Como você se prepara para conversas desafiadoras?

Como você se prepara para conversas desafiadoras?
 
Conversas difíceis são as piores.
 
Uma pergunta que me fazem repetidas vezes é como ter conversas difíceis com seu chefe ou superiores. Estou aprendendo que, sem sermos desafiados, não mudamos.
 
Portanto, para efetuar mudanças positivas em nossas organizações, precisamos nos tornar melhores em ter conversas desafiadoras. E conversas desafiadoras são exatamente isso - desafiadoras.
 
A que tipos de conversas difíceis estou me referindo?
 
Você provavelmente precisa ter uma conversa difícil e de alto risco com seu chefe ou pastor. E o maior problema que as pessoas têm nessas conversas é não tê-las!
 
As conversas mais desafiadoras não conseguem decolar porque NÃO PREPARAMOS. Há muito em jogo para não estar preparado.
 
Quero compartilhar com você um guia que uso sempre que tenho que ter uma conversa difícil com meu alguém.
 
1. Advogue: COMO POSSO COMUNICAR QUE EU SOU A FAVOR DESTA PESSOA?
Os ambientes mais eficazes para conversas são marcados pela segurança. Quando a outra pessoa está convencida de que você é a favor dela, a segurança é garantida.
Quando você estiver emocionalmente neutro o suficiente para comunicar à outra pessoa que está com ela, estará pronto para ter a conversa.
 
2. Pergunte: O QUE POSSO PERGUNTAR SOBRE O PONTO DE VISTA DA OUTRA PESSOA?
A curiosidade cultiva a humildade e também constrói uma ponte entre você e a outra pessoa. Faça uma lista de perguntas a serem feitas sobre a perspectiva da outra pessoa.
Enquanto você não fizer a longa caminhada da empatia para ver o que a outra pessoa está vendo, você não viu tudo o que há para ver.
 
3. Reconheça: O QUE POSSO DIZER SOBRE O OUTRO LADO DA SITUAÇÃO?
Depois de ficar o mais curioso possível para descobrir o que a outra pessoa vê e sente, force-se a dizê-lo em voz alta. "O que eu ouço você dizendo ..." é sempre uma ótima maneira de reconhecer a perspectiva da outra pessoa.
 
4. Aconselhar: QUE SOLUÇÕES ESTOU TRAZENDO?
A identificação do problema por si só não é útil para o progresso.
Você deve trazer soluções, especialmente quando essa conversa estiver acontecendo com seu chefe.
Se você se sentir defensivo, volte a fazer perguntas.
 
Mantenha esta lista de perguntas perto de você e passe por elas passo a passo enquanto se prepara para a próxima conversa importante.

Source View Bible

No dia 28/outubro tivemos na IBNC a presença do Pr. David Hamilton. Ele juntamente com o Loren Cunningham, são os fundadores da JOCUM - Jovens Com Uma Missão.

Da esquerda para direita: Telma Luize, Pr. David Hamilton e Pr. Luis Luize

Da esquerda para direita: Telma Luize, Pr. David Hamilton e Pr. Luis Luize

Pudemos ouvir muito a respeito de como o evangelho de Cristo está crescendo ao redor do mundo, sendo ele um dos incansáveis missionários ao redor do mundo que levam a Palavra de Vida.

É um estudioso da bíblia e desenvolveu um método que facilita muito a leitura e entendimento desta.

Sugeriu que ao lermos a bíblia, o façamos assim:

  1. Ler em voz alta - Ele diz que sempre que lemos apenas com os olhos, há uma tendência do nosso cérebro se desviar do assunto e viajamos, ficando sem entender o texto. Assim, ao lermos em voz alta estaremos usando mais da nossa capacidade de entendimento: olhos, boca e ouvidos.
  2. Ler capítulos ou temas inteiros - Deu o exemplo de alguém que assiste um filme inteiro vendo pedaços de 4 minutos por semana em qualquer ordem. Fica dificil, senão impossivel, entender a estória. Passa-se o mesmo com a Bíblia, lermos trechos curtos e salteados da Palavra provavelmente nos deixará mais confusos do que esclarecerá. Informou que quase 50% dos livros da bíblia podem ser lidos em menos de uma hora e sendo assim facilita muito esta prática.
  3. Ler em Grupo - Ao fazer assim, a leitura torna-se mais participativa e dinâmica, podendo-se inclusive definir os papéis de cada um, por exemplo: um lê as palavras do autor do livro, outro lê o que Jesus disse, outro o que os díscipulos disseram, outro os fariseus e assim por diante.

Assim ele tem feito com grupos na Jocum e nas proximidade da sua casa com muita eficácia, chegando até a cada parte dramatizar sua participação, o que ajuda a fixar muito o que está sendo lido.

Ao longo do tempo ele foi colorindo com cores diferentes cada "voz" dos livros, de maneira que facilitasse ler em grupo. Após um bom tempo viu que seria mais fácil se pudessem organizar a Bíblia inteira assim, e criaram a "Source View Bible". Já disponibilizou até um app que pode ser baixado gratuitamente.

Você pode usar qualquer livro da bíblia em inglês ou espanhol já marcada para facilitar para os grupos.

Nesta sua visita ao Brasil, teve reunião com a SBB - Sociedade Bíblica do Brasil e fechou acordo para que gerem a versão em português para o app, web e papel. Esta versão é esperada para os próximos meses.

Neste momento pode-se ler dois livros em português já marcados, mas em breve teremos todos disponíveis. Consulte as versões disponíveis.

VISÃO - A CHAVE PARA A REALIZAÇÃO

VISÃO - A CHAVE PARA A REALIZAÇÃO

O TAMANHO DO MUNDO

Um pintinho pergunta para seu pai:
– Pai, o mundo termina ali, na cerca?
O pai dá uma gostosa gargalhada e diz:
– Não, meu filho… o mundo é muito maior do que isso. Venha, vou lhe mostrar uma coisa.
Então o galo sobe no telhado mais alto da fazenda e leva seu filhote consigo. O menino fica admirado com aquela nova e magnífica visão do mundo e compreende porque seu pai riu tanto, pois o cercado do galinheiro (que para ele era um mundo), agora era apenas um pequeno detalhe naquela bela paisagem.
O galo, então, todo orgulhoso, lhe pergunta:
– Está vendo aquelas montanhas lá adiante?
– Sim, papai!
– Pois é, meu filho, é lá que o mundo termina.
– Uauuuu… exclamou o pequenino.

A visão verdadeira

1 - revelação

2 - provação

Abraão

3 - obediência

Paulo

4 - saber quando iniciar

José

5 - compartilhe / comunique

Moisés

Conclusão

Ética Moral - A Mudança Começa em Mim

Colossenses 1:13 - "Pois ele nos resgatou do domínio das trevas e nos transportou para o Reino do seu Filho amado,"

Toda a Palavra de Deus está repleta de informações de que existem dois reinos, o das trevas e o da Luz ou reino de Deus.

Cada um destes reinos possui sua própria lei e organização, seus costumes e tudo que está associado a um povo e reino.

A Palavra nos informa sobre como devem se comportar aqueles que são do reino da Luz, mesmo que estejamos vivendo na vida física bem no meio do reino das trevas.

O apóstolo diz que somos como que embaixadores de Cristos aqui na terra. E se fizermos uma análise de como se comportam os embaixadores quando são enviados a outros países, saberemos que eles procuram manter a sua cultura e costumes.

Também sabemos que um povo possui uma cultura e costumes que costumam estar muito arraigados no seu meio, e que seu governo costuma ser a soma de tudo isso.

Por isso não é de estranhar o episódio que ocorreu esta semana e a conclusão da mesma.

Para quem não soube, uma grande loja errou no preço da etiqueta da Smart TV Samsung de 55 polegadas e ofertou por apenas R$279,00, mas claro que à vista, podia-se parcelar em até 24 vezes. Este produto custa normalmente entre R$ 2.700,00 e R$ 3.500,00.

Estava claro que havia um erro humano na gravação do preço na etiqueta. E ai vem o dilema moral, devo comprar ou não?

Ora, se somos participantes do reino da Luz, o conveniente seria informar ao lojista do problema, sem esperar nada em troca, pois o galardão é recebido nos céus.

Mas não foi o que ocorreu, pois compraram o item e em outro caso semelhante chegaram a comprar mais de um item para revender. Em ambos os casos fizeram valer seus direitos como consumidor.

O PROCON foi chamado e fez valer o direito dos consumidores.

A alguns anos atrás foi cunhado o termo Lei de Gerson, justamente para nomear este tipo de atitude, ou seja, levar vantagem em tudo.

Nem preciso explicar que esta atitude está disseminada na nossa cultura e país. Temos observado uma tremenda inversão de valores em curso na nossa sociedade.

Ser errado é bom e ser certo é ruim. Se você é correto, honesto e integro é chamado de bobo pelos demais. A atitude do cidadão em que em muitos países é esperada, aqui é indesejada.

É por isto que temos recebido uma enxurrada de noticias falsas toda semana, com alguém sempre querendo tirar alguma vantagem nisso.

Claro que nenhuma loja está a salvo de gerar um preço errado, ou melhor, ninguém está a salva de cometer um erro, mas o temor de Deus, ou ao menos o bom senso e a integridade deveriam nos conduzir a uma atitude melhor.

Não é a toa que temos o governo que temos, é a soma de tudo que somos como povo, é a soma de nossa cultura e atitudes.

Soube que este caso através das redes sociais acabou chegando no exterior, conforme assim noticiado pelo jornal online Diário do Brasil que traduziu o comentário de uma rede de notícias:

“Brasileiros reclamam que são roubados pelos políticos, reclamam que seus impostos são os maiores do mundo, reclamam que o país não oferece empregos e oportunidades, enfim, reclamam de tudo […] e quando eles têm a oportunidade de colocar a cidadania em prática, querem passar os outros para trás. Esse caso da TV que foi anunciada com o preço errado reflete bem o caráter de um povo. Eles merecem o governo que têm”

 

Amados, no tempo de reis infiéis, todo o povo de Israel sofreu. Já passou do tempo de clamarmos a Deus por uma mudança de costumes em nosso país.

Assim, devemos iniciar vivendo como filhos do Reino da Luz, para onde fomos transportados por Jesus através da salvação pela morte na cruz.

E isto pressupõe agirmos de maneira diferente, sendo sal e luz neste mundo.

Que o bom Deus nos auxilie nesta jornada de saudável transformação do seu povo e de nossa nação.

Prática - A Mudança Começa em Mim

O problema central hoje em nosso país é justamente falar uma coisa e fazer outra. Nossos lideres estão cheios de conhecimento do que fazer mas não fazem. Falam aos quatro ventos o que é certo e fazem o que é errado.

Facilmente entendemos, o que importa não é se sabemos determinada coisa, mas se a colocamos em prática. Temos quatro níveis nesta vida em que podemos viver:

Nível da Suposição - é quando não sei algo, mas faço uma idéia a respeito. Formo a minha opinião sem a comprovação dos fatos. Poderei no futuro descobrir que estava errado.

Nível do Conhecimento - este vem do fato em si, ou seja, observamos o que acontece ou vivenciamos e então adquirimos o conhecimento. De qualquer forma, ainda não o praticamos, apenas sabemos que qual é a verdade.

Nível da Prática - é quando transformamos o conhecimento em ação. Isto é bom, mas se fizermos uma vez só não irá fazer parte de nós, pois nós humanos precisamos fazer algo repetidas vezes para que se torne um hábito.

Nível da Perícia - este é o patamar que todos precisamos atingir sobre algo que passamos a conhecer. É neste nível que podemos fazer a diferença.

Em relação ao amor de Deus Pai pela humanidade, que deu seu Filho Unigênito por nós, temos muita gente nestes quatro níveis. Temos alguns que supõem que Cristo morreu, mas não experimentou os benefícios da sua morte. Já outros conhecem e reconhecem que Cristo morreu por eles, passou a conhecer o amor de Deus, mas resigna a isto.

Outra parte até já praticou o amor alguma vez, mas está quase se esquecendo de como foi isto, enquanto há uma parcela que tem praticado diariamente, habitualmente e tem feito a diferença nesta vida.

Mas apenas o conhecimento não é suficiente, é preciso ter valores e princípios. Imagine alguém que possui um conhecimento prático, mas valores e princípios deturpados. Teremos uma pessoa de alta capacidade capaz de atos terríveis. O contrário também é verdadeiro, alguém com conhecimento, valores e princípios alinhados à Deus, teremos então uma pessoa que marca uma geração.

Quando temos a Cristo, nosso conhecimento, valores e princípios passam a alinhar-se Nele, o que inicia em nós um processo chamado de santificação. Não é um processo simples e rápido, pois é como se todo um edifício fosse reposicionado em outra direção, exige tempo, esforço e determinação.

Ao concluir este processo na nossa vida seremos muito usados por Deus em Seus maravilhosos e perfeitos propósitos, ao passo que uma parte de nós ficará apenas no nível do conhecimento pela falta da prática constante.

Certo dia, Jim e Joy Dawson, um casal abençoado que trabalha na JOCUM, encontraram-se com uma pessoa e Joy lhe disse algo que mudou a sua vida:

— Deus está lhe dando a possibilidade de ser um dos poucos cuja vida foi uma benção em suas mãos, ou um dos milhares que o decepcionaram.

E para ser um destes poucos, você precisa alcançar um nível mais elevado de prática, valores e princípios. Procedendo assim você também vai adquirir a autoridade para liderar a sua vida e a daqueles que estão próximos a você. Influenciará mais do que será influenciado.

PARA EXERCITAR

Assista os demais vídeos desta série, clique aqui!

Crescendo - A Mudança Começa em Mim

Romanos 12:2 - "E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus."

 

Nós seres humanos temos a tendência de nos conformamos com nossa vida, costumes e modo de pensar. Normalmente entramos numa zona de conforto que impede de crescermos como seja necessário para alcançarmos nossos sonhos e objetivos de vida.

O apóstolo Paulo neste verso está claramente falando que se o nosso entendimento não for renovado, não vamos experimentar a vontade de Deus que é boa, agradável e perfeita.

Minha esposa costuma dizer que crescer dói. Seja crescimento físico, emocional ou espiritual, vai doer para mudar a situação. Como nós corremos longe da dor, muitos não crescerão, mas irão permanecer como estão. Consideram a dor da mudança maior do que a dor da resignação, e ficam como estão.

Há um animal muito interessante que é a lagosta. Não sei se você sabe, mas a lagosta é um animal mole que é envolvida por uma casca dura que a contêm. A lagosta também cresce, e quando a “roupa” dela, a casca, está muito pequena, ela deve sofrer pressões terríveis no seu corpo, que apesar de mole, ocupa todo o espaço interno e precisa se expandir para continuar crescendo.

Quando isso ocorre, ela se esconde de seus predadores enfiando-se debaixo das pedras, onde libera-se da sua casca e espera crescer uma nova, que permitirá viver bem por mais um tempo.

Depois quando esta fica pequena, mais pressões, e de novo o mesmo método, e assim sucessivamente, até ao final de sua vida.

Deus na sua sabedoria nos ensina através do reino animal, pois se estamos sobre muita pressão, sentindo as dores do crescimento, necessitamos nos refugiar na rocha que é Cristo, conforme diz no Salmos 27:5 - "Porque no dia da adversidade me esconderá no seu pavilhão; no oculto do seu tabernáculo me esconderá; pôr-me-á sobre uma rocha.", e temos também Êxodo 33:22 "E acontecerá que, quando a minha glória passar, te porei numa fenda da penha e te cobrirei com a minha mão, até que eu haja passado.".

Ali, na fenda da rocha que é Cristo, a salvo de todos nossos inimigos, cobertos pela mão de Deus, ficaremos escondidos até que nosso entendimento seja renovado.

E se há algo que possa doer em nós é o crescimento emocional. Algumas vezes algo que recebemos na nossa criação está barrando o nosso entendimento e nosso crescimento. É o momento em que sofremos pressão e dores.

Muita gente hoje está sob pressão intensa, ainda mais com a situação econômica do nosso país.

Creio que é um tempo de Deus para que seu povo aprenda a depender somente Dele e não de homens. Mas para isso é necessário renovarmos nossa mente.

Um povo que sempre se contentou em estar bem empregado, em receber todo mês seu salário, estar feliz com isto, de repente encontra-se no deserto da vida.

Tinha fartura de tudo, e agora escassez. Não lhe falta nada, mas aquilo que estava acostumado não tem mais. Este paralelo com o povo no deserto logo após a libertação da opressão do Egito faz todo o sentido neste momento de nossa nação.

Observemos que apenas aqueles que creram em Deus e confiaram que Ele estava junto deles sobreviveram para entrar na terra prometida. Os demais, viveram uma vida conformada em estar no deserto, uma vida simples, sem falta de nada, mas sem conhecer a boa, agradável e perfeita vontade de Deus para a vida deles.

Existe em matemática algo chamado ponto de inflexão ou simplesmente inflexão. É o ponto em que uma curva muda de direção. Pode-se comparar com a condução de um veículo ao longo de uma estrada sinuosa, sendo o ponto de inflexão aquele em que o volante é momentaneamente "endireitado" quando a curva muda da esquerda para a direita ou vice-versa.

O ponto de inflexão corresponde na realidade à momentos chave na nossa vida que tomamos uma decisão, ou fazemos uma escolha que muda completamente o curso da nossa vida.

Existem em quase todos nós um momento em que se apresenta um ponto de inflexão, um ponto onde alguma coisa faz a diferença entre, vitória e derrota, deserto e terra prometida, crescimento e conformar-se com a situação.

Essa mudança também pode vir de ações de terceiros, mas é sempre nossa a escolha de como reagir a estas mudanças. É necessário sabedoria para saber decidir nesses momentos, pois a pressão é muito grande.

Esta pressão e dores que estamos sofrendo precisam gerar em nós renovação de mente, mas para isto é necessário deixar para trás a velha “casca”, sem o qual não será possível crescer em entendimento.

Se isto está ocorrendo com você, corra para debaixo da rocha que é Cristo, fique à salvo dos inimigos e renove seu entendimento. Você sairá de lá pronto para um novo ciclo de grande crescimento saudável na Presença do Deus Vivo.

 

PARA EXERCITAR

Tenho passado por grandes pressões neste momento?

Como tenho reagido a este ponto de inflexão na minha vida?

Inversão - A Mudança Começa em Mim

Muito se tem falado sobre liderar e servir, inclusive tem aquele ótimo livro “Liderança Servidora”, de James C. Hunter, o qual tive o prazer de participar de uma palestra e ouvi-lo, recomendo.

Você pode ver este tipo de liderança em ação nos evangelhos, que registram a atuação de Jesus Cristo em nosso meio. É um tipo de liderança totalmente diferente da usual em que há alguém dando ordens e os outros devem apenas obedecer.

Se observarmos as empresas que dão certo, veremos que todas elas procuram servir bem ao seu cliente. Seja uma revenda de carros, seja a fábrica, uma igreja que serve, etc. Quanto mais uma organização ou alguém serve aos demais, maior se torna.

Um pai de família que cuida da sua própria casa está demonstrando esse amor e sua grandeza. Ele lidera servindo à esposa e aos filhos. Mas não confunda servir com ser escravo. Quando servimos, fazemos por liberalidade, por amor, enquanto a escravidão é involuntária.

É interessante que há um contraponto ao servir com amor, que é o querer com egoísmo. Deus desde o princípio deu do que Ele é para formar o mundo, e continuou dando mesmo quando pecamos, pois enviou Seu filho para morrer em nosso lugar, já que Ele mesmo, Deus, havia definido as leis e teria que haver remissão dos pecados com derramamento de sangue.

Bem, Ele continuou amando e enviou Seu Filho, Jesus, para morrer por nós. O grande e supremo Deus servindo por amor a nós. Agora, observe o coração do maligno, do reino de Satanás. Este sempre desejou ter o que não lhe pertencia, ou seja, quis o lugar de Deus. Isto se chama cobiça e egoísmo.

Logo, o amor é um atributo do Reino de Deus, enquanto a cobiça, do reino de Satanás. O amor deseja dar e servir, enquanto a cobiça deseja ter e receber a satisfação própria.

Foi usando este princípio que Salomão julgou a causa daquelas duas mulheres, em que uma havia perdido seu filho à noite por se deitar sobre ele. Não havia testemunhas, somente elas. A que havia perdido seu filho não se importava em que o outro fosse cortado ao meio, enquanto aquela que era a mãe verdadeira, preferia dar o filho inteiro à outra do que vê-lo morto. Sua disposição de abrir mão do filho era a sua prova de amor, e Salomão, reconhecendo isso, lhe devolveu o filho.

Invariavelmente quando nos procuram para receber orientação no casamento observamos que um dos cônjuges está insatisfeito por não ter o que deseja ou da forma que deseja. Dificilmente escuto alguém dizer que amou e não foi correspondido.

Existem tantos casais que desejam mudar um ao outro, num processo egoísta de satisfação própria, o que tem levado muitos à derrota. Mas quando há o interesse em que o outro seja bem cuidado e feliz, há a construção de uma família.

No trabalho é a mesma coisa, se aquilo que é necessário ser feito é feito, certamente o trabalhador será reconhecido pelo seu patrão, exceto por questões econômicas extraordinárias.

Certo pregador uma vez disse “Parei de praticar o que prego e agora estou pregando o que pratico”. Não importa o que sabemos ou pregamos, o que vale mesmo é o que praticamos. Estes dias disse a uma pessoa: “Olha, não adianta conhecer a bíblia toda e não colocar em prática, é preferível praticar o pouco que conhece.” A pessoa se assustou por escutar isto, mas é isto mesmo, o pouco praticado é melhor que o muito sem atitude.

O mundo hoje está cheio de conhecimento e de discurso, é como aquele político em época de eleição que promete “mundos e fundos” e após ser eleito, desaparece. Como aqueles casais apaixonados que prometem amor eterno e logo após o casamento perdem o interesse.

Não devemos andar da mesma forma, mas sim aplicar à nossa vida o exemplo maravilhoso de liderança servidora em amor de Cristo Jesus. Pratique o servir em amor e transforme sua vida.

PARA EXERCITAR

Clique aqui e assista os demais vídeos da série.

Imagens - A Mudança Começa em Mim

As imagens são muito importantes para nossa vida, sobretudo as imagens que formamos em nossas mentes a nosso próprio respeito.

Segundo os especialistas, dois terços das idéias e noções que absorvemos na vida acontecem até os sete anos. É nesta fase da vida que muita coisa importante ocorre.

Por outro lado, os conhecimentos práticos são absorvidos até os dez anos. Aprender nossa língua materna nesta fase parece simples, aprender uma nova língua também. O que diria de ler e escrever? Muito mais fácil quando criança.

Os anos como criança é o período que desenvolvemos o que, como adultos, nos acompanhará por toda a vida, mantendo uma relação próxima até nossa velhice.

Os problemas da fase adulta também nascem na infância. Eu e minha esposa somos voluntários num lar de crianças abandonadas e também trabalhamos com a cura da alma em nossa comunidade cristã. Frequentemente as pessoas abusadas na infância tornam-se abusadores, a menos que permitam que Cristo entre em suas vidas mudando sua história para melhor.

O que vivenciamos em nossos primeiros anos formam imagens em nossa mente e isto é o que nos leva a experimentar estresse, tensão e ansiedade no futuro.

Os pais são fundamentais na formação de boas ou más imagens nos seus filhos. É muito comum os pais falarem aos filhos que não devem fazer algo porque senão Deus deixará de gostar deles, ou cometerão o pecado que Deus não perdoa.

Isto cria uma imagem na mente da criança ou adolescente de que, se errar, já estará longe de Deus e portanto não precisa mais andar nos seus caminhos, não tendo mais como voltar.

Lembro-me quando na década de 80 estava fazendo evangelismo na rua XV em Curitiba. Naquele dia abordamos uma moça, que recebeu a Palavra, mas chorava muito por não se achar digna de receber a salvação. Depois de muito insistir ela revelou que era uma prostituta e que Deus não a aceitaria mais.

O maligno usa contra nós duas armas, a tentação e a acusação. Quando uma falha ele usa a outra. Quase todos nós já nos sentimos acusados de algo que fizemos.

Quando faço aconselhamento, uma das questões mais importantes é derrubar as imagens negativas que as pessoas possuem na sua mente e recriá-las partindo da visão de Deus para sua vida. Porém, reconstruir uma imagem é mais difícil do que criar do zero.

Jesus sempre evangelizou por parábolas, o que criava imagens mentais em quem ouve, sabendo que seria um fator motivador em quem a escutasse. O rádio e os livros também nos levam a formar imagens mentais.

É por isso que a televisão e a internet possuem um apelo tão forte hoje em dia. As imagens vêm prontas. Ao assistir um filme romântico, sempre tem o rapaz e a moça namorando que vão e voltam no relacionamento, criando uma trama que desejamos seguir. Quando finalmente ficam juntos, aparecem as famosas letrinhas 'FIM'.

Acabamos de formar a imagem mental de que casar é a solução e o fim por si mesmo. Mas nós sabemos que não é o fim, mas apenas início de uma vida a dois. A televisão nos levou a criar uma ilusão em nossa mente. E as gerações atuais acreditam muito nessas imagens e as reproduzem.

Precisamos renovar a nossa mente e rejeitar as imagens de fracasso que nos são impostas pelas pessoas e pelo mundo. Deus nos chamou para a vitória em Cristo e isso passa por ter uma mente renovada em que as imagens negativas e de fracasso tenham sido curadas e substituídas por aquelas que Deus tem para você e que Ele mesmo irá falar ao teu coração.

José tinha um sonho, uma imagem em sua mente, que o guiou por toda a sua vida, vindo a tornar-se realidade próximo dos 30 anos vida.

Quando eu era criança tinha o sonho de construir um computador, algo impensável na época dado o desenvolvimento tecnológico e pelo fato de viver no interior do estado. Ou seja, a tecnologia era pouca e existia somente nos grandes centros, eu estava fora. Mas Deus movimentou tudo a ponto de tornar esse sonho uma realidade e aos 21 anos cumpriu-se o sonho.

“Quando eu era uma criança, eu sonhava. Sonhava com um momento como esse”. Novak Djokovic, tenista sérvio, ao vencer o suíço Roger Federer e conquistar o título do ATP pela quinta vez.

PARA EXERCITAR

Clique aqui e assista os demais vídeos da série.

Somos Seres Sociais - A Mudança Começa em Mim

Deus nos criou como seres sociais, o que implica me relacionamento com as demais pessoas. Um ermitão não vive sozinho por muito tempo e sequer foi concebido desta forma, mas através da união de um homem e de uma mulher.

Esta nossa característica tanto nos é benéfica quando nos relacionamos com Deus e boas pessoas, quanto desastrosa quando nos relacionamos com as pessoas erradas.

Quando aconteceu aquele episódio de Watergate nos Estados Unidos, envolveram-se políticos e empresários, que a princípio possuíam bom caráter, mas este foi corroído pelo grupo, pois abdicaram de seus valores em prol do grupo e a pedido do líder.

Isto significa que muitas vezes deixamos o ambiente externo nos influenciar e mudar aquilo que consideramos certo. O fato é que nós mesmos valorizamos as pessoas ímpias de sucesso e desvalorizamos aqueles que estão tentando incutir em nós os bons valores cristãos.

Em todas as organizações é a mesma coisa, delegamos cargos de confiança a homens que possuem talento e capacidade, mas nos esquecemos de verificar se sua conduta é íntegra.

A fidelidade é o alicerce em que devemos fundamentar nosso caráter, nossa família, nossos negócios e a igreja. O único requisito de Deus para nós é a nossa fidelidade, o restante ele faz.

Quando falamos em fidelidade, os personagens bíblicos que se sobressaem agem exatamente assim, como é o caso de José. Atualmente valorizamos mais a aptidão do que o caráter. José tinha um relacionamento com Deus que falava com ele desde muito novo através de sonhos.

A vida de José foi cheia de momentos críticos, e ele manteve o relacionamento com Deus, não se rebelou e tampouco perdeu seus valores, mas sofreu até prisão por manter sua fidelidade e comunhão com o Nosso Pai.

A capacidade de ouvir a Deus não tem a ver com a idade, mas com nosso relacionamento com Deus. A única forma de aperfeiçoarmos nosso caráter e mantermos nossos valores é quando nos relacionamos com o mundo mas balanceamos com o ouvir o Espírito Santo. Este sim irá nos influenciar para sermos melhores todos os dias.

Os irmãos de José não mantinham um relacionamento com Deus, pois seu pai falava a todos sobre o que havia acontecido a Isaque e Abraão e de como Deus os havia abençoado. Somente José escutou, entendeu e aplicou na sua vida. A geração atual gosta muito de ouvir, mas pouco de aplicar.

Estes dias falava com uma pessoa que fez uma cirurgia bariátrica por questões de saúde. Seu organismo agora não consegue absorver todos os nutrientes que necessita, obrigando-o a ingerir um suplemento alimentar com vitaminas.

Quer dizer, não importa o quanto ingerimos de alimentos, o que importa é quanto absorvemos dele. Se lemos ou escutamos a Palavra e não a absorvemos, ou seja, aplicamos em nossas vidas, de nada adiantará, seremos gordos de conhecimento e raquíticos de caráter.

É assim que se encontra nossa nação nos dias de hoje após ir atrás de tantos maus líderes que estão por aí. O que é necessário é nos submetermos, em humildade, ao maior dos líderes, Jesus Cristo. Somente Ele, através do Santo Espírito pode nos orientar e dar vitória.

Relacione-se com Ele e veja a benção que virá sobre você.

PARA EXERCITAR

Assista os demais vídeos desta série, clique aqui!

Transformando-se - A Mudança Começa em Mim

Deus sempre termina bem as suas obras. Se você analisar a bíblia verá que todos os acontecimentos que estão lá, assim como os personagens citados, passam por situações difíceis, mas ao final Deus transforma o que parece muito ruim em algo extraordinário.

Temos José que sofreu muito e reinou no Egito. Temos Abraão que não tinha filhos e muito depois teve Isaque e a promessa de uma multidão. Temos o filho pródigo que literalmente torra a fortuna do pai, se arrepende, volta e recebe honrarias. Mas a situação mais emblemática é a própria vida de Jesus, em que morre na cruz sem culpa e então ressurge dos mortos para reinar à direita de Deus Pai.

Tudo que Deus faz é perfeito, e quando a criou a humanidade era perfeita, assim como o homem e a mulher. Note que após criar tudo, Deus descansou e reinou a paz. Desde este dia a paz é o nosso árbitro e indica que estamos fazendo a vontade de Deus.

Mas o pecado é que colocou o mundo em desordem, trazendo a falta de paz. Acabou a comunhão com Deus e com a mulher, tudo tornou-se corruptível, ou seja, vai se estragando se não fizermos nada.

Para sair deste estado de desordem é preciso fazermos algo. A terra precisa ser arada, plantada, regada e cuidada para que dê fruto. Se deixarmos sem fazer nada só vai nascer erva daninha.

Com o gênero humano é igual, ninguém precisa ensinar seu filho a desobedecer, basta não fazer nada, é a natureza humana.

Como escrevi em artigo recente, as características de um grupo é compatível com as do seu líder. Ora, se nos colocamos debaixo da autoridade maligna através do pecado, então vamos demonstrar as características dele: morte, cobiça, mentira, desonra, medo e cansaço, entre outros.

Por outro lado, as características de Deus são: luz, vida, amor, verdade, honra, fé e paz, entre outros tantos. É por isso que precisamos nos converter em quase tudo: costumes, atitudes, forma de pensar e agir, sentimentos e relacionamentos.

Se olharmos nossa vida com esta natureza pecaminosa, acharemos que tudo está ruim, que as pessoas não te amam, que tudo dá errado pra você, que você não é aceito em algum lugar, etc.

Precisamos de uma transformação em nossa maneira de pensar e agir, sair desta situação negativa e olhar para Deus.

No versículo citado acima, está o padrão que descreve a natureza humana. Jesus cita o padrão pelo qual toda a humanidade passa. O jovem se revoltou contra o pai, foi e destruiu tudo que recebeu de herança, se arrependeu, se reconciliou e foi restaurado.

Quando o jovem interrompeu sua comunicação com o pai foi de mal a pior. Foi preciso cair em si e se arrepender para restaurar a comunicação com o pai.

Deus quer que sua vida termine bem. Se sua comunicação com Ele está interrompida, talvez seja necessário “cair em si” e arrepender-se para ser restaurado.

Minha esposa e eu realizamos muitos seminários de cura da alma, e um elemento constante nestes é a grande quantidade de pessoas que precisam se arrepender e pedir perdão para viverem bem.

São inúmeros casos de pais que se acham certos na sua atitude e lançam os filhos na rebeldia, interrompendo a comunicação e o convívio com eles. São esposos ou esposas que se distanciam um do outro e precisam cair em si e arrepender-se para haver a reconciliação e restauração.

Nós podemos ser bem sucedidos e Deus quer que seja assim, mas para isto mude sua atitude, caia em si em relação ao que precisa colocar em ordem na sua vida e transforme-se numa nova pessoa.

PARA EXERCITAR

Assista os demais vídeos desta série, clique aqui!