situação para outra. Latim resurrectio, o ato de ressurgir, voltar à vida, reanimar-se. A ressurreição dos mortos como é compreendida nas Sagradas Escrituras, deve-se distinguir da ressuscitação ou restabelecimento da ordinária vida humana. A ressuscitação é a restauração da vida que se deixou (1 Re 17:7-23; 2 Re 4:18-36; 2 Re 13:20, 21). Ressurreição é a entrada num novo estado de existência. O Senhor Jesus claramente ensinou uma ressurreição geral dos justos e injustos (Mt 22:23-33, Mc 12:18-27; Lc 20:27-38; Jo 5:28). O testemunho apostólico foi sempre o argumento básico da ressurreição  de Cristo (At 2:32; 3:15; At 10:41; 13:30); era o tema dos discursos dos apóstolos (At 4:2;33;17:18; 23:6). Confirmar ao Senhor Jesus (Rm 10:9) e crer em Cristo ressuscitado são princípios de salvação.

 

REUBEN                                           RÚBEN

Nome do filho mais velho de Jacó, o qual lhe nasceu de sua mulher Lia (Gn 29:32). Rúben manchou seu caráter por um ato clamorosamente desonesto, contratando por outro que muito abona os sentimentos humanitários de seu coração. Foi ele quem livrou da morte ao seu irmão José, propondo que o lançassem em uma cisterna donde pretendia tirá-lo para o restituir ao seu pai aflito.

 

REVELATION                                  APOCALIPSE, REVELAÇÃO

Palavra derivada do grego Apocalypsis. No latim é Revelatio que significa revelar, expor à vista e metaforicamente, descobrir uma verdade que se acha oculta. O Apocalipse de S. João é o último livro do Novo Testamento, também denominado Revelação. Encerra o cânon das Sagradas Escrituras (Ap 22:18).   Nele estão contidas as revelações que S. João teve a respeito das coisas que haveriam de acontecer no final dos tempos e a cerca do destino da humanidade. Ao passo que Gênesis é o livro de origem, o Apocalipse é o livro de consumações.

 

 

RODHES                                           RODES

Nome de uma ilha nas costas da Cária ao sudoeste da Ásia Menor. Tem cerca de 45 milhas de comprimento, e 20 milhas de largura, notável pelas grandes plantações de laranjas e cidrões. Essa ilha estava no intercurso das grandes linhas dos navios costeiros e foi centro comercial de grande importância igual à Alexandria e Cartago. A capital tem o mesmo nome da ilha que além de tudo se tornou famosa pelo seu colosso, um grande farol com cerca de 150 mil pés de altura levantado em 300 ou 288 anos a.C. Rodes era semi-independente sob o governo romano.

 

ROMANS                                          ROMANOS

Pessoas nascidas no território do império ou que fizeram jus ao título de cidadão romano. Pela lei pórcia, assim chamada por ter sido criada e posta em prática por P. Pórcio Laeca, tribuno do povo no ano 248 a.C. Ficou estabelecido que nenhum magistrado tinha o direito de ligar com cadeias um cidadão romano. Não se podia condenar à morte um cidadão romano senão pelo voto decisivo de todo o povo reunido em comitia centuriata, que era uma assembéia do povo, que votava por uma companhia de 100 soldados.

 

ROOT OF DAVID                 RAIZ DE DAVI

Em Apocalipse 5:5 é dado a Cristo o título de “A raiz de Davi”. Esse título significa que Cristo é a origem de Davi. Em nosso conceito, Cristo nasceu de Davi, sendo desse modo, um descendente de Davi. Mas o que é dito que Cristo é a raiz de Davi, significando que Davi é proveniente de Cristo. A Bíblia também diz que Cristo é o renovo de Davi  (Jr 23:5). Portanto, Ele é tanto a raiz como o renovo. Em Isaias 11:1 e 10, vemos que Cristo também é um renovo e raiz de Jessé.

 

RUTH                                    RUTE

Vistosa. Nome de uma mulher moabita, casada primeiramente com Maalon de Belém, que foi com seus pais e irmão residir em Moabe por causa da fome que assolava a terra de Judá, os três homens morreram. Rute abandonou a terra natal para acompanhar a sogra Noemi para a terra de Belém. Afeiçoando-se a Boaz, parente próximo de seu falecido marido, o qual casou-se com ela fazendo-a participante de todos os seus bens. Tipicamente, Rute representa a Igreja, como a noiva gentia de Cristo, o Belemita que a resgatou.

 

S

SABBATH                                        SÁBADO

Descansar.  O sétimo dia, dia de descanso semanal (Gn 2:2, 3); a palavra aparece pela primeira vez em (Êx 16:23). A sua observância é requerida pela lei de Deus (Êx 16: 25-30); estando a lei do descanso cotidiano quarto mandamento (Êx 20:8-11). O Senhor Jesus (Mt 5:17) não veio para destruir a lei, mas dar-lhe cumprimento.

 

SADDUCEE                          SADUCEU

Nome de um partido oposto à seita dos fariseus. Compunha-se de um número comparativamente reduzido de homens educados, ricos e de boa posição social (Mt 22:34). A julgar pela sua ortografia a palavra saduceu deriva-se de Zadoque, que em grego se escrevia Sadouk. Dizem os rabinos que o partido tirou o nome Zadok, seu fundador, que viveu pelo ano 300 a.C. Porém, compondo-se esse partido de elementos da alta aristocracia sacerdotal, crê-se geralmente que o nome Zadoque se refere ao sacerdote de igual nome que oficiava no reinado de Davi e em cuja família se perpetuou a linha sacerdotal até a confusão política na época dos Macabeus.

 

 

SALOMON                            SALOMÃO

Pacífico. Nome do filho mais novo de Davi com (2 Sm 12:24; 1 Cr 3:5). Nasceu em Jerusalém e seu pai pôs-lhe o nome de Salomão que quer dizer pacífico, por antecipação da paz e tranqüilidade que havia de caracterizar o reino de seu filho, em contraste com as perturbações e guerras que alteraram a vida nacional de seu governo (1 Cr 22:9). Revelou-se hábil governador, teve iminentes auxiliares, floresceu o comércio e aumentou a riqueza pública (1 Rs 10:14-21; 2 Cr 9:13,14,21,27; 1 Re 11:42; 2 Cr 9:30, 31). Reinou quarenta anos.

 

SALTPITS                                         POÇOS DE SAL

Poços feitos na praia do Mar Morto, para que possam encher-se, quando a água em tempo de cheia sobe e se espraia até certa distância. Quando baixam as águas (Sf 2:9) a dos poços e evapora rapidamente, deixando uma camada de sal.

 

SALT                                     SAL

O sal de qualidade inferior encontrava-se nas praias do Mar Morto, depois de evaporada a água salgada, serviam terra de Canaã e nas regiões adjacentes para temperar a carne dos animais mortos e preservá-la da corrupção (Jó 6:6) tudo o que se oferecia segundo a lei era temperado com sal (Lv 2:13; Ez 43:24).

A terra salgada não produz (Jó 39:6). Nas cidades vencidas e condenadas a total ruína, semeava-se para evitar que a cultivassem de novo (Jz 9:45). Jesus também fez uma metáfora com a figura do sal (Mt 5:13) dizendo que seus discípulos eram os que conservavam a terra, por serem o sal.

 

SAMARITAN                        SAMARITANO

Uma seita antiga e ainda hoje existente entre os judeus. Originou-se da seguinte maneira: propriamente samaritano quer dizer um habitante da cidade de Samaria capital do reino de Israel, as dez tribos, mas se  chamavam samaritanos todo o povo desta nação (1 Rs 17:29). Quando as dez tribos foram transportadas para o cativeiro na Assíria, milhares dos pobres da terra, Sargen II, rei da Assíria, trouxe gente da Babilônia, de Cuta, de Ava, de Hamate e de Sefarvaim para colonizar o país (2 Rs 17:24). Isso resultou uma raça com crenças e costumes diferentes (Ed 4:2).

 

SAMSON                                          SANSÃO

Radioso, pequeno sol, destruidor. Nome de um dos mais eminentes juízes de Israel, filho de Manoá da tribo de Dã, natural de Zorá. Um anjo de Deus apareceu a seus pais para anunciar-lhes o nascimento do filho que ia ser libertador do povo sendo o seu nascimento miraculosamente revelado a seus pais (Jz 13). Foi Narizeu (Jz 16:17). Desde de que nasceu, não passou navalha em seu cabelo, nem bebidas fortes pela sua boca, enquanto se submeteu a esse regime possuía força para feitos heróicos contra os filisteus, inimigos da pátria. Sua paixão pela filistéia Dalila o levou ao fracasso.

 

SAMUEL                                           SAMUEL

Filho de Elcana e de Ana, sendo como Isaque, um filho da promessa (1 Sm 1). Antes de seu nascimento foi consagrado ao Senhor como Narizeu, (1 Sm 1:24-28). Foi um dos grandes profetas da antiguidade judaica depois de Moisés e o último dos juízes de Israel. Samuel exerceu o cargo de juiz e governador.

 

SANBALLAT                                    SAMBALÁ

Um heronita (Ne 2:19; 6:1) aliado de Tobias e Gesim, grandes adversários dos judeus.

 

SAPPHIRE                             SAFIRA

Pedra preciosa, na racional do juízo que ordenava o peito do sumo sacerdote, ocupava a segunda ordem entre duas pedras preciosas (Êx 28:18). O segundo fundamento do muro da Nova Jerusalém (Ap 21:19) descrita por S. João é feito de pedras de safira.

 

SARAH                                             SARA

Princesa. Nome da mulher de Abraão, dez anos mais nova que ele. Casou-se em Ur dos caldeus. Era meio irmã de Abraão, por ser filha de seu pai somente e não de sua mãe. O nome primitivo de Sara era Sarai, significando princesa ou contenção. Era estéril, porém, um anjo apareceu fazendo-lhe uma promessa que ela ainda geraria um filho, Sara riu pois já era de idade avançada e não tinha condições físicas necessárias a uma mulher para conceber uma criança. Passando algum tempo, ela daria a luz a Isaque, o filho da promessa. Sara morreu aos cento e vinte e sete anos de idade.

 

SARDINE                                          SARDÔNIA

Nome de uma qualidade de pedra preciosa a que os gregos chamaram sardios e saidion, (Ap 4:3), da qual se constituía o sexto fundamento do muro da Nova Jerusalém (Ap 21.20). Havia 2 espécies distintas pela cor e conhecidas pelo nome, um vermelho transparente a que se dá nome de  cornalena e outra de um vermelho escuro a que chamam sardônio.

 

SARDONYX                          SARDÔNIO

Nome de uma qualidade de pedra preciosa a que os gregos chamavam sardios e sardione, de que se constituía o sexto fundamento do muro da cidade prometida por Deus no Apocalipse (Ap 21:20), a Nova Jerusalém. Havia duas espécies distintas pela cor e conhecidas pelo mesmo nome, uma de vermelho transparente a que se dá o nome de cornalina e outra de um vermelho escuro a que chamam sardônio. Sárdio é a tradução da palavra hebraica Odem, pedra preciosa de cor vermelha.

 

SAREPTA                                         SAREPTA

Fornalha de fundição. Nome de uma cidade pertencente à Sidônia. Ali esteve o profeta Elias depois que secou o ribeiro de Querite. Confiando na palavra desse profeta em nome de Jeová, uma viúva pobre o abrigou em sua casa durante a fome. Em recompensa à sua fé Elias profetizou em sua vida e dali em diante nunca mais faltou o azeite (2 Rs 4) que era um dos principais meios de subsistência, em suas botijas, nem a farinha em suas panelas. Esse nome ainda perdura sob a forma de Srafend, aldeia situada sobre um monte perto do mar a 14 milhas ao norte de Tiro e a 8 de Sidônia. A antiga cidade estava bem na costa, onde se encontram importantes ruínas em uma extensão de cerca de uma milha.

 

SAUL                                     SAUL

Pedido de Deus. Nome do primeiro rei de Israel filho de Quis, da tribo de Benjamim. Saul era ainda jovem, tinha talvez 35 anos quando subiu ao trono, porém, a esse respeito não há nenhum dado específico. Era dos homens mais altos de Israel e de muito boa aparência. A Escritura não menciona a duração do reinado de Saul.

 

SAVIOR                                            SALVADOR

Pessoa que livra de algum mal ou de algum perigo. No Antigo Testamento a palavra Salvador é empregada particularmente em referência a Deus como libertador do povo escolhido de Israel. Os escritores clássicos empregavam o vocábulo grego soter, libertador, referindo-se aos seus deuses. No Novo Testamento a palavra Salvador aplica-se a Deus o Pai e com especialidade a Cristo, o Filho que salva o seu povo dos pecados livrando-os da perdição, da miséria, da maldição e da ira de Deus.

 

SCHOOLMASTER               PEDAGOGO

Tradução em Gálatas 3:24-25, o vocábulo grego Paidagogos, pessoa que dirige o ensino de crianças. As nossas versões dizem pais em (1 Co 4:15). OPaidagogos ou pedagogo entre os gregos era um escravo de confiança ao qual se entregava a educação das crianças, e que as acompanhava fora de casa. Era responsável pela segurança, guardava-as de más companhias, conduzi-as à escola e de lá as trazia para casa. A lei foi um pedagogo para nos conduzir a Cristo; preparou-nos para recebê-lo como nosso redentor; manifestou a justiça de Deus, convenceu-nos do pecado; as suas ameaças obrigavam-nos a buscar refúgio contra a ira e maldição divina. Tornou patente a impossibilidade de alcançarmos a salvação nos tipos e cerimônias, alimentando a fé no Salvador que havia de vir (Gl 3:24; Rm 3:19-21).

 

SCOURGE                                        AZORRAGUE

Açoite. Instrumento de tortura por meio de açoites. A lei permitia castigar com açoites, deitado em terra de costas para cima. Os romanos usavam um azorrague de cordas ou de correias guarnecidas de pedaços de chumbo, de bronze ou ainda lascas de ossos com o fim de tornar o castigo mais cruel. Empregava-se o mesmo processo doloroso a fim de obter-se a confissão do crime ou depoimento de testemunhas. Os mártires cristãos de Esmirna no ano 155 da era cristã foram de tal modo açoitados que as veias ficaram a mostra, bem como os nervos e os tendões e até as entranhas ficavam expostas.

 

SCRIBE                                             ESCRIBA

Notário público, empregado para escrever o que lhe ditavam e lavrar documentos públicos. Homem encarregado de fazer cópias das Escrituras. O mais notável dos escribas foi o sacerdote Esdras doutor muito hábil na lei de Moisés e que tinha preparado o seu coração para buscar a lei de Deus e para cumpri e ensinar em Israel os seus preceitos e as suas ordenanças da Lei. Ele é o protótipo dos escribas de sua época e que era ao mesmo tempo intérprete oficial da lei. Os escribas se dedicavam ao estudo das escrituras em geral e também aos assuntos históricos e doutrinais.

 

SEMITES                                          SEMITAS

O termo não se encontra nas Escrituras Sagradas, mas se refere aos filhos de Sem, o filho primogênito de Noé (Gn 5:32; 6:10). Compreendem vários povos que falam ou falaram o arameano, o sírio, o caldeu, o assírio, o hebreu, o árabe e o himyarita. Os semitas têm pele trigueira, cabelo preto e estatura alta.

 

SEVEN GOLDEN CANDLESTICKS                    SETE CANDELABROS  DE OURO

O candelabro é pra a edificação de Deus. O candelabro de Êxodo 25 foi para a edificação do tabernáculo, o candelabro em Zacarias 4, era para  a restauração edifício de Deus e os candelabros em Apocalipse 1, são para a edificação da igreja. A função da igreja depende do responder do candelabro. Os candelabros são de ouro e o ouro prefigura a natureza de Deus.

 

SEVEN HORNS                               SETE CHIFRES

Em Apocalipse 5:6 João diz que o cordeiro tem sete chifres. Os chifres representam a força na luta (Dt 33:17). Cristo é o Cordeiro redentor, contudo, com chifres para lutar.

 

SEVEN SEALS                                 SETE SELOS

A economia de Deus á sua administração eterna. No livro de Apocalipse vemos a universal e eterna administração de Deus, e os sete selos são o primeiro grupo de itens dessa administração. Os primeiros quatro selos abrangem a história do mundo, desde a ascensão de Cristo até o final desta era 6:1-8. O quinto selo abrange o clamor dos santos martirizados, 6:9-11. Perto desta era, esses santos martirizados clamarão a Deus por vingança. O sexto selo abrange o temor da terra e do céu, 6:12-17, na sua abertura haverá um grande terremoto, 6:12. O sétimo selo pendurará pela eternidade, consiste em sete trombetas.

 

SEVEN STARS                                SETE ESTRELAS   

Em Apocalipse 16:1 diz: “Tinha na sua mão direita sete estrelas”. As sete estrelas são os anjos mensageiros, das sete igrejas que se encontram na Ásia.

 

SEVEN TRUMPETS                        SETE TROMBETAS

É o conteúdo do sétimo selo. Os selos são secretos, mas as trombetas são públicas. Quando sela alguma coisa, você a torna secreta e privada, mas quando fez soar uma trombeta, você torna pública alguma coisa. As primeiras quatro trombetas são os julgamentos sobre a terra, o mar, os rios, o sol, a lua e as estrelas (Ap 8:7-12). A quinta, o primeiro aí como julgamento sobre o homem, será o começo da grande tribulação, (Ap 8:13-9:1). A sexta trombeta, que é o segundo ai como um julgamento adicional sobre os homens, é uma parte de grande tribulação (9:12-21). A sétima trombeta consiste no reino eterno de Cristo, no terceiro ai, no julgamento dos mortos, na recompensa dos santos e das pessoas tementes a Deus, e uma destruição dos destruidores da terra, (11:14-18).

 

SEVEN VIALS                                  SETE TAÇAS

As sete taças, uma parte do conteúdo negativo da sétima trombeta como a última das pragas da ira de Deus sobre os homens, será o término da grande tribulação (Ap 15:1; 6:8; 16:1-21). As sete taças, como os sete selos, e as sete trombetas são compostas de um grupo das primeiras quatro e depois da quinta e sexta e sétima.

 

SILVER                                             PRATA

Metal precioso, cujas origens se encontraram no seio da terra (Jó 28:1). A prata derrete-se na fornalha para ser purificada de corpos estranhos, (Sl 12:6; Pv 17:3; 25:4; Ez 22:22). Vinha da Arábia (2 Cr 9:14; 1 Re 10:22, 27); de Társis, (Jr 10:9; Ez 27:12). Desde a mais remota antiguidade servia para realizar tomações (Gn 23:16; 37:28). Como não existia ainda a prata em moeda, o seu valor se calculava pelo peso (Jó 28:15; Is 46:6). A prata amoedada só começou a vigorar entre os judeus muito depois da volta do cativeiro.

 

 

SIMEON                                            SIMÃO

Nome do segundo filho de Jacó com sua mulher Lia (Gn 29:33) e nome da tribo (Gn 46:10) da qual Jacó foi progenitor.

 

SIN                                                     PECADO

Qualquer falta de conformidade com a lei de Deus, ou qualquer transgressão da mesma. Pecado de omissão consiste em deixar de fazer o que a lei de Deus ordena; e pecado de comissão em fazer o que a lei proíbe; transgressão dos preceitos religiosos.

 

SLINGS                                             FUNDA

Simples arma de ataque, feita em geral com um pedaço de couro em que se colocava uma pedra com uma corda em cada extremidade. Com a funda dava-se uma ou duas voltas para cima da cabeça e soltava-se uma das cordas. A pedra saca violentamente em direção ao alvo. Davi matou Golias por meio da funda (1 Sm 17:40-50). A funda também era usada pelos pastores e guardas de manadas para afugentar os animais ferozes.

 

SMOKE                                            INCENSO

Resina cheirosa aparentemente importada da Arábia (Jr 6:20).

SMYRNA                                          ESMIRNA

Esmirna. Significa mirra, uma especiaria doce, a qual em figura, denota sofrimento. Em apologia a mirra significa o doce sofrimento de Cristo. Assim, a igreja em Esmirna era uma igreja sofredora, prefigurando a igreja sob a perseguição do Império Romano, desde a última parte do primeiro século até a primeira parte do quarto século.

 

SON OF GOD                                   FILHO DO HOMEM

No Novo Testamento temos várias passagens nas quais Jesus Cristo descreve a si mesmo como  Filho do Homem, o que significa Filho do Deus Altíssimo. Pessoa revestida de humanidade dotada da natureza divina (celestial) e da natureza bruta.

 

SONG OF      SALOMON                CANTARES DE SALOMÃO

Nome do último dos cinco livros poéticos do Antigo Testamento conforme a distribuição atual dos livros da Bíblia. O assunto de Cantares é a mútua afeição e ternura entre esposo e esposa. As afetuosas relações entre o homem e sua mulher são referidas em muitas passagens das Escrituras para demonstrar a união entre Jeová e o seu povo escolhido. Às vezes chamado de Cânticos dos Cânticos. É o último dos cinco livros poéticos do Velho Testamento conforme a distribuição atual dos livros da Bíblia. O livro dos Cânticos era lido no oitavo dia da festa da páscoa e interpretado alegoricamente com referência à história do Êxodo. Sua composição tem muitas frases belas e uma prosa lírica. Muitas vezes é interpretada como uma alegoria do amor de Deus para com povo de Israel e a Igreja.

 

SORCERER                          FEITICEIRO

Pessoa possuidora de conhecimentos sobre naturais sob forma de feitiçaria segundo se refere na Bíblia (Is 8:19). Os cananeus consultavam os feiticeiros (Dt 18:9-12) bem como os egípcios, mas os hebreus também iam aos oráculos transgredindo desse modo a lei do seu Deus (Lv 19:31) cometendo assim o pecado da apostasia.

 

SOUL                                                ALMA

A alma é expressa pelo ego, e o ego é expresso pela mente que pensamos e temos conceito e opiniões. A alma é a expressão de nós mesmos (Lc 9:25; Pv 19:2; 24:14; Sl 139:14; 13:2; Jo 7:15; 6:7).

 

SPICES                                             ESPECIARIAS

Os antigos tinham a maior parte das especiarias que hoje conhecemos e apreciamos muito. Serviam-se delas para temperar a carne (Ez 24:10); para dar sabor agradável aos vinhos (Ct 8:2); para perfumar pessoas e camas (Et 2:12; Sl 45:8; Pv 7:17) e para preparar os mortos (2 Cr 16:14; Jr 34:5; Mc 16:1). O negócio das especiarias era cuidadosamente estimulado e protegido, sendo largamente sustentado da Arábia e ao longo da costa da palestina até ao Egito, (Gn 37:25), indo ainda mais adiante.

 

SPIRIT                                               ESPÍRITO

A palavra espírito é citada de diversas formas nas Escrituras Sagradas. Provavelmente o uso diga respeito a parte imaterial do ser humano; entidade sobrenatural ou imaginária; inteligência.

 

STEPHEN                                         ESTEVÃO

Grinalda ou coroa. Estevão foi o primeiro mártir cristão, tinha nome grego (At.6:8). A perseguição que foi feita contra ele foi movida pelos judeus que falavam o grego e por isso presume-se também que ele era um dos helenistas judeus que viera de fora. Foi homem notável; cheio de fé; revelou-se grande pregador dotado com o poder de curar e operar milagres. Sua atividade cristã provocou a primeira perseguição à igreja de Jerusalém (At 4:5). Os gregos estrangeiros das sinagogas acusaram Estevão de blasfemar contra Moisés e contra Deus e por dizer que Jesus haveria de destruir o templo e mudar as tradições deixadas por Moisés. Seu nome consta em primeiro lugar na lista de Sete diáconos escolhidos pela igreja de Jerusalém por sugestão dos apóstolos para presidirem a serviço dos pobres.

 

SUCCOTH                            SUCOTE

Barraca, cabana. Nome de um lugar ao oriente do Jordão (Jz 8:4; Gn.33:17) onde o patriarca Jacó quando voltava à  (Gn 37:25) Mesopotâmia edificou uma casa e levantou os pavilhões para os seus rebanhos.

Sucote estava no vale do Jordão (Sl 60:6; 108:7) perto de Sartã. Nos tempos de Gideão era importante cidade governada por setenta e sete anciãos.

 

SUN OF RIGHTEOUSNESS                      SOL DA JUSTIÇA   

Metaforicamente essa expressão caracteriza a Jesus Cristo, o Redentor.

 

SYNAGOGUE OF SATAN                  SINAGOGA DE SATANÁS

A perseguição que a igreja em Esmirna sofreu veio da religião, dos judeus incrédulos da sinagoga de Satanás (Ap 2:9). A difamação dos judaizantes para com a igreja era sua crítica maligna contra ela. Os judaizantes eram judeus na carne, mas não no espírito (Rm 2:28-29). O Senhor disse serem “sinagoga de Satanás” aqueles que se dizem judeus e não o são.

T

TAANACH                                         TAANAQUE

É hoje Taanaque, uma povoação na extremidade sudoeste da planície de Esdrelom, à distância de seis quilômetros do sul de Megido; era cidade real de Canaã, e foi conquistada por Josias. Depois disso ficou dentro do território de Issacar, mas foi cedida à meia tribo ocidental de Manassés, passando mais tarde aos coatitas; e por essa causa não foram expulsos os cananeus (Js 12:21). Foi lugar de reunião do exército de Sísera (Jz 5:19), fazendo parte posteriormente de um dos comissariados de Salomão (1Rs 4:12).

 

TABEEL                                            TABEAL

Provavelmente, Deus é bom. Peca e Rezim procuraram colocar no trono de Judá o “filho de Tabeel”, em lugar de Acaz (Is 7:6). É provável que a pessoa significada seja o próprio Peca; porquanto Tabeal, em virtude de uma troca de letras, que mais tarde usualmente se praticava entre os judeus, pode ler-se Remala (Remalias).

 

TABERNACLE                                 TABERNÁCULO

O tabernáculo, onde os israelitas realizavam o culto público, que ocorria quando andavam pelo deserto até o reinado de Salomão, não era apenas templo de Deus, mas também o palácio do rei invisível. Era “Sua santa habitação”, o lugar em que ele encontrava Seu povo, tendo com os israelitas, comunhão; era, pois o "tabernáculo da congregação”, isto é, o templo do encontro de Deus com o homem.  Tinha a forma de um retângulo, construído com tábuas de acácia, tendo 18 metros de comprimento e seis metros de largura. Eram as tábuas guarnecidas de ouro, e unidas por varas do mesmo metal, com a sua base de prata. Havia em volta ricos estofos e bordados custosos de várias cores (Êx 26:1-14). O lado oriental não era formado de tábuas, mas fechado por uma cortina de algodão suspensa de varões de prata, que eram sustentados por cinco colunas, cobertas de ouro. O interior achava-se dividido em duas partes por um véu ou cortina bordada com figuras de querubins e outros ornamentos (Êx 26:36-37). A construção do tabernáculo, com uma descrição das coisas que encerrava, acha-se narrada em Êxodo 25,26,27,36,37,38.

 

TABOR                                             TABOR

1. Jebel et – Tor; é um monte notável, isolado, em forma de cúpula, que abruptamente se ergue a nordeste da planície de Jezreel, com a altura de 400 metros, estendendo-se do seu topo a vista até grande distância (Sl 89:12).  Estava entre as tribos de Issacar e Zebulom (Js 19:22). Tabor foi o ponto de reunião das forças de Baraque (Jz 4:6-14), para a guerra contra Jabim e Sísera; foi teatro da mortandade dos filhos de Gideão (Jz 8:18); e centro de uma corrompida forma de religião, característica do reino do Norte (Os 5:1). Desde o terceiro século se diz que o monte Tabor foi o lugar onde se deu a Transfiguração; mas o nome do “alto monte” não o diz os Evangelhos, sendo mesmo provável que naquele tempo fosse o cume do Tabor habitado e em parte fortificado. 2. Cidade de Zebulom, sobre o monte Tabor, ou perto dele, a qual foi cedida aos filhos de Merari (Js 19:22; 1 Cr 6:77). 3. “Planície”, ou mais corretamente “carvalho” do Tabor, perto de Betel, no caminho que tomou Saul depois de ser ungido por Samuel (1 Sm 10:3).

 

TADMOR                                          TADMOR

Cidade de palmeiras. Hoje é Palmira, uma povoação que está situada a 192 quilômetros ao nordeste de damasco, num oásis, rico de água e de frutos, a meio caminho entre o Eufrates e o Orontes (1 Rs 9:18); diz-se, (2 Cr 8:4), que foi edificada por Salomão; e também no texto vulgar de (1 Rs 9:18); a verdadeira palavra é Tamar. Palmira estava vantajosamente colocada para o  seu comércio com babilônia. A cidade de Palmira continuou a ser habitada até a queda do império Romano. As suas ruínas são majestosas.

 

TAHPANHES                                   TAFNES

1. A clássica Daphnae, hoje Tell Defenneh, onde se tem encontrado vestígios de um grande campo de tropas; uma cidade importante no limite oriental do baixo Egito (Jr 2:16), para onde fugiram de Jerusalém o profeta Jeremias e outros, e onde ele profetizou a conquista do Egito por Nabucodonosor (Jr 46:14). Também Jeremias parece referir-se a mesma cidade. 2. Este também era o nome da rainha egípcia que recebeu a Hadade, o edomita, e lhe deu a sua irmã em casamento.

 

TALENTS                                         TALENTOS

É, no A.T., o maior peso hebraico para metais. Os antigos hebreus parece terem tido três diferentes talentos, provenientes da Assíria e da Mesopotâmia, onde havia três talentos diferentes. O talento peso “do rei” era igual ao peso padrão de 158 arráteis; o talento de ouro a 131 arráteis, 6000 libras esterlinas; o talento de prata a 117 arráteis, 400 libras esterlinas. A moeda, mencionada no N.T., é o talento grego, com o valor de, aproximadamente, 240 libras esterlinas. Aquela Quinta que o servo da parábola devia era, portanto, enorme, 2.400.000 libras esterlinas (Mt 18:24), iniciadas em 20 a.C. e finalizadas em 64 d.C.

 

TALMON                                            TALMOM

O chefe de uma família de porteiros do templo, depois da volta do cativeiro (1 Cr 9:17 ; Ne 11:19). Alguns voltaram com Zorobabel (Ed 2:42; Ne 7:45); e os seus descendentes se empregaram no mesmo ofício, nos dias de Neemias e Esdras (Ne 12:25).

 

TAMAR                                             TAMAR

Palmeira.  1. Foi mulher de Er e de Onã, sucessivamente, filhos de Judá, e mãe, por obra do próprio Judá, de Perez e Zerá, sendo pelo primeiro destes continuada a linha sagrada. Ela está entre os antepassados de Jesus Cristo (Gn 38:6-30; Mt 1:3). 2. Filha de Davi, a qual foi ultrajada pelo seu irmão Amnom, e vingada pelo seu irmão Absalão (2 Sm 13:1-32; 1 Cr 3:9). 3. Filha de Absalão, que provavelmente recebeu aquele nome em memória de Tamar, e que herdou a beleza de sua tia, como de seu pai (2 Sm 14:27 ). 4. Local da fronteira sudoeste de Judá (Ez 47:19; 48.28) e provavelmente (1 Rs 9:18).

 

TAMBOURINE                                 TAMBORIM

Ainda hoje, as mulheres do Oriente dançam ao som do tamborim, um tambor pequeno de fuste cilíndrico e alongado, com pele nas duas extremidades, percutido com uma só baqueta, encontramos a menção de tal instrumento em passagens bíblicas, como em (Êx 15:20; 2 Sm 6:5).

 

TARSUS                                           TARSO

A principal cidade de Cilícia, Ásia Menor, a terra natal e primitiva residência de Paulo (At 9:11-30;11:25). Era afamada pelo fato de ser um centro de educação sob o governo dos primeiros imperadores romanos, rivalizando a sua Universidade com a de Atenas e Alexandria. Era uma cidade livre pela boa vontade de Antônio; Pompeu e Júlio César. Antônio e Augusto conferiram a qualidade de cidadão romano a alguns de seus habitantes, entre eles, os antepassados de Paulo (At 22:28).

 

TEBETH                                           TEBETE

O décimo mês judaico, dezembro a janeiro. Talvez o mês lamacento, na Assíria (Et 2:16).

 

TEKOA                                             TECOA

Talvez signifique o ato de armar tendas, ou o soar das trombetas. É hoje Tukua, que fica 8 km ao sul de Belém, 11 km ao nordeste de Bete-Zur, num território de pastagem e montanhoso, que principia perto de Hebrom e se estende para o oriente, na direção do Mar Morto. O povo que vivia naqueles sítios eram, em sua maioria, pastores. Tecoa era formada por um grupo de tendas, para aonde voltavam os homens depois de seus afazeres, em ocasiões de folga e nas quais habitavam suas famílias durante a ausência de seus chefes.

 

TEL ASSAR                          TELASSAR

A Colina de Assar. (Um nome do Deus Merodaque, cujo templo era famoso em Telassar) é mencionada em (2 Rs 19:12), como uma cidade dos filhos do Éden, que tinha sido conquistada e habitada no tempo de Senaqueribe pelos assírios.

 

TEMA                                                TEMA

Terra do sul.  Filho de Ismael, tendo a tribo o seu nome e sendo o país ocupado pela gente que o formava (Gn 25:15). Teyma é ainda uma cidade bem conhecida do norte da Arábia, na estrada das caravanas de Damasco.

 

TEMPLE, THE                                   O TEMPLO

Edifício público destinado à divindade e ao culto religioso. A torre de Babel é a primeira construção mencionada na Bíblia que serviu de templo (Gn 11:1-9); Mas a palavra templo de Jerusalém nas escrituras quase sempre se refere ao templo de Jerusalém; situado no monte Moriá em Jerusalém , olhava para um ponto do Monte das Oliveiras, onde nascia o sol; era considerado o símbolo da presença de Deus entre o povo, o ponto de aproximação de uma nação a Deus. Foi construído pelo rei Salomão a partir de 967 a.C. era feito de mármore de três tons diferentes, enfeitado de ouro; assemelhava-se a uma montanha nevada brilhando ao sol, tal qual era a sua magnitude. O templo de Salomão foi saqueado pelas tropas de Nabucodonosor no ano 586 a.C. e conservou-se em ruínas durante o cativeiro da Babilônia. Após 50 anos, o imperador Ciro, permitiu a volta dos judeus para Jerusalém e estes construíram o segundo templo, sob o comando do rei Neemias. O segundo templo era muito inferior em sua suntuosidade ao de Salomão sendo, contudo, a magnificência da decoração e a riqueza de utensílios, não a simples grandeza que foram tomados em conta na sua apreciação. Porém, por volta do ano 65 a.C., Roma através de seu poderoso exército, liderado por Pompeu, cerca a cidade de Jerusalém e ao dirigir-se ao templo o profana, tomando-o ao julgo romano; para diminuir a revolta dos judeus, os romanos intitularam um novo rei, Herodes Antipas, dentre os príncipes dos macabeus, os quais reinavam anteriormente. Após sua morte, Herodes, (O Grande), seu filho, ganhou a afeição dos romanos, que foi colocado como rei da Judéia, mas para firmar sua posição, foi obrigado a tomar de assalto a cidade de Jerusalém e para ganhar popularidade entre os seus novos súditos, reedificou Herodes o templo profanado, sendo o mais grandioso dos três templos.

 

TEN COMMANDMENTS, THE      OS DEZ MANDAMENTOS

Os mandamentos estão escritos no livro de (Êx 20:3-17; Dt 5:6-21); as circunstâncias em que eles foram dados a Moisés acham-se descritas no Êx 19 a 24. Os dez mandamentos foram gravados em duas tábuas de pedra, e estas colocadas dentro da arca. São também chamadas as Tábuas do Testemunho, algumas vezes simplesmente “o testemunho”; é o testemunho da vontade de Deus para com os homens, é a própria Retidão, exigindo a retidão do homem (Êx 25:16; 31:18). Para se conhecer a maneira como devem ser compreendidos pelos cristãos é somente ver as palavras de Jesus Cristo em Mateus 5:21-32.

 

TEN DAYS OF TRIBULATIONTRIBULAÇÃO DE DEZ DIAS

O Senhor diz em Apocalipse 2:10 que a igreja sofreria tribulação de dez dias. Como um sinal, esses dez dias indicam profeticamente os dez períodos de perseguição que a igreja sofreu debaixo dos imperadores romanos, começando com César Nero na segunda metade do primeiro século, e terminando com Constantino, o Grande, na primeira metade do século quarto. Ainda que tenham sido severas, as perseguições instigadas pelo diabo por meio dos Césares romanos, os quais se esforçaram ao máximo para destruir e eliminar a igreja, eles foram incapazes de sub-julgá-la e eliminá-la.

 

TEN TRIBES, THE               AS DEZ TRIBOS

As dez tribos são as que formavam o reino do Norte, o reino de Israel,   as   quais, no ano  732 a.C., foram por Tiglate - Piliser levadas em cativeiro para a Assíria e para os países próximos do mar Cáspio. Muitas suposições se têm feito em relação à sua subseqüente história, mas a mais plausível teoria de que os israelitas das dez tribos foram absorvidos pelos povos entre os quais foram viver. Por outro lado, pode ser que tanto os israelitas, como os cativos de Judá e de Benjamim se uniram em seu cativeiro comum na Babilônia, e voltassem juntos como um só povo à Palestina em conseqüência dos editos publicados pelos reis da Pérsia.

 

TERAH                                              TERÁ

Pai de Abraaão, Naor e Harã, sendo ele, por meio destes personagens, o tronco dos israelitas, ismaelitas, midianitas, moabitas e amonitas (Gn 11:24).

 

TERTULLUS                                    TÉRTULO

Um orador que o sumo sacerdote e o sinédrio tomaram a seu serviço, para acusar o apóstolo Paulo em Cesaréia diante do procurador romano, Antônio Félix (At 24:1). Tértulo era de origem romana, ou pelo menos italiano, mas provavelmente discursavam grego, não em latim. Ele pertencia à classe dos oradores profissionais, havendo um grande número destes homens, espalhados por todo o Império, na esperança de acharem emprego nos tribunais da província.

 

THEATRE                                         TEATRO

Em Éfeso, a multidão, excitada contra S.Paulo pelo discurso de Demétrio, correu precipitadamente ao teatro com o fim de considerar o assunto; (At 19:29-31). A palavra tem ali a significação que se lhe dá, o lugar onde se representavam peças dramáticas, e que era, muitas vezes, usado para reuniões públicas.

 

THEOLOGY                          TEOLOGIA

Estudos das questões referentes ao conhecimento da divindade, de seus atributos e relações com o mundo e com os homens, e à verdade religiosa.

 

THEOPHILUS                                    TEÓFILO

Amigo de Deus.  A pessoa a quem Lucas dedica o seu evangelho e os Atos dos Apóstolos (Lc 1:3; At 1:1). Julga-se que ele tinha sido um gentio de alta categoria, que, sob a influência da pregação evangélica, veio para o Cristianismo. “Excelentíssimo” é, provavelmente, um título (At 23:26; 24:2; 26:25); foi usado no segundo século d.C. a respeito dos cavaleiros romanos.

 

THESSALONIANS              TESSALONISSENCES

Tessalonissenses, pessoas naturais de Tessalônica, cidade da Macêdonia, chamada em tempos mais antigos Termas “Banhos Quentes”, achava-se situada sobre o golfo termaico. Este foi o segundo lugar em que o evangelho foi pregado na Europa. Paulo, Silas e Timóteo chegaram pela primeira vez à cidade portuária de Tessalônica durante a sua segunda viagem missionária. O apóstolo Paulo escreveu duas epístolas aos tessalônicos.

 

THEUDAS                             TEUDAS

Talvez seja uma contração de Teodoro, o Dom de Deus; era o nome de um insurgente, que Gamaliel mencionou diante do Sinédrio (At 5:35- 39), quando os apóstolos, a quem tinham prendido, estavam sendo interrogados. Esse indivíduo apareceu à frente de 400 homens aproximadamente, procurando desencaminhar o povo com as suas falsas doutrinas e também realizar os seus desígnios pela violência. Ele fazia alto conceito de si próprio, mas por fim morto, sendo a sua gente dispersada e reduzida a nada. Josefo refere-se a um homem com o mesmo nome, que se revoltou, mas foi isso dez anos depois do discurso de Gamaliel. Não se sabe qual relação há entre os dois fatos, mas não há razão para pensar que seja Flávio Josefo mais digno de crédito do que Lucas.

 

THIMOTHY                           TIMÓTEO

Timóteo era filho de pai grego e de uma piedosa mãe judia chamada Eunice, esteve intimamente associado a Paulo a partir de sua segunda viagem missionária. Quando Paulo escreveu 1 Timóteo, provavelmente estava na Macedônia, a caminho de Nicópolis; mas Timóteo fora deixado em Éfeso, encarregado do trabalho na província da Ásia. Embora Paulo desejasse visitá-lo, esta carta orientava, Timóteo no exercício de suas responsabilidades pastorais.

O conteúdo principal das cartas é em relação a Timóteo pessoalmente, o tema da carta é “Combater o bom combate”. Em relação à igreja como um corpo, o tema é “a conduta na casa de Deus”. Assuntos importantes discutidos na epístola incluem a lei, a oração, ao traje e atividades das mulheres, qualificações para bispos e diáconos, os últimos dias, o cuidado para com as viúvas e o uso do dinheiro.

As duas cartas a Timóteo escritas por Paulo são chamadas “Epístolas Pastorais” porque contêm princípios para o cuidado pastoral das igrejas e as qualificações necessárias aos ministros.

 

THOMAS                                          TOMÉ

Gêmeo.  Tomé, chamado Dídimo, em grego (Jo 11:16; 20:24) era um dos doze apóstolos. A lealdade para com seu Mestre coexistia nele com uma certa incredulidade (Jo 14:5; 20:25). Diz uma lenda que Tomé foi pregar o evangelho “aos índios, aos chineses, e aos cusitas, e às ilhas de perto e de longe”. Os cristãos da igreja de S. Tomé sobre a Costa de Malabar consideram-no como o seu fundador.

 

THUNDER                            TROVÃO

Os hebreus interpretavam praticamente o trovão, dizendo ser a voz do Senhor (Jó 37:2; Sl 18:13). O trovão era para eles o símbolo do poder divino (Sl 29:3) e da vingança. Em certas ocasiões o trovão se manifestou como sinal ou instrumento da ira de Deus (Êx 9:23; 19:16; 1Sm 7:10; 12:18).  A expressão “filhos do trovão,” Boanerges, (Mc 3:17) parece ser usada em alguns países a respeito de gêmeos, mas não se sabe se esse fato tem alguma relação com o uso que Jesus faz dessa palavra.

 

THYATIRA                            TIATIRA

Esta cidade é hoje Akhissar situada entre a Líbia e a Mísia (estando estes territórios incluídos na província da Ásia). Em relação com essa cidade estava Lídia, a vendedora de artigos de púrpura em Filipos (At 16:14). Existiam muitas associações comerciais naquela cidade. Uma das cidades para as quais foram enviadas cartas por parte do apóstolo João, que estão registradas na Bíblia, no livro do Apocalipse.

 

TIBERIAS                                          TIBERÍADES

É hoje Tubariya. Cidade na praia ocidental do mar da Galiléia, dando o seu nome ao mar (Jo 6:1-23; Jo 21:1). Ainda conserva vestígios da sua antiga grandeza. A cidade foi edificada por Herodes Antipas, que lhe deu aquele nome em honra ao imperador Tibério, e a fez capital da Galiléia. Esse Herodes, o assassino de João Batista, residia em Tibérias, ficando assim explicado o fato de ele nunca ter visto Jesus, e observado qualquer milagre, pois parece que nunca o Salvador visitou aquela cidade. Tibérias era de um modo predominantemente uma cidade gentílica; e o trabalho de Jesus Cristo efetuava-se entre aquelas populações mais ao norte do lago, as quais eram inteiramente judaicas.

 

TIBERIUS                             TIBÉRIO

Tibério Cláudio Nero, o segundo imperador de Roma, sendo primeiramente imperante com Augusto desde o ano 11 até ao 14 da nossa era. Reinou depois independentemente, de 14 ao ano 37, de forma que a vida pública de Jesus Cristo e os primeiros acontecimentos da idade apostólica decorreram dentro dos limites da sua administração. Antes da sua ascensão ao trono imperial, ele distinguiu-se pelas suas qualidades de orador, guerreiro e estadista; mas quando imperador foi o seu governo manchado com os mais negros crimes e vícios. Provavelmente, o ano 15 d.C. do império de Tibério César (Lc 3:1), é o número de anos, partindo do ano 11. A cidade de Tibérias, edificada por Herodes Antipas, tomou o seu nome deste imperador.

 

TIGLATH-PILESER               TIGLATE-PILESER

Tiglate-Pileser foi rei da Assíria, o terceiro ou mais propriamente, o quarto rei com esse nome. O seu nome babilônico era Pul, e foi ele que Menaém, rei de Israel, pagou um certo tributo em 738 a.C. (2 Rs 15:19).

 

TIMNA                                               TIMNA

Sujeição. Concubina de Elifaz, filha de Esaú (Gn 36:12). É também o nome de uma cidade, que nos dias de hoje se chama Tibna, situada a 3 km ao ocidente de Ain Shems, perto do lugar onde o Wady Surar corre sobre a planície da Filístia; uma cidade da fronteira setentrional de Judá (Js 15:10).

 

TIRAS                                               TIRAS

O nome Tiras (Gn 10), talvez represente o rio Tiras, o primitivo nome dos quimerianos. É possível que o nome esteja em conexão com o nome de dois países, nas proximidades de carquemis, isto é, com Tarshkha e Tarshba (Gn 10: 2).

 

TIRHAKAH                           TIRACA

Reinou na Etiópia (de certo modo, o antigo Sudão Anglo-Egípcio) e no Egito (691 a 665 a.C.). Quando Senaqueribe, imperador da Assíria, em 701 a.C., estava fazendo guerra a Ezequias, ouviu falar na marcha de Tiraca (que parece ter sido chamado em auxílio do que era então rei do Egito), para o combater; e mandou então, pela segunda vez, intimar o rei de Judá a que entregasse Jerusalém (2 Rs 19:9 ; Is 37:9).

 

TIRZAH                                             TIRZA

Prazer, beleza. 1. A mais nova das cinco filhas de Zelofeade. Como este israelita não tivesse filhos, mas somente filhas, fez-se uma lei, em virtude da qual, morrendo um homem sem descendência de sexo masculino, passariam os bens para as suas filhas (Nm 26:33; 27:1; 36:11; Js 17:3). 2. Cidade real de Canaã, conquistada por Josué (Js 12:24); foi residência de alguns reis de Israel, Jeroboão, Baasa, Elá, Zinri e Onri; lugar da sepultura de Baasa e Zinri (1 Rs 14:17; 15:21-33; 16:6-23); e teatro da conspiração de Manaém contra Salum (2 Rs 15:14-16). Era afamada sua beleza (Ct 6:4). Hoje talvez seja Teiasir.

 

TISHBITE                                         TESBITA

O tesbita, a bem conhecida designação de Elias (1Rs 17:1). Crê-se que a referência é a Tisbé de Naftali, ou a Tisbi ou  Tesebe de Gileade.

 

TITUS                                    TITO

1. Décimo imperador romano, filho de Vespasiano ao qual foi enviado à Palestina para sufocar a revolta dos judeus, sendo acompanhado por Tito, a destruição que ocorreu em Jerusalém no ano de 70 a.D. foi o cumprimento da profecia do Senhor em Lucas 21. Em sua última visita a Jerusalém, o Senhor profetizou aos seus discípulos que Jerusalém seria destruída e que o templo seria demolido, sem que uma pedra deixasse sobre a outra. Essa profecia foi cumprida em menos de 40 anos após a morte do Senhor, Tito era uma sombra do príncipe vindouro, a saber, o anticristo (Ap 11:7; 17:8). A destruição de Jerusalém sob Tito foi simplesmente uma sombra da destruição vindoura. 2. Tito, amigo e companheiro de confiança de Paulo. Era grego de nascimento e foi convertido ao Cristianismo por influência daquele apóstolo, que lhe chamava seu “verdadeiro filho, segundo a fé comum”. Tito e outros dois irmãos levaram a carta que denominamos 2 Coríntios para Corinto e instou com os corintos a que cumprissem sua promessa de fazer uma contribuição para os cristãos pobres de Jerusalém.

 

TOB                                       TOBE

Bom. É hoje Taiyibeh, em Basã do sul. A terra de Tobe era um território ao oriente de Gileade, onde Jefté se refugiou quando foi expulso de casa pelos seus meio-irmãos (Jz 11:2), e onde permaneceu à frente de um bando de aventureiros, até que foram buscar aquele sítio os anciãos de Gileade. É ainda mencionado em (2 Sm 10:6-8), como sendo um dos pequenos estados aramaicos, que auxiliaram os amonitas na sua grande luta com Davi.

 

TOPAZ                                              TOPÁZIO

Pedra preciosa transparente, de cor áurea. Diz Hilário que ela excede e brilho as outras pedras, como o ouro os diversos metais. Tinha fama o topázio de cuxe; e uma ilha do mar Vermelho era chamada ilha do Topázio (Êx 28:17; Jó 28:19;  Ez 28:13; Ap 21:20). As descrições no Apocalipse acham-se em íntima conexão com as do Êxodo e de Ezequiel. O topázio era uma pedra que brilhava no peitoral do sumo sacerdote; semelhantemente adornava as vestes do rei de Tiro; e luzia nos fundamentos da Jerusalém Celestial.

 

TOPHETH                             TOFETE

Lugar da chama. Lugar do vale de Hinom, talvez na sua junção com o vale de Cedrom. Crê-se ter sido primeiramente um lugar de especial beleza, mas foi depois corrompido com o culto aos ídolos, fazendo-se ali, sacrifícios a Baal, e a Moloque, deus do fogo. Josias o “tornou impuro”, isto é, derrubou os seus altares e os lugares altos, convertendo-o num receptáculo para toda a imundícia de Jerusalém. Em Jeremias (7:32; 19:6) se declara que Tofete e o vale do filho de Hinom haviam de receber o nome de “Vale da matança”. Em conformidade com essas palavras sabe-se que alí ocorreu em regatos o sangue de diferentes povos, o dos romanos, dos persas, dos judeus, dos gregos, dos cruzados e dos maometanos (2 Rs 23:10).

 

TOU                                       TÓI

Rei de hamate sobre o orontes. Era inimigo de Hadadezer, rei da Síria, e quando este último foi derrotado pelo exército de Davi, mandou Tói o seu filho Jorão levar ao conquistador presentes de ouro, de prata, e de bronze (2 Sm 8:9-10). Pode ser que Tói quisesse desviar por aquele em meio a hostilidade de Davi. O seu nome é Toú (1 Cr 18:9-10).

 

TOWER                                             TORRE

Além daquelas torres que faziam parte das fortificações das muralhas, havia, também, nas terras planas, torres onde podiam alojar-se os guardadores de gado, vigiando dali os seus rebanhos e manadas, e defendendo-os dos ataques das feras e dos roubos dos homens.

 

TRANSFIGURATION, THE            TRANSFIGURAÇÃO, A

A transfiguração de Jesus Cristo realizou-se, provavelmente, nas rampas do Hermon. Acha-se descrita em (Mt 17:1-8; Mc 9:2-8; Lc 9:28-36 ). Pedro, que estava presente, faz referência ao acontecimento em (2 Pd 1:16-18). A cena representava, por antecipação, a gloriosa vinda de Cristo, e indicava pela presença de Moisés e de Elias que estava cumprindo o Velho Testamento.

 

TREE OF LIFE                                 ÁRVORE DA VIDA

A palavra usada para árvore em Apocalipse 2:7 e 1Pedro 2:24 é madeira no grego, não a palavra geralmente usada para a árvore. Na Bíblia, “a árvore da vida” sempre se refere a Cristo como a corporificação de todas as riquezas de Deus (Cl 2:9); para nosso alimento, (Gn 2:9; 3:22; 24; Ap 22:2-14,19). Aqui refere-se ao Cristo crucificado implícito na árvore como um pedaço de madeira (1 Pe 2:24); e ressurreto  (implícito na vida Jo 11:25); que está na igreja hoje, a consumação da qual será a Nova Jerusalém onde Cristo crucificado e ressurreto será a árvore da vida para o desfrute de todo o povo redimido de Deus pela eternidade (Ap 22:2-14).

 

TROAS                                             TRÔADE

É hoje, Eski-Stamboul: um porto de mar na Mísia, o principal ponto de embarque e da chegada de passageiros entre a Ásia Ocidental e Macedônia. Foi desse lugar que Paulo em duas ocasiões navegou para Filipos, voltando outra vez ali (At 16:8-11; 20:5-6; 2 Co 2:12). Foi em Trôade que Paulo levantou da morte Éutico, durante um discurso que se tinha prolongado até a meia-noite.

 

TROPHIMUS                                    TRÓFIMO

Um nativo de Éfeso. Ele viajou com Paulo, na sua terceira jornada missionária, desde a Macedônia até Jerusalém. Era gentio, e espalhou-se a falsa notícia de que Paulo o havia introduzido no templo. E eis a origem de um tumulto, no qual foi preso Paulo, e de que resultou, afinal a sua viagem a Roma (At 20:4; 21:29). Paulo escrevendo de Roma, diz em (2Tm 4:20), que tinha deixado Trófimo doente, em Mileto, perto de Éfeso. Isto, certamente, não foi um incidente da primeira viagem a Roma. Mileto fica bem oitenta quilômetros ao norte de Cnido.

 

TURBAN                                            TURBANTE

Turbante, toucado. A tiara, ou turbante, que os simples sacerdotes usavam, constava de várias tiaras de pano de linho em volta da cabeça, de forma a parecer uma coroa. O turbante estava inteiramente coberto com outra peça de linho, que chegava a cobrir a fronte (Ex 28:40). A tiara do sumo sacerdote não fazia muita diferença da dos sacerdotes (Êx 39:28; Ez 44:18).

 

TYCHICUS                            TÍQUICO

Indivíduo natural da província da Ásia, não sendo provavelmente de Éfeso, nem certamente de Colossos (At 20:4). Foi companheiro e cooperador de Paulo.

 

TYRE                                     TIRO

É hoje Es-Sur, uma pobre povoação. Foi, em tempos antigos, uma fortificada cidade da Fenícia, situada sobre uma península rochosa, primitivamente uma ilha da parte oriental do mediterrâneo, colonizada pela gente de Sidom (Is 23:2-12; Gn 10:15). Foi cedida à tribo de Aser, e ocupada, não tendo sido expulsos os seus habitantes (Js 19:29; Jz 1:31-32; 2Sm 24:7). Tiro forneceu materiais e artífices para Davi construir o seu palácio e Salomão o templo (2 Sm 5:11; 1 Rs 5:7-13,14; 9:11-14) A cidade da Tiro alcançou  grande poder e esplendor. Cerca de 150 anos depois da edificação do templo de Salomão, estabeleceu a grande colônia de Cartago; assenhorou-se da ilha de Chipre, que continha preciosas minas de cobre; e exerceu domínio sobre Sidom. Foi cercada por Salmaneser, mas sem resultado (Ez 27). O cerco posto por Nabucodonosor durou treze anos, seguindo-se uma pequena sujeição ao império de Babilônia, ou uma aliança com aquela potência (Ez 29:18-20). Tiro também forneceu os materiais para o segundo templo. Tiro era uma monarquia e não república, sendo diferente de algumas cidades de sua época. Continuou como monarquia até a perda de sua independência. Até o fim do século décimo-terceiro de nossa era, a cidade de Tiro, tendo sobrevivido as quedas dos impérios da Macedônia e de Roma, foi uma grande cidade comparada com a qual era Roma da data recente. Tiro perdeu a sua qualidade de ilha, quando foi cercada por Alexandre Magno, edificando esse rei um molhe, que pôs a cidade em comunicação com o continente. O molhe foi alargado pelos depósitos de areia, e agora a língua de terra tem de largura uns quinhentos metros.

 

U

UCAL                                     UCAL

Eu sou forte. Um dos dois homens a quem Agur se dirigiu (Pv 30:1).

 

UEL                                                   UEL

Vontade de Deus. Um dos que tinham mulher estrangeira (Ed 10:34).

 

ULAI                                      ULAI

Rio perto de Susa, e teatro de algumas visões de Daniel (Dn 8:2 a 16). O Ulai, a que os gregos chamam “Eulaeus”, corria para o Eufrates, um pouco abaixo do sítio em que este rio faz a sua junção com o Tigre. O seu nome moderno é Kerkhah.

 

ULAM                                                ULÃO

Frente. 1. Um descendente e manasses (1 Cr 7:16). Pai de homens valentes da tribo de Benjamim (1 Cr 8:40).

 

ULLA                                     ULA

Jugo. Um descendente de Aser. (1 Cr 7:39).

 

 

UMMAH                                            UMÁ

Conjunção. Uma cidade da herança de Aser (Js 19:30).

 

UNICORN                                         UNICÓRNIO

Boi selvagem.  Qualquer animal que só tem um corno, como o rinoceronte (Is 34:7). O rinoceronte da Bíblia tem dois (Dt 33.17); era dotado de grande força (Nm 23:22; 24:8), mas indomável ao jugo e inútil para auxiliar o homem nos trabalhos agrícolas (Jó 39: 9-12). Quando novo era alegre (Sl 29:6) e não domesticável como o búfalo (Nm 23:22).

 

UNNI                                      UNI

Aflito. 1. Um músico levita nomeado para serviços no Tabernáculo (1Cr 15:18). 2. Outro levita que ajudava na música do Templo (Ne 12:9).

 

UPHAZ                                              UFAZ

Nome de um lugar onde se ia buscar ouro (Jr 10:9; Dn 10:5).

 

UR OF THE CHALDEES     UR DOS CALDEUS

A terra de que saíram Terá e Abraão para ir a Harã, (Gn 11:28,31; 15:7; Ne 9:7). A identificação mais geralmente aceita é que Ur era a atual Tell elMuqayyar no rio Eufrates. Escavações recentes, das suas ruínas forneceram muitas informações sobre a marcha da civilização desde o inicio. A cultura de Ur antecipava a do Egito, da Assíria, da Fenícia e a da Grécia.

 

URIEL                                    URIEL

Deus é luz 1. Um chefe coatita designado para levar a arca, desde a casa de Obede-Odom, (1 Cr 15:5-11).  2. Um gibeonita, pai de uma das mulheres de Roboão (2 Cr 13:2).

 

USURY                                              USURA

Juro de um capital. Juro de dinheiro, que se emprestou. Entre os israelitas empréstimos comerciais eram quase desconhecidos. Devia-se emprestar aos seus irmãos sem juros, mas não ao estrangeiro (Êx 22:25; Dt 23:20). Um bom israelita não emprestava seu dinheiro com juros (Sl 15:5). Um que era culpado de receber juros caía na pobreza (Pv 28:8). Era comum no tempo de Cristo, emprestar com juros (Mt 25:27; Lc 19:23).

 

UZZIAH                                             UZIAS

Jeová é a minha força. Um filho de Amazias e rei de Judá, conhecido também pelo nome de Azarias, (2 Rs 15:1-13).

 

V

VAIL                                                   VÉU

O véu é ainda, uma particularidade o vestuário da mulher, no Oriente. Rebeca cobriu o rosto quando, pela primeira vez, viu Isaque (Gn 24:65). Moisés velou a sua face quando desceu do monte e falou ao povo (Ex 34:33-35), usando, provavelmente, a sua capa para esse fim.

 

VAINGLORY                         VANGLÓRIA

Presunção infundada; ostentação; vaidade. “Não nos deixemos possuir de vaidade” (Gn 5:26); “Nada façais por... vaidade” (Fp 2:3).

 

VALLEY                                            VALE

Planície ou depressão entre montes. A Palestina é um território de montes e vales, e por isso encontramos muitas povoações com o nome de vale ou da serra, onde foram fundadas. Em alguns sítios o vale representa o Sefelá, ou terra baixa, que é o território ondulado. Fica entre a região montanhosa e a planície marítima. (Js 9:1; 10:40; 1 Rs 10:27).

 

VALLEY OF BERACHAH                           VALE DA BÊNÇÃO

Foi o lugar em que o rei Josafá deu louvores a Deus (2 Cr 20:26).

 

VALLEY OF JEHASHAPHAT                    VALE DE JOSAFÁ

O grande lagar será o julgamento no vale de Josafá (Jl 3:9-16). O terceiro capítulo de Joel diz-nos claramente que o Senhor ajuntará todos os exércitos das nações no vale de Josafá (também chamado ou Cedrom), que é ligado pelo vale do Hinom e que está entre Jerusalém e o monte das Oliveiras. Nos tempos antigos, as pessoas enterravam lá coisas sujas. O rei asa, de Judá, queimou ali os ídolos de sua mãe (1 Rs 15:13). Daí coisas inundas e idólatras eram enterradas nesse vale.

 

VALLEY OF VISION            VALE DA VISÃO

Em Isaias 22:1-5 a frase é ininteligível, mas deve referir-se à Jerusalém. Sendo assim, chama-se à cidade de Jerusalém um “vale”, porque, embora edificada sobre montes, era dominada por alturas circunjacentes ainda maiores, com vales entre elas; ou talvez porque um vale é uma depressão solitária e tranqüila, no meio de montanhas. O vale da Visão era como que um lugar onde se manifestava a presença de Deus.

 

VALLEY OF SALT               VALE DO SAL

Um sítio na vizinhança de Petra (Sela), onde Davi e Amazias derrotaram e mataram grande número de edomitas (2 Sm 8:13; 2 Rs 14:7; 1Cr 18:12).

 

VANITY                                             VAIDADE

Qualidade de ser vão, inútil, sem solidez, sem duração, ilusório. “Até quando... amareis a vaidade” (Sl 4:2), “Todo homem... é pura vaidade” (Sl 39:5), “Não mais andeis ... na vaidade dos seus próprios pensamentos” (Ef 4: 17).

 

VASTHI                                             VASTI

Palavra persa, a mais excelente: A rainha que o rei Assuero (Xerxes) depôs, elevando depôs Ester à alta posição de sua esposa (Et 1:9-19; 2 1-17).

 

VAU                                                   VAU

Sexta letra do alfabeto hebraico. Emprega-se para marcar a sexta secção do Salmo 119, e no início de cada linha do v. da mesma secção. Em diversas fases do desenvolvimento do alfabeto hebreu veio a assemelhar-se com outras letras do mesmo alfabeto. No túmulo de Tiago, já um século antes de Cristo, vau e zain distinguiam-se uma da outra com muita dificuldade. O jod somente se conhecia por um pequeno ângulo na extremidade superior.

 

 

 

VEIN                                                  VEIO

1. Tira de terra ou de rocha que se distingue da que a ladeia pela natureza ou pela cor. 2. Parte da mina onde está o mineral (Jó 28:1). Há veio donde se extrai a prata.

 

VENGEANCE                                   VINGANÇA

Ato de punir uma ofensa. “A mim me pertence a vingança...” (Dt 32:35; Rm 12:19; Hb 10:30). O dia da vingança do Senhor...” (Is 34:8)”;...a vingança vem, a retribuição de Deus...” (Is 35:4); “... pôs sobre si a vestidura da vingança...”, (Is 59:17)”; O dia da vingança me estava no coração...” (Is 63:4).

 

VILE                                       INFAME

Que tem má fama, miserável, desprezível. “Pelo que Deus os entregou às paixões infames...” (Rm 1:26).

 

VINEYARD                            VINHA

Terreno onde crescem videiras. “Noé... Passou a plantar uma vinha.” (Gn 9:20); “Não rebuscarás a tua vinha...” (Lv 19:10).

 

VIOL                                      ALAÚDE

Antigo instrumento de origem oriental e cordas dedilháveis, viola  (Is 5:12; Am 6:5).

 

VISION                                              VISÃO

Este termo é empregado tanto no A.T., como no N.T., no sentido duma manifestação, ou por sonho, ou de outra maneira, pela qual vem ao homem uma mensagem divina, como aconteceu com Abraão (Gn 15:1), com Jacó (Gn 28:12), etc.

 

VOICE                                               VOZ

Em Apocalipse 1:15 diz que a voz de Deus é “como a voz de muitas águas” um som tumultuoso, é o som da voz de Deus onipotente, (Ez 1:24; 43:2).

 

VOLUME                                          LIVRO / ROLO

Um livro dos tempos antigos. Constava de uma simples tira de papiro ou de pergaminho, que usualmente se conservava enrolado em duas varas e se desenrolava a fim de lê-lo. “Toma o rolo de um livro e escreve nele...” (Jr 36: 2, 32).

 

VOMIT                                               VÔMITO

Ato ou efeito de expelir pela boca (substâncias que já estavam no estômago). “Como o cão que torna ao seu vômito, assim é o tolo que reitera a sua estultícia.”  (Pv 26:11); “Porque todas as suas mesas estão cheias de vômitos e de imundícia...” (Is 28:8).

 

VOW                                                  VOTO

Uma promessa em termos solenes, voluntária, feita a Deus por uma pessoa, que se obriga a realizar um ato para promover a Sua glória, ou a obster-se de qualquer ato com o mesmo fim em vista. Na dispensação do AT. os votos eram atos comuns (Nm 3; Jz 11). Na lei estava estabelecido um preço de resgate por votos, com respeito a coisas oferecidas, ou a pessoas consagradas (Lv 27). Havia votos voluntários (Dt 23:22); e também obrigatórios (Nm 30:2, 4, 7, 11, 12). A violação de votos era castigada (1Sm 14:24, 39).

W

WASHPOT                            VASO

Os hebreus tinham muitas formas desse objeto. Além do simples vaso de barro ou de metal, havia a panela para cozer carne (Êx 16:3). Outras vezes trata-se duma grande bacia, também empregada para lavar (Sl 60:8). Outra palavra traduzida por vaso, era o cheres, que se usava para cozer qualquer coisa em fogo lento (Ez 4:9).

 

WATERFLOOD                                CORRENTE DAS ÁGUAS

Voragem, redemoinho no mar. “Não me leve à corrente das águas e não me sorva o abismo...” (Sl 69:15).

 

WEEP, TO                                        CHORAR

Derramar lágrimas; exprimir tristeza. “Não se podiam discernir as vozes de alegria das vozes do choro” (Ed 3:13). “Ao anoitecer pode vir o choro” (Sl 30:5). “Ali haverá choro e ranger de dentes.” (Mt 8:12; 13:42; 22:13).

 

WHELP                                             FILHOTE

Cria de animal. “Judá é um leãozinho...” (Gn  49:9); “Encontre-se com o homem a ursa a qual roubaram os filhos, mas não o louco na sua estultícia.” (Pv 17:12).

 

WHITE HAIRS                                  CABELOS BRANCOS

Cabelos brancos são sinal de idade avançada. Os cabelos pretos com o qual o Senhor é retratado em Cantares 5:11, exprimem sua força que é inextinguível e indeterminável. Em Apocalipse 1:14 diz que “Sua cabeça e cabelos eram brancos como alva lã, como neve”. A sua ancianidade provém de sua natureza. A neve é branca porque vem dos céus e não contém sujeira ou manchas terrenas. A lã não se torna branca; ela nasce branca e sua brancura advém de sua natureza. Por isso, a lã branca em Apocalipse 1:14 e em (Dn 7:9) significa que a ancianidade de Cristo advém da sua natureza e não do seu envelhecimento.

 

WHITE STONES                  PEDRAS BRANCAS

Uma pedra na Bíblia significa material para a edificação de Deus. O homem não foi feito de pedra, mas de pó (Em 2:7). Em certo sentido, o homem é apenas barro, e Romanos 9 revela que homem é simplesmente um vaso de barro. Entretanto, quando o Senhor encontrou Simão Pedro pela primeira vez, imediatamente mudou o seu nome de Simão para Cefas, que significava “uma pedra” (Jo 1:42). Veja o sonho de Jacó em Gn 28. Quando acordou do sonho, ele tomou a pedra que havia usado como travesseiro e chamou-a de a casa de Deus. Em 1 Coríntios 3, Paulo revela que pedras preciosas devem ser usadas para a edificação da igreja, e em Apocalipse 21 vemos que pedras preciosas são materiais na Nova Jerusalém. Quando colocamos todos esses versículos juntos, vemos que uma pedra representa uma pessoa transformada. Não podemos compreender um versículo como (Ap 2:17) por si só; devemos considerá-lo no contexto de toda a Bíblia. O Senhor promete ao vencedor que lhe daria uma pedrinha branca.

 

WICKED                                 INÍQUO

O anti Cristo será também conhecido como o homem da iniqüidade, é chamado de “O iníquo” (2 Ts 2:8).

 

WIFE                                      ESPOSA

A posição da mulher casada, numa família hebraica era instável em razão da poligamia. A esterilidade de sua mulher levava o homem a procurar outra companheira para obter posteridade; e a esposa também podia induzir o marido a aceitar uma concubina que ela escolhesse, considerando depois como os seus próprios filhos dessa mulher (Gn 16: 2; 30:3,9).

 

 

WILD BOAR                         JAVALI

A palavra hebraica aparece no Salmo 80:13, na significação de porco montês ou javali. Em outras passagens trata-se do porco doméstico. O javali tem existido sempre em abundância na Palestina, e geralmente vive no Oriente.

 

 WINEPRESS                                   LAGAR DE VINHO

Cada vinho tinha seu próprio lagar, que de modo geral era uma cisterna feita de rocha, com cerca de 2,40m de comprimento por 1,50m de largura. Tinha em baixo uma abertura, de onde corria o mosto para uma cuba que ficava mais baixa. Essas duas partes s distinguem claramente em Jl 3:13. Toda a adega tinha uma cobertura de colmo, de cujos barrotes estavam suspensos por cordas, nas quais seguravam os operários, que  pisavam as uvas, que dos cestos eram lançados para os balseiros. O trabalho de pisar as uvas era violento mas dava alegria aos trabalhadores, que no seu labor iam cantando, havendo também o toque de instrumentos musicais (Is 16:9; Jr 25:30; 48:32, 33). Em sentido figurado, a vindima o rabisco e o pisar das uvas significavam fortes batalhas e grandes violências (Is 17:6; 63:1-3; Jr 49:9; Lm 1:15).

 

WINEPRESS, THE GREAT                                    O GRANDE LAGAR

O grande lagar será pisado por Cristo (Js 63:16; Ap 14:19, 20). Esse pisar do lagar será o julgamento de Senhor Jesus exercido sobre o anticristo e todas as suas forças. Exércitos do norte, do ocidente e do oriente serão juntados como uvas vindimadas num lagar. O sangue que sairá do lagar formará um rio de mil e seiscentos estádios (cerca de 296 Km). Esta é a distância de Bozra (Js 63:1) a Megido (Ap 16:16). Esse rio de sangue será tão alto que o atingirá os freios dos cavalos e até as vestes de Cristo serão manchadas com esse sangue.

 

WISDOM                                           SABEDORIA, CIÊNCIA

A capacidade de julgar corretamente e agir prudentemente. O temor do Senhor é o princípio do saber (Pv 1:7).

 

WISE                                      SÁBIO

Que sabe muito; erudito; homem prudente, sensato”. Escolha Faraó um homem ajuizado e sábio, e o ponha sobre ... Egito” (Gn 41:33). “Perante os olhos dos povos... este povo é gente sábia” (Dt 4:6).

 

WOLF                                    LOBO

Mamífero carnívoro, o mais feroz da família dos canídeos, semelhante a um cão grande e forte. Na Terra Santa, não se reúnem em alcatéias como nos países frios. Como símile da ferocidade (Gn 49:27; Ez 22:27).

 

WOMANSERVANT              SERVA

Pessoa de serviço, que está às ordens de alguém para o ajudar, criada da casa. “Hagar egípcia, serva de Sara” (Gn 25:12). Contemplou na humildade da sua serva” (Lc 1:48).

 

WORDS                                            PALAVRAS

Em Apocalipse 16, é nos dito que “da boca saía-lhe uma afiada espada de dois gumes”. Em Cantares 5.16 “o seu falar é muito doce”, e nos Evangelhos “palavra da graça” procediam da sua boca (Lc 4:22); mas aqui “da boca saía-lhe uma afiada espada de dois gumes”. Essa palavra de Deus que discerne, que julga que “mata” (Hb 4:12; Ef 6:17). As “palavras de graça” são para o seu suprimento de graça aos seus favorecidos, ao passo que “a afiada espada de dois gumes” é para o seu tratamento com as pessoas e coisas negativas.

 

WORK                                               TRABALHO

Serviço, esforço. “Qual é o vosso trabalho?” (Gn 46:33).

 

WORSHIP                                         ADORACÃO

1. Respeito e honra que se prostram a uma pessoa de distinção (Lc 14:10). Neste sentido a palavra adoração é obsoleta. Culto ou veneração que se presta à divindade. 2. A maneira (Êx 4:31; 34:8; Lv 10:3). Somente a Deus (Êx 20:1-5; Dt 6:13; Mt 4:10).  Deus procura à adoradores (Jo 4:23).

 

WRATH OF GOD                IRA DE DEUS

A atitude de Deus para com o pecado e o pecador apresenta-se como sendo de ira (Êx 22:24; Sl; 21:9). Usa-se a frase a respeito das distintas manifestações dos retos juízos de Deus (Rm 1:18; 3:5); especialmente em relação à “ira vindoura” (Mt 3:7; Lc 3:7; 1Ts 1:10). Os homens, por motivo da sua pecaminosa natureza, são “filhos da ira” (Ef 2:3).

 

X

XERXES                                            XERXES

Rei da Pérsia de 485 a 465 a.C. Era filho de  Dario I.

 

Y

YOKE                                    JUGO

Canga, pequena barra de madeira com duas curvaturas na parte inferior destinadas a receber os pescoços dos bois, empregados em puxar os carros ou os arados no campo (Nm 19:2). Dois bois, jungidos à mesma canga, fazem uma junta (1 Rs 19:19). Por analogia, chama-se jugo as obrigações pesadas impostas sobre alguém (1 Rs 12:4; Mt 11:30; At 15:10).

 

YOUNG                                             JOVEM

Aquele que está na juventude. “...tomou conselho com os jovens...” (1 Rs 12;8); “O ornato dos jovens é a sua força...” (Pv 20:29).

 

YOUTH                                             MOCIDADE

O período de vida entre a infância e a idade madura. “...É mau o desígnio íntimo do homem desde a sua mocidade...” (Gn 8: 21). “... temo ao Senhor desde a minha mocidade”.(1 Rs 18: 12); “Lembra-te do teu Criador nos dias da tua mocidade...” (Ec 12: 1).

 

Z

ZACCHAEUS                                   ZAQUEU

Puro. Homem rico de Jericó. Judeu e coletor das rendas do governo romano. Converteu-se em  discípulo de Jesus após subir em uma árvore para ver Jesus passar. Era um homem de baixa estatura (Lc 19: 1-10).

 

ZARTHAN                                        ZARETÃ

O lugar onde foram fundidos os vasos de bronze para o Templo de Salomão (1 Rs 7:46).

 

ZEAL                                     ZELO

Dedicação ardente. Desvelo, cuidado. “... o zelo de Jeú para com o Senhor...” (2 Rs 10: 16); “... o zelo do Senhor fará isto.” (2 Rs 19: 31); “... o seu zelo tem estimulado a muitíssimos.” (2 Co 9: 2).

 

ZEALOUS                                         ZELOSO

Cuidadoso; pontual e diligente. “...Sou Deus zeloso...” (Ez 20:5; 34:14); “... sê zeloso...” (Ap 3:19).

 

ZECHARIAH                         ZACARIAS

Jeová se lembra. 1. Um dos doze profetas menores (Ed 5:1). 2. Filho de Jeroboão, rei de Israel (2 Rs 15:8).

 

ZECHARIAH, THE BOOK OF                    ZACARIAS, O LIVRO DE

O penúltimo dos doze profetas menores. Zacarias, bem como Ageu, foi um profeta aos restantes que voltaram do exílio, depois dos 70 anos.

 

ZEDAD                                              ZEDADE

Uma cidade na fronteira setentrional da Palestina (Nm 34:8).

 

ZELAH                                              ZELA

Riba. Nome de uma cidade que tocou em partilha à tribo de Benjamim (Js 18:28). Nela se encontra o sepulcro de Quis e onde descansam os ossos de Saul e de Jônatas (2 Sm 21:14).

 

ZENAS                                              ZENAS

Um intérprete da lei judaica (Tt 3:13). Antes da sua conversão, era “doutor da lei”.

 

ZEPHANIAH                                     SOFONIAS

Deus escondeu-se. Profeta, de nobre estirpe  (So 1:1). 2. Outros com o nome Sofonias  (Jr 21:1; 2 Rs 25:18).

 

ZEPHANIAH, THE BOOK               SOFONIAS, LIVRO DE

O nono dos profetas menores. O autor: Sofonias. (So 1:1). Profetizava no tempo do reinado do rei Josias (So 1:1); antes da queda de Nínive (So 2:13). Parece um dos pioneiros do avivamento, no reinado de Josias, narrado em 2 Reis 22.

 

ZERAH                                              ZERÁ

Crepúsculo. 1. Um filho de Judá (Gn 46:12). Chefe da família dos zeraítas (Nm 26:20). 2. Edomitas (Gn 36:13, 33). 3. Levitas: (1 Cr 6:21, 41). 4. O etíope (2 Cr 14:9).

 

ZIA                                                     ZIA

Terror. Nome de um gadita, talvez chefe de uma família (1 Cr 5:13).

 

ZIF                                                     ZIVE

O segundo mês do ano sagrado (1 Rs 6:1, 37) corresponde aos meses abril e maio.

 

ZIOR                                      ZIOR

Pequenez. Uma cidade nas montanhas de Judá (Js 15:54).

 

ZIPH                                                  ZIFE

Nome de uma cidade no extremo sul de Judá (Js 15:24).

 

ZIPPOR                                             ZIPOR

Passarinho. O pai de Balaque, rei dos moabitas (Nm 22:2).

 

ZIPPORAH                            ZÍPORA

Passarinho. A filha de Reuel ou Jetro, o sacerdote de Mídia. Casou com Moisés e foi mãe de Gérson e Eliézer (Êx 2:21; 18:2-4).

 

ZIZ                                                     ZIZ

Uma flor. Uma ladeira acima de Engadi, por onde foram os amonitas e os moabitas para pelejar contra Josafá (2 Cr 20:16).

 

ZIZA                                                   ZIZÃ

Fertilidade. Um filho do rei Roboão (2 Cr 11:20).

 

ZOAN                                                ZOÃ

Uma antiqüíssima cidade do baixo Egito e umas das principais residências dos faraós. Foi edificada sete anos antes de Hebrom, que já existia no tempo de Abraão (Nm 13:22).

 

ZOAR                                    ZOAR

Pequeno. Uma das cidades da planície (Gn 13:10; 14:2). Poupada na destruição de Sodoma e Gomorra (Gn 19:22).

 

ZOBAH                                             ZOBA

Um pequeno reino da Síria, que se estendia ao norte de Damasco e para o oriente de Hamate, até o Eufrates. Foi hostil a Saul, a Davi e a Salomão; era a pátria de um dos valentes de Davi (1 Sm 14:47).

 

ZOBEBAH                            ZOBEBA

Movimento brando. Um descendente de Judá, (1 Cr 4:8).

 

ZOHELETH                          ZOELETE

Réptil. Uma pedra, junto da fonte de Rogel (1 Rs 1:9).

 

ZOHETH                                          ZOETE

Um descendente de Judá (1 Cr 4:20).

 

ZOPHAH                                          ZOFÁ

Expansão. Um descendente de Aser (1 Cr 7:35).

 

ZOPHAI                                            ZOFAI

Um antepassado de Samuel (1 Cr 6:26).

 

ZOPHAR                                          ZOFAR

Gorjeador. Um dos três amigos de Jó  (Jó 2:11).

 

ZOPHIM                                           ZOFIM

Vigiar. Um lugar em cima do monte Pisga, de onde Balaão pela segunda vez observou o acampamento de Israel (Nm 23:14).

 

ZUAR                                    ZUAR

Pequenez. O pai de Natanael. (Nm 1:8).

 

ZURIEL                                             ZURIEL

A minha rocha é Jeová. Um levita, chefe dos meraritas. (Nm 3:35).

 

ZURISHADDAI                                 ZURISADAI

A minha rocha é o Todo-Poderoso. O pai de Selumiel, um simeonita (Nm 1:6).

 

BIBLIOGRAFIA

A BÍBLIA SAGRADA. Traduzida em Português por João Ferreira de Almeida: Edição Revista  e Atualizada  no Brasil, Sociedade Bíblica do Brasil: Brasília, 1989.

CAMBRIDGE INTERNACIONAL DICTIONARY OF ENGLISH, London: Camdrigde, 1999.

DAVIS, John. Dicionário da Bíblia. Rio de Janeiro: Candeia, 1999.

HOVAISS, Antônio. Dicionário Hovaiss da Língua Portuguesa: Rio de Janeiro, 2001.

KING JAMES. The Holy Bible. London: Cambridge, 1994.

WITNESS, Lee. Estudo de vida de Apocalipse. São Paulo: Editora Árvore da Vida, 1951.

WITNESS, Lee. The crucial revelation of live in  the Scriptures. Anahein: Living Stream Ministry, 1987.

M. A BUCKLAND, Ar. Dicionário Bíblico Universal. São Paulo: Editora Vida, 1999.

THE HOLLY BIBLE. New internacional version. London: Cambridge, 1984.

A Sabedoria de Deus II

Isaias 28:24 Um homem que está preparando o terreno para semear trigo não gasta todo o seu tempo arando a terra, cavando e remexendo nela.

25 Depois de ter aplanado a terra, ele semeia o endro e o cominho e planta o trigo, a cevada e outros cereais nos lugares certos.

26 Ele faz tudo direito porque Deus o ensinou.

27 E no tempo da colheita ele não usa um instrumento pesado para debulhar os grãos de endro e de cominho; pelo contrário, ele usa varas pequenas e leves.

28 Quando malha o trigo, ele não continua malhando até quebrar os grãos. Ele sabe passar a carreta por cima das espigas sem esmagar os grãos.

29 Esse conhecimento também vem do SENHOR Todo-Poderoso. Os seus planos são maravilhosos, e ele é sábio em tudo o que faz.

Nesta passagem o profeta traz a revelação da sabedoria de Deus. Observemos que nos leva a pensar sobre como o homem descobriu a maneira correta de preparar a terra, semear e colher.

O agricultor não fica o tempo todo arando a terra, mas apenas a quantidade suficiente. Da mesma forma, após colher o que plantou, passa a soltar os grãos das espigas. Faz isto usando uma ferramenta, mas apenas a quantidade e força suficientes para solar os grãos, não vai além, senão os estragaria / esmagaria.

É o mesmo que Deus faz conosco. Prepara-nos e cultiva-nos na quantidade necessária apenas. Isto significa que mesmo que passemos a pensar que Deus se demora em nos preparar, de fato não é assim. O profeta diz que "...ele é sábio em tudo o que faz."

Se Deus é sábio, então devemos aguardar com paciência o Seu trabalho em nós. Como diz aquela música "Deus começou uma obra em nós e é fiel para completá-la".

Não desanime, tampouco fique atemorizado, Deus está no comando e está lhe conduzindo a uma terra que mana leite e mel.

Uma questão antiga

Jó 2:10 ... receberemos o bem de Deus, e não receberíamos o mal?

José tem dezessete anos e está lutando com uma questão que os teólogos tem se esforçado a muitos séculos. Mas para ele o problema não é acadêmico, mas real. Ele está tentando entender porque sua mãe teve que enfrentar uma cirurgia cerebral.

Ele perguntou: "Por que pessoas boas sofrem, Mãe?".

Ela lhe disse, "O sofrimento é parte da vida num mundo amaldiçoado pelo pecado, e pessoas boas sofrem como qualquer outra pessoa. Este é o motivo pelo qual estou feliz por ter Jesus. Se eu morrer, eu irei para um bom lugar e estarei esperando pelo dia em que poderei te ver novamente". Ela lhe disse que entendia sua frustração, mas também para não colocar a culpa em Deus.

Se você e eu temos lutado pelo sofrimento das pessoas boas, nós podemos colocar esta questão antes de Deus, argumentar com ele se pudermos e lutar contra nossas dúvidas, mas não colocar a culpa Nele.

Deus não explicou a Jó o que Ele estava fazendo mas disse que estava confiante em fazer o que era correto (Jó 38-42). Ele nos assegura na Sua Palavra de que Jesus sofreu em nosso lugar, resurgiu dos mortos e está nos preparando um lugar livre de sofrimentos.

Estas não são as respostas que queremos, mas são as respostas que nos ajudam a viver com esta antiga questão não respondida do sofrimento.

Algumas vezes nos sobrevem a escuridão para nos ensinar a andar na luz de Deus.

Quão rico você é?

1Tm 6:11 Mas tu, ó homem de Deus, foge destas coisas, e segue a justiça, a piedade, a fé, o amor, a paciência, a mansidão. 12 Milita a boa milícia da fé, toma posse da vida eterna, para a qual também foste chamado, tendo já feito boa confissão diante de muitas testemunhas. 13 Mando-te diante de Deus, que todas as coisas vivifica, e de Cristo Jesus, que diante de Póncio Pilatos deu o testemunho de boa confissão, 14 Que guardes este mandamento sem mácula e repreensão, até à aparição de nosso Senhor Jesus Cristo;
15 A qual a seu tempo mostrará o bem-aventurado, e único poderoso Senhor, Rei dos reis e Senhor dos senhores; 16 Aquele que tem, ele só, a imortalidade, e habita na luz inacessível; a quem nenhum dos homens viu nem pode ver, ao qual seja honra e poder sempiterno. Amém.
17 Manda aos ricos deste mundo que não sejam altivos, nem ponham a esperança na incerteza das riquezas, mas em Deus, que abundantemente nos dá todas as coisas para delas gozarmos; 18 Que façam bem, enriqueçam em boas obras, repartam de boa mente, e sejam comunicáveis; 19 Que entesourem para si mesmos um bom fundamento para o futuro, para que possam alcançar a vida eterna.

A vida tem muitos casos de pessoas que apesar de serem muito ricas, nunca desfrutaram de sua riqueza, chegando em alguns casos a viverem de maneira muito pobre só para não gastar seu dinheiro. Tem sua segurança no dinheiro acumulado e não em Deus. Não falo contra a riqueza, mas contra a altivez de quem a possui.

Conta-se o caso de um rico americano que convenceu suas irmãs a não se casarem para não dividir a herança recebida, chegando uma delas a fazer seu próprio vestido o qual utilizou por 25 anos. Aliás, moraram na mesma casa por 50 anos. Ao final da vida possuiam em torno de US$ 100 milhões, mas não utilizaram em nada. Tinham uma compulsão de acumular para eles mesmos, mas viviam de maneira paupérrima.

Muitos de nós talvez nunca sejamos tão ricos como este americano, mas se formos fiéis às finanças que Deus nos confiou, se não formos egoistas em relação à Sua causa e se auxiliarmos as pessoas em necessidade, nós seremos "ricos em boas obras" e teremos um tesouro nos céus.

É muito melhor sermos uma pessoa pobre que é verdadeiramente rica do que um rico que é espiritualmente pobre!

Guiado dia e noite

Salmo 23:4 Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam.

Determinado autor cita a visita que fez a Israel e a conversa que teve com um pastor da região. Pensando no salmo 23 ele perguntou ao pastor como ele utiliza o cajado para confortar e guiar as ovelhas.

O velho homem disse que de dia ele carregava o cajado nos ombros, assim as ovelhas podiam vê-lo. De alguma forma isto assegura a elas da sua presença e proteção. Ele disse ainda que se a noite chega sem que tenha levado as ovelhas para um lugar seguro para descanso e passar a noite, ou se entram numa região de muita neblina e as ovelhas não podem ver seu cajado, então ele passa a caminhar devagar enquanto bate com o cajado no chão. Apesar da ovelha não ver o cajado, ela pode escutá-lo batendo no chão e ela spodem seguir a direção do som, sabendo que seu pastor está justamente à frente delas.

A Palavra Inspirada de Deus é para o cristão o que o cajado é para estas ovelhas, assegurando a presença de Deus, proteção e provisão de dia e de noite. Algumas vezes podemos ver Sua liderança sobre nós claramente através das escrituras. Em outros momentos, entretanto, nós devemos oubvir com muita atenção a voz do Seu Espírito falando conosco através das escrituras.

As escituras nos assegura que nosso Pastor, mesmo que não o vejamos, está sempre conosco, seja dia ou noite.

A Majestade de Deus

Salmo 104:1 BENDIZE, ó minha alma, ao SENHOR!
SENHOR Deus meu, tu és magnificentíssimo; estás vestido de glória e de majestade.
2 Ele se cobre de luz como de um vestido, estende os céus como uma cortina. 

Este salmo enaltece a Deus e sua grande capacidade de criar e sustentar todas as coisas criadas.

Alguns se perguntam como era a vida no Paraíso que o Senhor Deus criou e aonde colocou Adão e Eva. Outros até se preocupam como se vestiam antes do pecado.

Este salmo é bastante elucidativo sobre este assunto, pois ele declara como Deus é e como se veste.

Ele se veste de glória e majestade como uma luz. Muitos hoje arrogam para si o fato de andarem na luz ou mesmo serem luz, mas somente nosso Deus gerou a luz e se veste dela.

Impressionante, pois o salmista diz que Deus põe o fundamento nas águas, significando claramente que criou as águas e as forças físicas que regem seus movimentos e comportamento.

Que Deus usa as nuvens como carro e que anda sobre o vento, torna seus anjos espíritos e seus ministros um fogo abrasador. O fogo pode aquecer os corações e quanto mais perto dele mais confortáveis nos sentimos.

O verso 5 do mesmo salmo diz que a terra não vacilará, quer dizer, o mundo criado por Deus se manterá estável. À milhares de anos atrás um salmista, um adorador, tendo a revelação da mais pura ciência moderna, pois hoje os cientistas dizem que a velocidade de expansão do universo é perfeita, pois se fosse um pouco menos tudo que conhecemos implodiria e se fosse um pouco mais se expandiria infinitamente, quer dizer, só existimos porque Deus criou tudo de acordo com o que precisamos.

Estes dias estava em viagem e pude observar uma vasta região litorânea. Parece-me claro que algum dia houve água naquele local, porque a terra está desgastada do jeito que a água faz, apesar de que agora está um pouco distante dali. Pois o salmista diz que (v6b) as águas estavam sobre os montes e que Deus as repreendeu e assim subiram os montes e desceram as águas para o lugar determinado. E ainda nos diz que Deus colocou um termo e que não subirão mais a ponto de cobrir a terra novamente.

E então se derrama em declarar a sabedoria de Deus em todos seus aspectos. E no verso 27 diz que todos nós esperamos em Deus o sustento no tempo certo. Tudo está de acordo com a vontade de Deus, que atende as orações daqueles que são seus.

Que Deus mais amoroso este. Fez tudo por nós e para nós e mesmo assim muitos o rejeitam e apesar disto ainda enviou Seu único filho, Jesus Cristo, para morrer pelos nossos pecados e voltarmos a ter comunhão com Ele.

Entre no fluxo de vida de Deus, no seu rio de vida, este é o único lugar que você encontrará a prometida vida abundante.

O Poder da oração

 Provérbios 21:1 - Como ribeiros de águas assim é o coração do rei na mão do SENHOR, que o inclina a todo o seu querer.

 Um ribeiro de águas sempre vai procurar o melhor caminho até chegar ao lugar desejado, no caso das águas será sempre o mar e no caso do crente em Jesus a vontade do Pai. Assim nós também desejamos ir a algum lugar e muitas vezes dependemos de outras pessoas para chegar lá, não conseguimos sozinhos.

Isto é particularmente sentido nas relações matrimoniais e familiares onde muitas vezes um destes membros conhece a Jesus e deseja levar a salvação aos demais, ou ainda alguém que precise ser "tocado" por Deus para redirecionar seu caminho conforme Sua vontade.

Em outro caso pode ser um relacionamento estável e duradouro, mas que uma das partes deseja que haja uma melhora no relacionamento, mas as palavras não têm surtido efeito.

Da mesma maneira aplica-se a outros tipos de relacionamento, como filhos, superiores, subordinados e outras relações sociais.

Pois bem, o que fazer nestes casos? Parece semelhante a alguém querer orientar o presidente da república sobre como agir, certamente não ouvirá.

Mas Deus é aquele que sabe todas as coisas e pode mudar qualquer situação. Observe no versículo acima, Deus é o único que pode mudar o coração ou a vontade do rei. O rei aqui significa a autoridade máxima, ou simplesmente alguém que não está sob tua orientação.

A melhor alternativa nestes casos é orar a Deus, pois Ele pode influenciar o coração das pessoas de acordo com Sua vontade. Não é a toa que a palavra nos pede para intercedermos pelos governantes. Evidentemente se pedirmos algo que não é adequado o efeito será inverso, quer dizer, Deus agirá em nossos corações para entendermos o porquê e nos dará o discernimento adequado.

Temos utilizado muito este versículo em nosso lar com resultados excelentes. Sempre que há alguma mudança desejada em nosso comportamento nós levamos a Deus em oração que age prontamente levando-nos a um crescimento e amadurecimento de maneira bastante suave e doce.

 
 

A harmonia no lar pode ser muito melhorada pela via da oração, experimente também nos demais relacionamentos e verá o poder de Deus em ação.

 

Salmo 86

Apesar de todo o poder que um rei possui, podendo realizar o que deseja no seu reino, o rei Davi quando diante de Deus nas suas orações se mostrava ser necessitado e aflito, ou seja, reconhecia a soberania de Deus na sua vida e se sujeitava a Ele.

Este coração humilde deve ter sido o fator pelo qual Deus disse a respeito dele de que não houve outro rei como ele.

Mais do que isto, ele reconhece que Deus tem mais poder do que ele próprio. Hoje quando observamos as pessoas que possuem poder, quanto mais possuem, mas se dizem distantes de Deus e autônomas. Que diferença!

Esta postura foi que lhe garantiu um reinado de paz, em nosso caso, uma vida de paz, em que todas as dificuldades caem por terra, não pelo nosso agir, mas simplesmente pelo agir invisível e poderoso de Deus.

Finalmente ele pede um sinal a Deus para que os que o odeia sejam confundidos. Isto ocorre muitas vezes conosco quando colocamos nosso fardo diante de Deus, e então Ele vem em nosso socorro.

Que aprendamos a colocar nossa confiança em Deus todos os dias, pois somente Ele é capaz de nos ajudar.

Leia aqui o Salmo 86 na íntegra

O debate sobre células-tronco

O debate sobre as células-tronco embrionárias humanas (CTEH) não cessa, o chamado blastocisto. De um lado os cientistas e de outro os religiosos. Os cientistas falam que o método foi “aprovado pela sociedade”. Ser aprovado pela sociedade não significa que algo seja certo, mas sim que há tolerância quanto a isto, provavelmente por necessidade ou mesmo conveniência.

Sabemos que historicamente, em nome da sociedade, muitos desvios de conduta tornaram-se aceitáveis, apesar de trazerem problemas enormes. As crianças em dado momento da história eram utilizados para serviços pesados, pois não eram consideradas “filhos de Deus”. Quer dizer, ainda não haviam nascido de novo (espiritualmente), e portanto poderiam ser alvo de toda sorte de abusos.

Hoje em dia fala-se em direito da criança – o estatuto da criança e do adolescente, um avanço tremendo em relação ao passado. Naquele momento, a sociedade aprovava estes métodos, e hoje entendemos ser uma atrocidade o que se fazia.

Bom, isto por si só não nos diz se devemos ou não caminhar nesta direção.

Mas no Salmo 139:16 o salmista diz: “Os teus olhos viram o meu corpo ainda informe; e no teu livro todas estas coisas foram escritas; as quais em continuação foram formadas, quando nem ainda uma delas havia”. Aqui está claro que Deus nos conhece desde que éramos corpo informe, e assim foi durante nossa formação.

Se Deus nos conhece desde esta data, é porque somos seres vivos desde a concepção. Neste sentido, não podemos utilizar os embriões com estas finalidades.

E se os embriões foram congelados, é porque deverão ser usados no futuro. Dizer então que podem ser usados seria o mesmo que criar um grande mercado destes, deturpando o sentido inicial.

Por outro lado, não devemos tampouco ser rígidos a ponto de inviabilizar qualquer progresso ou o salvamento de vidas. Caso contrário faremos um grande “desserviço” à humanidade, como muitos o fizeram em diversos períodos da história da humanidade.

Temos que pensar formas de não cessarem as pesquisas, o avanço e as curas, entretanto não podemos ser levianos ao tratar da vida humana.